Início do conteúdo
Notícias Semana da Canção Contemporânea

Funarte Notícias

Publicado em 4 de abril de 2012

Semana da Canção Contemporânea

Festival de música independente oferece oficinas na Funarte MG

Semana da Canção Contemporânea

De 16 a 18 de abril, o Festival Palavra Som – uma mostra de música independente – estende sua programação à Funarte MG, com a realização de três oficinas gratuitas. Palavra Som é um evento com olhar direcionado à produção de compositores que atualmente movimentam a cena musical autoral de Belo Horizonte. Além das oficinas, a mostra reúne 16 artistas entre bandas, coletivos, compositores, letristas e arranjadores, em shows que acontecem na Praça Floriano Peixoto (BH).

Idealizado pelo coletivo Casazul, o Festival pretende fomentar o diálogo entre artistas já consolidados e a nova geração de cancioneiros. A ideia é mostrar para o grande público a vasta produção de música contemporânea que vem sendo criada na capital mineira na última década.

As oficinas, que acontecem na Funarte MG, serão ministradas por três grandes nomes dessa nova cena: Semiótica da Canção, por Kristoff Silva; Escrita de Letras a partir da Tanka Japonês, por Bernardo Maranhão; e Abstração e Criação, por Sérgio Pererê.

“Pensamos nessas experiências como uma possibilidade de darmos ao público um contato maior com o ato de criar e compor, levando os participantes a discussões pertinentes ao cenário musical atual, além de várias possibilidades artísticas em torno da canção”, explica Alexandre Andrés, um dos coordenadores do Festival.

O Festival acolhe apresentações de trabalhos recentes, como o show do músico Rafael Macedo em conjunto com o grupo Quebra Pedra, e outras relembrando antigos projetos como o show dos músicos Kristoff Silva, Makely ka e Pablo Castro com as canções do CD coletivo “Outra cidade”. O disco, lançado em 2003, é tido como o primeiro produto acabado apresentado por integrantes do Projeto Reciclo Geral – Mostra de Composições Inéditas, que completa dez anos em 2012. Diversos artistas prestarão ainda homenagem ao Mestre Jonas durante o Festival, devido à importância e contribuição para a música belorizontina do cantor e compositor falecido no final do ano passado.

Sobre as OFICINAS

Bernardo Maranhão – Escrita de Letras de Canção a Partir do Tanka Japonês.

Bernardo Maranhão, natural de Belo Horizonte, é letrista. Compõe canções em parceria com os músicos Alexandre Andrés, André Mehmari e Kristoff Silva. O objetivo da oficina será exercitar a escrita de letras ajustadas à melodia, tendo por base a métrica do tanka e a melodia do uta tradicionais do Japão. Quase sempre, a escrita da letra de canção exige capacidade de síntese e o ajuste do texto a formas predeterminadas (métrica, ritmo, melodia).

O tanka, com uma forma enxuta e estável, associado à melodia simples do uta, propicia uma boa prática desses aspectos inerentes ao trabalho do letrista.

Kristoff Silva – Semiótica da Canção

Palavra e som, letra e música. Como falar dos laços que unem essas componentes da canção, para além das intuições e preferências de estilo? A Semiótica da Canção se propõe a responder essa questão, inaugurando um modo original de compreender a relação entre o que há para ser dito e o modo de dizer. Sobre a base da entoação, ou seja, dos perfis melódicos fugazes que utilizamos na fala cotidiana, infinitas melodias são compostas, ora dirigidas à concentração em torno de um tema, ora à expansão e exploração da tessitura (e, por vezes, também da harmonia).

Nos dias de oficina será possível conhecer as principais ferramentas de análise que, se por um lado não desnudam tudo aquilo que a criação de uma canção envolve (nem se propõem a isso), por outro deixam claro aquilo que não é mistério.

Sérgio Pererê – Abstração e Criação

Sergio Pererê é cantor, compositor e percussionista desenvolve trabalhos com o Grupo Tambolelê, fez parte do elenco da obra de Paulo Cesar Pinheiro “O besouro” e atualmente desenvolve seu trabalho solo tendo lançado três álbuns ao longo da sua trajetória. A oficina se dará a partir de exercícios rítmicos corporais, exploração de recursos vocais inspirados em bases animais, técnicas de abstração e desenvolvimento de temas através da observação e tempestade de idéias.

SERVIÇO:

Oficinas na Funarte MG

Kristoff Silva – Semiótica da Canção – 16 e 17 de Abril – 14h às 17h
Bernardo Maranhão – Escrita de Letras a partir da Tanka Japonês – 18 de Abril 14:00 às 17h
Sérgio Pererê – Abstração e Criação – 17 e 18 de Abril – 19h30 às 22h

Shows Praça Floriano Peixoto

Quinta 19

19h Kristoff Silva, Makely Ka e Pablo Castro
20h Sergio Pererê

Sexta 20

19h Urucum na Cara – Lançamento do CD “à beira do dia”
21h Luiza Brina – Lançamento do CD convidado especial César Lacerda

Sábado 21

17h Gustavo Amaral
18h Graveola e o Lixo Polifônico
21h Alexandre Andrés e Leopoldina

Domingo 22

16h Palavra Silêncio – Quebra Pedra e Rafael Macedo
17h
Antônio Loureiro
19h Capim Seco
20h Juliana Perdigão

Contato:

palavrasom@gmail.com
(31) 9191 6344

www.palavrasom.com