Sobre a instituição

Funarte Institucional

Dados Abertos

Missão

Criada em 1975, a Fundação Nacional de Artes – Funarte é o órgão do Governo Federal brasileiro cuja missão é promover e incentivar a produção, a prática, o desenvolvimento e a difusão das artes no país. É responsável pelas políticas públicas federais de estímulo à atividade produtiva artística brasileiras; e atua para que a população possa cada vez mais usufruir das artes.

Atualmente a Funarte, vinculada ao Ministério do Turismo, alcança as áreas de circo, dança e teatro; de música, de concerto, popular e de bandas; e de artes visuais; e também a preservação da memória das artes e a pesquisa na esfera artística. É a única instituição no Estado brasileiro com as atribuições e especialidades necessárias para tratar desses campos de atividade.

O trabalho de mais de 40 anos da Fundação inspirou a criação de dezenas de entidades municipais e estaduais assemelhadas, em todo o território nacional.

Atuação

Para alcançar seus objetivos, a Fundação Nacional de Artes tem atuado continuamente no fomento à produção nessa área; na formação de público; e na capacitação de artistas, técnicos e produtores. Realiza apoio a projetos, em todos os estados brasileiros e no exterior; implementa programas de circulação de eventos, oficinas e consultorias técnicas; mantém espaços culturais (hoje no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal); e edita publicações – algumas delas em versão digital, disponíveis neste portal.

Breve Histórico

Em seu início, em 1975, a Funarte englobava apenas música – popular e erudita – e artes plásticas e visuais. Convivia com a Fundação Nacional de Artes Cênicas (Fundacen), o Instituto Nacional de Folclore (INF) e a Fundação do Cinema Brasileiro (FCB), todas ligadas ao Ministério da Educação e Cultura, posteriormente ao Ministério da Cultura. A Funarte foi instituída pela Lei Nº 6.312 de 1975, que estabelece sua missão.

Em março de 1990, o Governo Federal extinguiu todas as instituições culturais. Em dezembro daquele ano, foi criado o Instituto Brasileiro de Arte e Cultura (IBAC) – ligado diretamente à Secretaria de Cultura da Presidência da República (que depois voltou a ser novamente Ministério). O Instituto englobava a Funarte, a Fundacen, e a FCB. Em 1994, a sigla Funarte substituiu a sigla IBAC, a partir da Medida Provisória nº 752/1994, Art. 6º – confirmada pela Lei nº 9.649/1998 – art. 64.

Em 2019, após a extinção do Ministério da Cultura, a Funarte foi vinculada ao Ministério da Cidadania e posteriormente ao Ministério do Turismo.

Identidade Visual

Normas de aplicação de marcas em mídia impressa

O bloco de marcas Funarte / Ministério do Turismo / Governo Federal deve ser aplicado obrigatoriamente, à extrema direita de todas as outras (quando na horizontal) ou abaixo de todas as outras (quando na vertical);

A dimensão do bloco de marcas Funarte / Ministério do Turismo / Governo Federal  não pode ser inferior a das outras possíveis marcas, devendo ser, obrigatoriamente, do mesmo tamanho ou maior;

Para maiores informações acesse:

.…..Manual de orientações sobre uso da nova marca do Governo Federal

 

 

 

01. Marca Institucional Funarte

1.1 Aplicação Horizontal

1.2 Aplicação Vertical

Para detalhes sobre a aplicação e uso da marca do Governo Federal, consulte as “Orientações para o uso da marca do Governo Federal” disponíveis no sítio da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom-PR).

02. Convênios

2.1 Convênios – Regra Geral

Todo tipo de convênio, em que haja repasse de verba, deverá vir com a chancela Apoio ou Realização, dependendo do aporte financeiro, com a marca da Funarte, a assinatura do Ministério da Cultura e a marca do Governo Federal (ver itens 1.1 e 1.2).

03. Prêmios e Editais

3.2 Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo 2015

3.4 Edital Mostra Funarte de Festivais 2016

3.5 Edital Circuito Funarte Cena Pública 2016

3.6 Edital Arte Monumento Brasil 2016

3.7 Programa Funarte Verão 2017

3.X Prêmios e Editais – A partir de 12/05/2016

Deverão trazer a marca da Funarte, a rubrica do Ministério da Cidadania e a marca do Governo Federal (com o slogan “Pátria Amada”), sob a chancela Realização, além da frase referente ao prêmio específico (em Verdana Bold ou Arial Bold com a mesma bitola das marcas, conforme modelo abaixo).

3.1 Prêmios e Editais

Deverão trazer a marca da Funarte, a assinatura do Ministério da Cidadania e a marca do Governo Federal, sob a chancela Realização, além do texto referente ao prêmio específico (em Arial Bold ou Verdana Bold, com a mesma largura do conjunto das marcas, conforme modelo abaixo).

___________________________________________________

2009
Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2009 (Suplentes)
Prêmio Funarte Carequinha de Estímulo ao Circo 2009 (Suplentes)

2010
Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2010
Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2010

2011
Edital de Ocupação do Teatro Cacilda Becker 2011
Edital de Ocupação do Teatro Dulcina 2011
Edital de Ocupação do Teatro Duse 2011
Edital de Ocupação do Teatro Glauce Rocha 2011
Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2011

2012
Edital de Ocupação do Galpão 01 da Funarte MG 2012
Edital de Ocupação da Sala Funarte Sidney Miller 2012
Edital de Ocupação da Sala Funarte Cassia Eller 2012
Edital de Ocupação da Sala Funarte Guiomar Novaes 2012
Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua 2012
Prêmio Funarte Nelson Brasil Rodrigues: 100 anos do Anjo Pornográfico 2012
Prêmio Funarte Centenário de Luiz Gonzaga 2012
Prêmio Funarte de Música Brasileira 2012
Prêmio Funarte de Produção Crítica em Música 2012
Prêmio Funarte de Apoio a Bandas de Música 2012
Prêmio Funarte de Composição Clássica 2012
Prêmio Funarte de Apoio à Gravação de Música Popular 2012
Prêmio Funarte Circuito de Música Popular 2012
Prêmio Funarte de Concertos Didáticos 2012
Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2012

2013
Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2013

2014
Prêmio Cultura Hip Hop 2014
Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2014

2016
Laboratório da Cena 2016
A frase que entra abaixo do conjunto de marcas:
“Este projeto foi contemplado pelo Regulamento Laboratório da Cena 2016”

2017
Laboratório da Cena – Funarte MG 2017
A frase que entra abaixo do conjunto de marcas:
“Este projeto foi contemplado pelo Chamamento Público Laboratório da Cena – Funarte MG 2017”

3.3 Cena Aberta Funarte 2016

3.9 Prêmio Funarte Myriam Muniz 2008 (Aplicação específica)

3.8 Bolsa Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura (Aplicação específica)

Deverão trazer a marca da Funarte, da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural e do Ministério da Cultura, e a frase referente à atividade (Esta atividade integra a Bolsa Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura), em Verdana Bold ou Arial Bold com a mesma bitola das marcas, conforme modelo abaixo:

3.10 Prêmios Procultura (Aplicação específica)

Deverão trazer apenas as marcas da Funarte, da Lei de Incentivo e do Ministério da Cultura, e a frase referente ao prêmio específico (Este projeto foi contemplado com o Prêmio Procultura), em Verdana Bold ou Arial Bold com a mesma bitola das marcas, conforme modelo abaixo:

Prêmio Procultura Categoria B – Programação de Espaços Cênicos
Prêmio Procultura de Apoio a Festivais e Mostras de Música
Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro
Prêmio Procultura Palcos Musicais Permanentes
Prêmio Procultura de Estímulo às Artes Visuais

Para detalhes sobre a aplicação e o uso do Fundo Nacional de Cultural, consulte o manual
disponível no sítio do Ministério da Cultura

3.11 Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012

3.12 Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2013

3.13 Prêmios Funarte Petrobras

Prêmio Funarte Petrobras Carequinha de Estímulo ao Circo 2012
Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klauss Vianna 2012

3.14 Edital Prêmio Funarte Mulheres nas Artes Visuais

04. Bolsas

4.1 Bolsas – Regra Geral

Deverão trazer a marca da Funarte, a assinatura do Ministério da Cidadania e a marca do Governo Federal, além do texto referente ao prêmio específico (Esta obra foi selecionada pela Bolsa), em Arial Bold ou Verdana Bold, com a mesma largura do conjunto das marcas, conforme modelo abaixo:

Bolsa Funarte de Aperfeiçoamento Artístico e Técnico em Música 2012
Bolsa Funarte de Residências em Artes Cênicas 2010
Bolsa Funarte de Criação Literária
Bolsa Funarte de Circulação Literária
Bolsa Funarte de Produção Crítica em Culturas Populares e Tradicionais
Bolsa Funarte de Reflexão Crítica e Produção Cultural para Internet

05. Prêmios e Bolsas de Arte Circense

5.1 Bolsas e Prêmios de Arte Circense – Regra Geral

Prêmio Funarte para Aquisição de Lona Circense e Acessórios
Bolsa Funarte de Incentivo à Criação ou ao Aperfeiçoamento de Números Circenses
Bolsa Funarte de Incentivo à Pesquisa da Arte Circense

07. Conexão Artes Visuais MinC / Funarte / Petrobras

7.1 Conexão Artes Visuais (Aplicação específica)

As marcas abaixo devem ser aplicadas no rodapé da peça gráfica, sempre alinhadas à direita, conforme as ilustrações abaixo. Para maiores informações sobre a aplicação da marca, consulte o “Manual de Aplicações do Programa”, disponível para download.

Aplicação Horizontal

O proponente contemplado compromete-se a inserir em todo material gráfico de divulgação, em qualquer mídia, além das logomarcas obrigatórias disponíveis neste manual, a seguinte frase: “Ministério da Cultura e Petrobras apresentam”.

Em caso de dúvida quanto a aplicações das outras marcas, consulte:

Ministério da Cultura: www.cultura.gov.br
Petrobras: www.petrobras.com.br Manual de Aplicação de marca

08. Mais Cultura - Microprojetos

8.1 Microprojetos Rio São Francisco

09. Outros tipos de mídia que não a impressa

9.1 Outros tipos de mídia que não a impressa – Regra geral

Outros tipos de mídia que não a impressa (spots de rádio e abertura de espetáculos, anúncios em TV)

Nesse caso, bloco de marcas deverá ser substituído pela versão falada, exemplo: “Apoio: Funarte / Ministério da Cidadania / Governo Federal”

No caso de projetos contemplados por prêmios e editais de ocupação, o vencedor deve seguir a mesma regra.

Outros tipos de mídia que não a impressa (spots de rádio e abertura de espetáculos, anúncios em TV)

Nesse caso, bloco de marcas deverá ser substituído pela versão falada, exemplo: “apoio: Governo Federal / Ministério da Cultura / Funarte”

No caso de projetos contemplados por prêmios e editais de ocupação, o vencedor deve seguir a mesma regra.[F1]


[F1]Neste caso, deveria ficar claro, NO EDITAL, que o proponente fica desobrigado a incluir a frase “este projeto foi contemplado…” pois isso inviabiliza a mídia radiofônica e televisiva, mas se obriga a incluir “ A Funarte apresenta…”. Por isso, é importante que o edital seja submetido às considerações tanto da Programação Visual, quanto da Ascom.