Início do conteúdo
Notícias Festival de Teatro Virtual exibe projetos dedicados à Maria Firmina dos Reis e ao improviso

Funarte Notícias

Publicado em 1 de setembro de 2021

Festival de Teatro Virtual exibe projetos dedicados à Maria Firmina dos Reis e ao improviso

Espetáculos do Maranhão e da Bahia serão apresentados na quinta e na sexta-feira, às 18h30, no canal da Funarte

Festival de Teatro Virtual exibe projetos dedicados à Maria Firmina dos Reis e ao improviso “Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo”, do Maranhão; e “Épico – Casa Tomada”, da Bahia (Divulgação)

A Fundação Nacional de Artes – Funarte exibe mais dois espetáculos teatrais do Nordeste nesta semana, encerrando a agenda da região no Festival de Teatro Virtual. Do Maranhão, o Núcleo Atmosfera de Dança-Teatro apresenta Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo, na quinta-feira, 2 de setembro, às 18h30. A montagem faz uma releitura da vida e obra da maranhense Maria Firmina dos Reis (1822 – 1917), considerada a primeira romancista brasileira. No dia seguinte, no mesmo horário, o grupo Território Sirius Teatro e a Cia Improviso Salvador, da Bahia, exibem Épico – Casa Tomada, a partir de um processo de pesquisa sobre o improviso na cena on-line.

A agenda do festival tem 25 apresentações teatrais, de grupos e companhias das cinco regiões do País, voltadas ao público adulto e infantil. Um novo projeto é divulgado todas as quintas e sextas, até o final de outubro, sempre a partir das 18h30, no canal da Funarte no YouTube. Os vídeos ficam disponíveis para acesso posterior em: bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual.

A atriz Júlia Martins é pesquisadora da escritora maranhense, nascida há quase dois séculos

Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo

Representando o Maranhão com o espetáculo Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo, o Núcleo Atmosfera de Dança-Teatro resgata a vida e a obra de uma importante figura da literatura brasileira. A escritora negra Maria Firmina dos Reis, nascida em São Luís do Maranhão há quase dois séculos, é considerada a primeira romancista brasileira e foi professora, poeta, compositora e colaboradora de jornais. A montagem, com direção de Leônidas Portella e atuação de Júlia Martins, será disponibilizada no canal da Funarte no YouTube nesta quinta, dia 2, a partir das 18h30.

A atriz Júlia Martins, pesquisadora da escritora maranhense, conta que também faz um relato de sua própria trajetória, “como uma mulher preta e artista”. O desafio, segundo ela, foi levar o projeto para o on-line: “No começo, a gente se enche de questionamentos. Mas, depois, nos acostumamos e buscamos mecanismos para lidar com uma nova forma de fazer teatro”.

A atriz também comenta sobre a importância de apresentar Maria Firmina em um evento como este: “Estamos muito felizes em participar do festival, principalmente com um trabalho de tamanha grandeza. Levar a história e vida desta mulher, tão representativa para o povo negro, é de uma dádiva tamanha. Maria Firmina precisa ser conhecida em todos os lugares, e sua obra e legado, debatidos e enaltecidos”.

Trabalho é resultado de Experimentação e Pesquisa do Improviso na Cena On-line (ÉPICO)

Épico – Casa Tomada

Já na sexta-feira, dia 3 de setembro, será a vez dos grupos Território Sirius Teatro e Cia Improviso Salvador, da Bahia, com Épico – Casa Tomada. O trabalho é resultado de um processo de Experimentação e Pesquisa do Improviso na Cena On-line (ÉPICO). A diretora e atriz-improvisadora Daniela Chávez, da Cia Improviso Salvador, diz que o trabalho vinha sendo feito desde abril de 2020. “Todo esse período tem sido de grandes desafios e descobertas, no qual mergulhamos no estudo e experimentações de técnicas possíveis no teatro on-line”, explica Daniela.

Na obra, quatro atuantes e uma equipe de cinegrafistas criam uma história em uma casa, utilizando ferramentas da linguagem de improvisação teatral e elementos do audiovisual. A história resultante revela três personagens e caminhos que se entrelaçam numa sequência de eventos, com temáticas como o racismo e o machismo. De acordo com os realizadores, o caráter de improvisação pode ser visto por meio das interações com a plateia e da exibição dos bastidores de construção da narrativa.

“ÉPICO é um grande ensinamento para nós, artistas. Utilizamos a linguagem da improvisação teatral, na qual todos os personagens, falas e história são construídos no momento do espetáculo, com a participação do público e de forma coletiva, lidando com o universo do audiovisual, com o qual vamos aprendendo cada dia mais”, complementa Daniela Chávez.

Fábio Vidal, ator-improvisador do Território Sirius, fala sobre a presença no festival: “Estamos muito felizes em participar desse festival e ser um dos classificados para representar o Nordeste. É uma possibilidade de fomento à classe teatral, envolvendo uma cadeia de artistas e técnicos, tão impactados pela pandemia”.

Sobre o Festival de Teatro Virtual da Funarte

A programação é resultado do edital Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020. O objetivo era incentivar montagens para apresentação virtual e contribuir para a manutenção de coletivos, grupos e companhias. “Ele foi elaborado em meio a pandemia como uma saída, uma alternativa de fomento à classe artística, contemplando não apenas os artistas, mas também os técnicos”, declara Renata Januzzi, coordenadora de Teatro e Ópera da Funarte. Com o festival, a Fundação busca ainda estimular a democratização e acessibilidade à linguagem artística.

O Teatro Virtual faz referência e homenagem a outro projeto da Funarte, a Série Seis e Meia, que promovia shows de música sempre às 18h30. A ideia é manter o compromisso de levar arte ao público com assiduidade, em um horário acessível, mesmo que à distância. Os vídeos, previamente gravados, ficam disponíveis gratuitamente para o público após a exibição.

Renata Januzzi ressalta a força histórica do teatro, que hoje enfrenta mais um desafio para se manter presente. “O teatro é uma arte milenar e vem sobrevivendo a diversas ameaças de extinção. Dentre elas, a tecnologia, que já foi uma dessas ameaças, surge agora como uma solução de fomento a uma linguagem tão artesanal.”

Programação do Teatro Virtual

festival teve início em 5 de agosto com O Homem e a Mancha (SP), texto de Caio Fernando Abreu encenado pelo ator, professor, produtor e diretor Marcos Breda, com direção de Aimar Labaki e fotografia de Jacob Solitrenick. No dia seguinte, foi a vez de Zapato busca Sapato, da Trupe de Truões (MG), história para todas as idades sobre um “sapato recém-nascido” à procura de seu par.

Na semana seguinte, foram exibidos A Casa de Farinha do Gonzagão e A Cripta de Poe, os dois de São Paulo, inspirados, respectivamente, no instrumentista, compositor e cantor Luiz Gonzaga e no escritor estadunidense Edgar Allan Poe. Logo após, foram disponibilizados Museu dos Meninos – Arqueologias do Futuro (RJ), de Maurício Lima; Ombela (PE), da companhia O Poste Soluções Luminosas; Salto (PE), do Bote de Teatro com a Janela Gestão de Projetos; e Suelen, Nara, Ian (CE), do Grupo Pavilhão da Magnólia.

Os vídeos ficam disponíveis em: bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual. Na semana que vem, o festival inicia a agenda da região Norte, seguida pela programação com os grupos do Sul e Centro-Oeste do País.

 

Espetáculos desta semana:

Dia 2 de setembro | Quinta-feira
Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo | MA
Núcleo Atmosfera de Dança-Teatro

Ficha técnica:
Atuação: Júlia Martins | Direção: Leônidas Portella | Intérprete de Libras: Michelle Lima | Cenário e Figurino: Marlene Barros e Marcos Ferreira | Confecção de cenário: Ed Lima e Marcos Ferreira | Iluminação: Renato Guterres | Trilha sonora: Beto Ehongue | Assistente de Produção: Tairo Lisboa e Vitor Rodrigues | Produção: Núcleo Atmosfera | Captação de imagens: Rafaela Gonçalves e Jhonthan Biscoito | Assistente de Câmera: Clariana Wolff | Edição: Rafaela Gonçalves.

Dia 3 de setembro | Sexta-feira
Épico – Casa Tomada | BA
Território Sirius Teatro / Cia Improviso Salvador

Ficha técnica:
Direção: Daniela Chávez | Atores Improvisadores: Daniela Chávez, Fabio Vidal, Maria Clara Mendes e Ruan Passos | Produção: Ana Paula Vasconcelos (Multi Planejamento Cultural) | Programação visual: Luiza Senna | Transmissão ao vivo e direção audiovisual: BOGUM Ambiente Criativo | Coordenação Técnica, Sonorização e Edição de vídeo: Moisés Victório | Iluminação, Elétrica e Cinegrafia: Fred Alvin | Assistente de Fotografia e Cinegrafia: João Rafael Neto | Cinegrafia e Making off: Malaika K.B. | Assistência Técnica e Montagem: Caio Barbosa | Intérprete de Libras: Dany Matos | Interpretação em Libras: Isaias Neto Vídeo | Realização: Território Sirius Teatro e Cia Improviso Salvador.

 

Espetáculos já disponíveis:
bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual

O Homem e a Mancha: 24 anos-luz | SP
Com o ator Marcos Breda e texto de Caio Fernando Abreu
Classificação: 12 anos

Zapato busca Sapato | MG
Com a Trupe dos Truões
Classificação Livre

A Casa de Farinha do Gonzagão | SP
Teatro-Baile Produções
Classificação: 10 anos

A Cripta de Poe | SP
Companhia Nova de Teatro

Museu dos Meninos – Arqueologias do Futuro | RJ
Espetáculo-performance de Mauricio Lima

Ombela | PE
O Poste Soluções Luminosas
Classificação: 18 anos

Salto | PE
Bote de Teatro / Janela Gestão de Projetos
Classificação: 16 anos

Suelen, Nara, Ian | CE
Grupo Pavilhão da Magnólia

 

Próximos lançamentos:

Norte

Dia 9 de setembro | Mar Acá | RR
Ass. Cult. Art. Locômbia Teatro de Andanças

Dia 10 de setembro | A Borracheira | RO
Associação Cultural O Imaginário

Dia 16 de setembro | Marília Gabriela não vai mais morrer sozinha | AM
H Produções e Artes Cênicas Ltda

Dia 17 de setembro | Gibi | TO
Lamira Artes Cênicas

Dia 23 de setembro | Vestido Queimado | AM
Soufflé De Bodó Company

Sul

Dia 24 de setembro | 2068 | RS
Máscara Encena

Dia 30 de setembro | Manual para náufragos | RS
Tainah Dadda

Dia 1º de outubro | Pa Pe Lê – uma aventura de papel | SC
Téspis Cia. de Teatro, Música e Artes

Dia 7 de outubro | Habite-me teatro de máscaras, bonecos e dança | RS
CIA 4

Dia 8 de outubro | Limita-ações: as coisas que guardamos | SC
Dionísos Teatro

Centro-Oeste

Dia 14 de outubro | Bodas de Sangue | DF
Merun Filmes/Estupenda Trupe

Dia 15 de outubro | À Espera de Godot | DF
Diego Pereira Borges

Dia 21 de outubro | Estranhas | DF
Dephot Fotografia e Projetos Culturais

Dia 22 de outubro | A Moscou! Um Palimpsesto | DF
Roberto Felipe de Oliveira

Dia 28 de outubro | As 12 caixas de Hércules | DF
Voar Arte para Infância e Juventude


Mais informações sobre os espetáculos das próximas semanas serão divulgadas em breve


Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual

Acesso gratuito em: bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual

Realização

Fundação Nacional de Artes – Funarte | Centro de Artes Cênicas | Coordenação de Teatro
Secretaria Especial da Cultura | Ministério do Turismo | Governo Federal

Mais informações para o público: teatro@funarte.gov.br

Mais informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação – Funarte
ascomfunarte@funarte.gov.br

Outras ações e editais da Funarte: www.funarte.gov.br