Início do conteúdo
Notícias Agenda da Funarte/UFRJ tem participação do coreógrafo Renato Vieira, live e vídeo-oficinas

Funarte Notícias

Publicado em 1 de setembro de 2020

Agenda da Funarte/UFRJ tem participação do coreógrafo Renato Vieira, live e vídeo-oficinas

Os projetos Bossa Criativa, Sinos e Uno trazem atividades variadas que incluem debate com educadores e artistas sobre linguagem e inclusão e vídeo-oficinas de ensino de regência e instrumentos de corda

Agenda da Funarte/UFRJ tem participação do coreógrafo Renato Vieira, live e vídeo-oficinas

A Fundação Nacional de Artes – Funarte, em parceria com a UFRJ, divulga as ações desta semana dos projetos Bossa Criativa, Sinos e Uno. Apresentação do coreógrafo Renato Vieira; live “Cultura Surda” com professores e convidados e vídeo-oficinas de bandolim, ensino coletivo de cordas e estudo de partitura. Todos os eventos são online e gratuitos, e fazem parte do programa Funarte de Toda Gente.

Interessados podem acessar o conteúdo do projeto Bossa Criativa no site bossacriativa.art.br, das ações do Uno no umnovooolhar.art.br e das atividades do Sinos no site sinos.art.br. Todo o material está disponível para download e estudo nos sites próprios e também no Portal Funarte desde o lançamento das ações.

Confira a programação desta semana dos projetos Funarte/UFRJ:

Bossa Criativa

No dia 1 de setembro, terça-feira, às 10h, o bandolinista carioca Paulo Sá lança, no site do projeto: vídeo-oficina Promus – Bandolim. O professor vai abordar um conteúdo histórico básico e conciso sobre o bandolim, contribuindo para uma compreensão mais abrangente e instigante acerca do instrumento desde o século XVII à atualidade. O objetivo é estimular a curiosidade em torno da técnica e da prática do instrumento no passado, incentivar estudos futuros e pesquisas sobre a história e o desenvolvimento do bandolim no Brasil.

Já no dia 4 de setembro, sexta-feira, às 18h, o bailarino Renato Vieira apresenta a atividade “O outro lado do coreógrafo”. O artista pesquisou/criou uma linguagem de movimentos que pudesse trazer à cena, que conceituou como “a dramaticidade da condição humana”. Ao aliar o repertório de passos e de movimentos da cultura clássica da dança com a contemporânea, o bailarino promove um diálogo entre o erudito e popular. Um dos objetivos desse trabalho é atrair públicos diferentes e democratizar a dança como forma de manifestação artística. O vídeo contém depoimentos, reflexões e histórias sobre o processo de trabalho do coreógrafo e o resultado dessas atividades nos corpos e na vida dos bailarinos, além das mudanças no procedimento de trabalho por conta da pandemia.

Sistema Nacional de Orquestras Sociais – Sinos

A violinista pernambucana Susan Hagar apresenta a vídeo-oficina “Como organizar a turma com diferentes níveis técnicos”, mais um módulo do curso Pedagogia de Cordas, dia 1 de setembro, terça-feira, às 10h. O ensino coletivo prepara os professores para o dia a dia das salas de aula. Como se preparar para a troca de experiências educativas, o planejamento das aulas, as técnicas de aprendizado e estratégias para motivação e desenvolvimento dos professores e dos alunos estão inclusos na série. 

Na sexta-feira, dia 4 de setembro, às 10h, mais um módulo do curso Academia da Regência será disponibilizado no site. O maestro carioca Thiago Santos apresenta a vídeo-oficina “Mãos à obra (literalmente): como eu estudaria uma partitura nova pela primeira vez”. 

Um Novo Olhar – UNO

No dia 2 de setembro, quarta-feira, às 18h, o projeto Uno apresenta a live “Cultura Surda: literatura, identidades e mídia”. Com organização de Danielle Ramos e apresentação de Bruno Abrahão, professores da Faculdade de Letras da UFRJ, a live contará com a presença dos educadores e artistas Claudio Mourão (UFRGS) e Weslei Rocha (INES), além da pesquisadora e jornalista da TV INES, Roberta Savedra. O encontro vai abordar temas pertinentes às experiências e vivências dos sujeitos surdos na área da cultura, em meio a questões como produção e circulação de bens culturais, língua e acessibilidade. O diferencial da conversa é que todos os participantes são surdos e o público pode ter uma ideia de como eles acompanham uma apresentação utilizando a Língua Brasileira de Sinais – Libras.

Também no dia 2, a produtora cultural Renata Silencio, especialista em Acessibilidade Cultural pela UFRJ/MinC, vai apresentar o vodcast “Acessibilidade e Produção Cultural – Reflexões”. O vídeo traz um breve relato sobre a experiência da profissional com o tema acessibilidade cultural e a importância de se pensar e executar projetos acessíveis para a área. A ministrante expõe seu aprendizado no trato com produções, equipamentos culturais, artistas e o público em geral através do olhar ampliado e imparcial do produtor cultural. 

Os projetos Bossa Criativa, Sinos e UNO fazem parte do programa Funarte de Toda Gente. Para participar e aproveitar todas as atividades do programa, basta se inscrever e acessar o canal Arte de Toda Gente https://www.youtube.com/c/ArteDeTodaGente

No portal da Funarte (funarte.gov.br), o público pode conferir todos os projetos e editais da instituição.