Início do conteúdo
Notícias Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo

Funarte Notícias

Publicado em 27 de março de 2020

Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo

Dia Mundial do Teatro e Dia Nacional do Circo

A Fundação Nacional de Artes – Funarte, neste 27 de março, no qual se comemoram o dia Mundial do Teatro e Nacional do Circo, parabeniza todos os artistas e profissionais da área que levam ao palco e ao picadeiro a magia dessas artes cênicas.

Criado em 1961, o Dia Mundial do Teatro marcou a inauguração do Teatro das Nações, em Paris. Desde a Antiguidade, essa arte tem sido utilizada como expressão da cultural dos mais diferentes povos, utilizando-se dos mais diversos gêneros, como a farsa, a comédia, a tragédia, a tragicomédia, e por meio de várias modalidades, com recursos variados, como o teatro de formas animadas (bonecos, objetos e outros itens), o musical e de revista, entre outras.

O Dia Nacional do Circo é uma homenagem ao “Rei dos Palhaços” do Brasil, Piolin (1897 – 1973), nascido nessa data, em Ribeirão Preto (SP). Filho de circenses, de nome Abelardo Silva, cresceu no picadeiro. Começou a carreira fazendo contorcionismo e acrobacia. Ganhou o apelido de artistas de circo espanhóis, por ser muito magro, ter pernas compridas e lembrar um barbante (“piolin”, na língua espanhola). Após longa trajetória em espetáculos, dentro e fora do picadeiro, a fama do palhaço cresceu muito ao receber homenagens, como o título de Artista Popular, dado pelos criadores da Semana de Arte Moderna, em 1922.

Ação da Funarte

A Funarte, por meio de seu Centro de Artes Cênicas (Ceacen), ao qual estão ligadas as coordenações de Teatro e a de Circo, tem como uma de suas missões fomentar e incentivar a cadeia produtiva desses setores.

A Coordenação de Teatro desenvolve políticas de fomento à produção e circulação artística; além de ampla agenda de atividades culturais, realizadas nos espaços culturais da Funarte em Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Na área circense, o Ceacen atua em duas frentes: por meio da Coordenação de Circo, responsável pela elaboração das políticas de incentivo à produção, difusão e documentação para esse campo, e da Escola Nacional de Circo Luiz Olimecha, instituição de ensino que oferece cursos regulares de formação e reciclagem de artistas. Situada no Rio de Janeiro (RJ), ela é referência na América Latina e é reconhecida pelo MEC e pelas principais instituições circenses estrangeiras.