Início do conteúdo
Notícias Funarte debate projetos artísticos e culturais com o Estado do Amazonas

Funarte Notícias

Publicado em 4 de março de 2021

Funarte debate projetos artísticos e culturais com o Estado do Amazonas

Funarte debate projetos artísticos e culturais com o Estado do Amazonas Da esq. p. a dir..: o diretor-executivo da Funarte, Jefferson da Fonseca; o presidente da Fundação, Lamartine Barbosa Holanda; o secretário de estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, e a diretora-executiva do Festival Amazonas de Ópera (FAO),Flávia Furtado. Foto: Divulgação – Funarte

O presidente da Fundação Nacional de Artes – Funarte, Lamartine Barbosa Holanda, recebeu, na manhã desta quinta-feira (4), o secretário de estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz. O encontro, que aconteceu na sede da Funarte, no Rio de Janeiro, teve o objetivo de apresentar os projetos culturais do estado do Norte do país e debater possibilidades de parceria para valorizar os artistas regionais. “Precisamos divulgar mais a Amazônia para os brasileiros e conservá-la”, salientou o presidente Lamartine.

Na ocasião, o secretário falou sobre o Teatro Amazonas – importante espaço histórico localizado no Largo de São Sebastião, no Centro da capital, Manaus. Em dezembro de 2021, o monumento vai completar 125 anos. No local, acontece, anualmente, o Festival Amazonas de Ópera (FAO), que movimenta o setor cultural do estado. “Nossa orquestra é formada por brasileiros e estrangeiros. Temos coral, corpo de dança, ballet folclórico e outros”, explicou Marcos Apolo. Ele disse também que vem se esforçando para tornar a ópera mais acessível. “Praticamos preços populares e, todo mês, antes da pandemia, fazíamos um festival diferente, inclusive no interior do estado”, falou.

Presente na reunião, a diretora-executiva do FAO, Flávia Furtado, contou que em 2022, a cidade de Manaus vai sediar a Assembleia Geral da Ópera Latinoamérica (OLA) e representantes da instituição estarão no Festival.

Da esq. p. a dir.: o presidente da Funarte, Lamartine Barbosa Holanda e o secretário de estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz. Foto: divulgação Funarte

Durante a visita, foi mostrado, ainda, o Programa Valoriza Patrimônio – iniciativa do governo do Amazonas para revitalizar imóveis de valor arquitetônico, como o Palacete Cinco de Setembro, a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa e o Teatro Escola do Parque Jefferson Péres.

No encontro, o presidente da Funarte se colocou à disposição para tentar viabilizar parcerias com empresas estatais e privadas, que impulsionem o setor artístico. “A economia criativa é o futuro das artes no Brasil. Precisamos capacitar os pequenos produtores culturais”, ressaltou. O Amazonas possui ao todo cerca de 4,5 milhões de habitantes, sendo dois milhões apenas na capital. Participaram da reunião o diretor-executivo da Funarte, Jefferson da Fonseca, e o diretor do Centro de Música da Funarte, Bernardo Guerra.

Da esq.p.a dir. :Jefferson da Fonseca, Marcos Apolo Muniz, Lamartine B. Holanda e Flávia Furtado. De costas, o diretor do Centro da Música da Funarte, Bernardo Guerra. Foto: Thomaz Moura CEAV – Funarte – Divulgação

Texto: Marina Rocha
Edição: Marcelo Mavignier

Funarte