Início do conteúdo
Notícias Funarte parabeniza a artista Yara Tupynambá

Funarte Notícias

Publicado em 2 de abril de 2021

Funarte parabeniza a artista Yara Tupynambá

Com mostra que comemora 70 anos de carreira, com acesso on-line, a mineira completa 89 anos hoje, 2 de abril

Funarte parabeniza a artista Yara Tupynambá Yara Tupynambá. Foto: Itaú Cultural. Fonte: galeriafirenze.com.br

Yara Tupynambá – A menina com balões. Reprodução de guiadasartes.com.br

A Fundação Nacional de Artes – Funarte parabeniza a artista plástica mineira Yara Tupynambá, por seu aniversário de 89 anos, no dia 2 de abril, sexta-feira. Ela comemora 70 anos de carreira com uma exposição no Centro Cultural Banco do Brasil de Belo Horizonte (CCBB-BH), com versão on-line – acessível abaixo –, em cartaz até o dia 20 de maio.

Com 70 obras de diversas fases da carreira da homenageada, a mostra conta com quadros e gravuras e alguns de seus mais importantes painéis, além de uma série inédita sobre os parques municipais de Belo Horizonte. A curadoria, de José Theobaldo Júnior, é especialmente relacionada à temática do meio ambiente e às manifestações de cultura tradicionais de Minas Gerais.

“Abordei a natureza sob os mais diversos aspectos, desde florestas selvagens, intocadas, até natureza cultivada”, declarou Yara Tupynambá, para a Revista Encontro. As obras retratam as matas mineiras – como do Vale do Rio Doce – cenas dos parques de BH e os jardins do Inhotim. Há também uma série sobre jardim da residência da própria artista, cultivado por ela com dedicação e capricho. “Em casa, todo mundo pode ter contato com seus pequenos vasos, sabendo que flor não dá o ano inteiro. Eu gosto muito da íris, por exemplo, a planta do Van Gogh, mas ela só dá em novembro e dezembro, e tenho de cuidar dela sem floração o resto do ano, o que exige paciência”, disse Yara à revista.

O veículo destaca: “No caso das festas populares e outros símbolos de Minas que tanto retratou, ela cria a partir de elementos que vivenciou, dos quais participou e que valoriza”. Natural de Montes Claros, Norte de MG, Tupynambá morou em diversas cidades do interior do estado. Ela considera que assim pôde vivenciar a cultura mineira em suas mais diversificadas manifestações – “… do congado à siderurgia, passando pela história, pelas festas, pelo artesanato”, resume a Encontro. “No Vale do Rio Doce, fui com guia, fiquei em acampamento, comi e dormi lá”, afirma. Para ir à Serra do Cipó, teve de pedir autorização para o Ibama, pois a circulação na área não está sendo permitida, uma vez que visitantes estavam danificando árvores gigantes locais, com mais de 500 anos de existência.

Das aulas de desenho às mostras no exterior, 89 anos de pioneirismo

Famosa por seus mais de 104 painéis e murais (sete dos quais tombados pelo Patrimônio Histórico Cultural da Capital Mineira, participou de bienais e salões de artes, além de exposições coletivas no exterior. Teve como professores brasileiros ilustres, como Alberto Guignard Oswaldo Goeldi. Mas comenta que “herdou” o talento para as artes plásticas de sua avó paterna, que estudou pintura e desenho. Gostava de desenhar deste criança e tinha lições de desenho na escola.

Porém, segundo a revista, ninguém da família esperava que ela fosse escolher a profissão de artista. “Não era uma carreira para mulheres, que eram normalmente professoras. Uma ou outra muito estranha ia ser médica ou advogada”. Acrescentou que sua geração não considerava as artes como um ofício de fato. Portanto, Yara trabalhou em outras profissões – como, por exemplo, datilógrafa da Caixa Econômica Estadual. Entretanto, ressalva que nunca “abandonou o chamado da cultura”.

Uma exposição para todos

A artista destacou que a mostra no CCBB-BH “é um momento muito especial” em sua vida. “Para entrar no CCBB precisa ser nota 9,5 ou um 10. Isso é uma coisa que me gabarita, uma declaração de que eu valho a pena” pontuou, afirmando, segundo a fonte, que “uma mostra em galeria atrai um público já mais acostumado com a arte e que, no CCBB, ela terá um público que não teria em outros espaços”.

Exposição

Yara Tupynambá – 70 anos de carreira
Até 20 de maio de 2021

Centro Cultural Banco do Brasil – Belo Horizonte (CCBB – BH)
Minas Gerais

Acesso a visita virtual e vídeo aqui

Futuras visitas presenciais mediante agendamento – a depender das medidas de contenção da covid 19

Local: Praça da Liberdade, Lourdes, Belo Horizonte (MG)
Horário: De quarta a segunda-feira, das 10h às 22h

Mais informações: Instagram: @ccbbbh. Tel.: (31) 3431 9400

Texto com informações da Funarte MG, do site www.yaratupinamba.org.br e da Revista Encontro (Marina Dias)