Início do conteúdo
Notícias Pocket show com Ceumar e Lui Coimbra estreia nesta sexta, dia 14, às 18h, no Bossa Criativa

Funarte Notícias

Publicado em 13 de agosto de 2020

Pocket show com Ceumar e Lui Coimbra estreia nesta sexta, dia 14, às 18h, no Bossa Criativa

Produzida especialmente para o projeto, a apresentação ficará disponível no site, que reúne, além de shows, oficinas de diversas linguagens artísticas e formas de economia criativa

Pocket show com Ceumar e Lui Coimbra estreia nesta sexta, dia 14, às 18h, no Bossa Criativa Lui Coimbra (com violoncelo) e Ceumar (com violão) fazem show especial para o Bossa Criativa. Foto: divulgação

Nesta sexta-feira, dia 14, às 18h, estreia no site www.bossacriativa.art.br pocket show com a cantora, compositora e instrumentista Ceumar e o  cantor, violoncelista, violonista e arranjador Lui Coimbra. Reunidos virtualmente, eles cantam e tocam juntos, e também separados, composições autorais. O Projeto Bossa Criativa – Arte de Toda Gente é fruto da parceria entre a Fundação Nacional de Artes – Funarte e a UFRJ e integra o Programa Funarte de Toda Gente.

Nesse dueto, os músicos estarão separados fisicamente – ela em Itanhandu, Minas Gerais, e ele no Rio de Janeiro –, mas em sintonia perfeita. Ceumar e Lui foram parceiros no coletivo Viola Perfumosa, com o qual lançaram, juntos com o violeiro Paulo Freire, um CD dedicado à obra da cantora Inesita Barroso, destacando as melodias e a poesia da música caipira. O lirismo e o clima bem brasileiro, aliás, dá o tom do pocket show, que ambos produziram especialmente para o projeto.

“Fiquei imensamente feliz e honrado ao receber o convite para participar do Bossa Criativa – Arte de toda gente”, diz Lui Coimbra. “Nesse momento, é realmente importante reforçarmos nossos laços com nossa cultura mais genuína, nossa fonte, de onde vamos tirar todas as forças para superar os imensos desafios que todos nós, especialmente nosso setor da cultura, teremos que ultrapassar”, afirma.

Em 25 anos de carreira, Ceumar gravou oito discos, a começar pelo álbum Dindinha, de 1999, com produção de Zeca Baleiro, e tendo Espiral (2019) como seu trabalho mais recente. Ela aprendeu as primeiras notas no violão com seu pai, e se inspirou na bela voz de sua mãe para cantar também. Depois, estudou violão clássico e de canto em Belo Horizonte e São Paulo e morou seis anos na Holanda, fazendo vários shows e performances, ali e também na Alemanha, Bélgica e Hungria. Entre seus parceiros mais constantes, estão Alice Ruiz, Dante Ozzetti, Tata Fernandes e Flávio Tris, entre outros.

Já Lui Coimbra tem na carreira participações em discos de nomes ilustres da MPB, como Ney Matogrosso, Paulinho Moska, Alceu Valença, Gilberto Gil e Caetano Veloso. Integrou os grupos Aquarela Carioca e Religare e a Orquestra Popular de Câmara. Em 1997, iniciando sua carreira solo como cantor e compositor, ele combinou a erudição do violoncelo com a pluralidade dos sons e matizes brasileiros, pesquisando baticuns, canções, cirandas e poemas e colocando, na mesma roda, Capiba e Quintana – cujo poema Ciranda do meio do mundo ele musicou e apresenta no pocket show.

Projeto Bossa Criativa
Parceria entre a Fundação Nacional de Artes – Funarte e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com curadoria de sua Escola de Música, o Bossa Criativa reúne apresentações e oficinas de diversas linguagens artísticas e formas de economia criativa. O foco é a democratização da cultura, bem como a diversidade e a difusão de todas as artes, de modo inclusivo. As atividades são compostas de pocket shows, performances e vídeos de capacitação, exibidos no site www.bossacriativa.art.br, com participação de artistas de todo o Brasil. A agenda inclui o lançamento de um edital para novas propostas artísticas e culturais; e também um chamamento público para apresentação de trabalhos de mestrado na área das artes. A iniciativa faz parte do Programa Funarte de Toda Gente. Mais informações no site do projeto.

Serviço:

Pocket show de Ceumar e Lui Coimbra no Projeto Bossa Criativa – Arte de Toda GenteQuando: disponível a partir de 14 de agosto de 2020, às 18h
Realização: Fundação Nacional de Artes – Funarte e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Curadoria: Escola de Música da UFRJ
Atividades, ações e mais informações disponíveis no site www.bossacriativa.art.br