Teatro Glauce Rocha estreia hoje (16/02) o espetáculo ‘O Buraco’ | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialTeatroTodas as notíciasTeatro Glauce Rocha estreia hoje (16/02) o espetáculo ‘O Buraco’

Teatro Glauce Rocha estreia hoje (16/02) o espetáculo ‘O Buraco’

Em curta temporada, a peça que reflete conflitos comuns a qualquer indivíduo, fica em cartaz até 4 de março

Publicado em 16 de fevereiro de 2018 Imprimir Aumentar fonte
O Buraco
O Buraco

Em comemoração pelos seus 15 anos de existência completados em 2017, a Cia da Capital estreia, nesta sexta, 16 de fevereiro, às 19h, no Teatro Glauce Rocha, Centro do Rio de Janeiro (RJ), o espetáculo O Buraco.  As apresentações serão de sexta a domingo, sempre às 19h. O espetáculo, que traz ao palco o teatro do absurdo, fica em cartaz até março, com ingressos a preços populares.

A escavação de um buraco é o pano de fundo para a história da peça, que aborda o dia de um casal  vivendo vários conflitos. As opções são muitas: a simples omissão, o conformismo, o isolamento, a entrega, a luta ou a fuga. O texto passeia por gêneros não naturalistas, flertando com o niilismo, com o simbolismo e se assumindo como absurdo. Entre momentos cômicos, poéticos e reflexivos, o texto transcorre em um ritmo cheio de nuances e recheado de sugestões para a plateia, usando da subjetividade para democratizar o espetáculo.

O conflito é gerado a partir das reflexões sobre o porquê e para quê se cavar um buraco.  O autor e diretor Reynaldo Barreto Lisboa faz esta abordagem de forma subjetiva, dando a oportunidade à plateia de pensar como personagens, refletindo sobre seus valores, suas convicções e inseguranças.

A Companhia Teatral da Antiga Capital Federal – hoje, Cia da Capital -, foi fundada em 2002, na cidade de Duque de Caxias (RJ), por Reynaldo Barreto Lisboa, Marcia Aicram e José Montteiro, atores recém saídos do Grupo Teatral TSC, de Duque de Caxias. O espetáculo de estreia foi a peça de absurdo O Buraco. Em 2006 a Companhia transfere-se para Rio das Ostras (RJ), onde dá continuidade ao trabalho de investigação cênica e formação de plateia, com seu teatro autoral, característica marcante da, agora, Cia da Capital.

Ficha técnica:
Gênero: Teatro de Absurdo
Elenco: Marcia Aicram e Marcelo Evangelista
Operador de Som: João Bento Oliveira Lisboa
Operador de Luz: Rennan Magalhães
Iluminação: Reynaldo Barreto Lisboa
Maquiagem: Marcia Aicram
Figurinos: a Cia
Cenário: Reynaldo Barreto Lisboa
Cenotécnico: Fernando de Figueiredo Jr
Cenário confeccionado na Fundição Escola de Artes e Ofício da Fundação Rio das Ostras de Cultura
Texto e Direção: Reynaldo Barreto Lisboa
Produção: Cia da Capital

Serviço:

O Buraco

Espetáculo adulto.
Sexta a domingo, às 19h
Até 4 de março.

Classificação Etária: 10 anos
Duração: 60 min

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia)

Local: Teatro Glauce Rocha
Av. Rio Branco, 179 – Centro, Rio de Janeiro (RJ)
(21) 2220-0259