‘Namíbia, não!’ inaugura mostra de dramaturgia afrodescendente no Arena (SP) | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialTeatroTodas as notícias‘Namíbia, não!’ inaugura mostra de dramaturgia afrodescendente no Arena (SP)

‘Namíbia, não!’ inaugura mostra de dramaturgia afrodescendente no Arena (SP)

Texto de Aldri Anunciação, dirigido por Lázaro Ramos, aborda o racismo a partir da relação identitária Brasil-África

Publicado em 28 de novembro de 2012 Imprimir Aumentar fonte
“Namíbia, não!” – Foto: Crisna Pires/Comunika Press
'Namíbia, não!', com direção de Lázaro Ramos, vai até 17 de fevereiro no Arena. Foto: Crisna Pires/Comunika Press

Quinta-feira, 29 de novembro de 2012, a estreia de Namibia, não! dará início à ocupação Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada, no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, em São Paulo. O projeto foi selecionado por edital público da Funarte no segundo semestre de 2012 e abre, em três frentes, uma reflexão sobre a escrita teatral de autores negros brasileiros na atualidade.

Até 7 de abril de 2013, companhias da Bahia e de São Paulo apresentarão onze espetáculos, com temas adultos e infantojuvenis, criados por dramaturgos de ascendência predominantemente africana. Além das montagens, a mostra promove mesas de debate conduzidas por artistas e professores universitários, com foco na estética e produção da escrita teatral afrodescendente no Brasil. E mais: numa terceira frente de investigação, o projeto trará ao Arena leituras dramáticas de nove textos inéditos de autores negros contemporâneos.

A programação de Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada dá continuidade ao processo deflagrado pelo Teatro Experimental do Negro (TEN), primeira companhia negra brasileira criada em 1944 pelo ator e dramaturgo Abdias do Nascimento, e pelo Teatro Profissional do Negro (Tepron), formado nos anos setenta por Ubirajara Fidalgo. Os dois movimentos abriram caminho e procuraram dar visibilidade à produção e ao pensamento de dramaturgos afrodescendentes que, segundo o coordenador do projeto, Aldri Anunciação, “ao longo desses anos assumiram a escrita e retiraram palavras de suas veias, possibillitando um diálogo de suas almas com todos os cidadãos brasileiros”.

Das veias de Aldri Anunciação saiu o texto de Namíbia, não!, peça contemplada com o Prêmio Braskem de Melhor Texto de Teatro em 2011, que tem direção do ator e dramaturgo Lázaro Ramos. O espetáculo, em cartaz no Arena de 29 de novembro a 17 de fevereiro, aborda a questão do racismo a partir da relação identitária Brasil-África. A história aborda a publicação de uma medida provisória, em um momento futuro da história do Brasil, que determina, como reparação de danos causados pela União, o retorno de todos os de ‘melanina acentuada’ à Africa-mãe. A situação obriga dois personagens, André e Antônio, a passarem o dia trancados no apartamento, onde discutem questões sociais e econômicas, seus anseios pessoais e o iminente ‘retorno’ à Africa.

Na programação da mostra Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada, estão presentes os espetáculos As Paparutas, infantojuvenil escrito por Lázaro Ramos em 1999, O Subterrâneo Jogo do Espírito, espetáculo solo de Rodrigo dos Santos inspirado na obra e na vida do músico e ativista político nigeriano Fela Kuti (1938 -1997), Além do Ponto, nova pesquisa cênica do grupo Os Crespos sobre as relações de afetividade entre homens e mulheres negras, e criações dos grupos paulistas Coletivo Negro e Clariô (veja, abaixo, a programação completa).

As palestras, sob coordenação de Leonel Henckes, começam com os temas As Influências Estéticas da Dramaturgia Neegra no Brasi (5 de dezembro), com o Prof. Dr. Júlio Moracen Naranjo (UNIFESP), e Assinatura e Autoria do Negro na Dramaturgia Brasileira (12 de dezembro), com Profª. Drª Evani Tavares (UFBA). Também a primeira das leituras dramáticas, coordenadas por Lilih Curi, acontece em dezembro: dia 19, o texto Virgínia, de Tássio Ferreira, com direção de Christian Duurvoort, abre o ciclo.

Sobre Aldri Anunciação – Natural de Salvador (BA), é ator e dramaturgo. Formado em Teoria Teatral pela Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO), é criador do texto teatral Namíbia, não!, selecionado para o Núcleo de Leituras – Negro Olhar, em 2010, no Centro de Cultura Laura Alvim. Esse mesmo texto foi premiado com o Prêmio Fapex de Teatro de 2010, e publicado no mesmo ano Editora EDUFBA. Em 2011, Namíbia, não! ganha a direção de Lázaro Ramos e conquista o Prêmio Braskem de Melhor Texto de Teatro de 2011. Aldri Anunciação é autor da Trilogia do Confinamento, da qual fazem parte os textos Namíbia, não!, O Sistema Único e O Homem do Fundo do Mar.

Serviço:

Mostra Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada
Projeto contemplado pelo edital de ocupação do Teatro de Arena Eugênio Kusnet
Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque, tel (11) 3256-9463
De 29 de novembro de 2012 a 7 de abril de 2013

Realização: Tô Ligado Produções │Coordenação geral: Aldri Anunciação │Coordenação de palestras-debate: Leonel Henckes │Coordenação de leituras dramáticas: Lilih Curi │Gestão financeira: Cardim Projetos e Soluções Integradas │Produção: Wellington Borges │Projeto gráfico: Autor Visual – Design Gráfico │Produção executiva: Wellington Borges

Espetáculo Namíbia, não!
De 29 de novembro a 17 de fevereiro │Quinta a domingo, 20h

Realização: Tô Ligado Produções│Direção geral: Lázaro Ramos │ Texto: Aldri Anunciação │Elenco: Flávio Bauraqui e Aldri Anunciação │ Atores substitutos: Fernando Santana e Sérgio Menezes │Assistência de direção: Ana Paula Bouzas e Thiago Gomes │Direção musical: Arto Lindsay, Wladimir Pinheiro e Rafael Rocha │Supervisão artística: Luiz Antônio Pilar │Produção musical: Rodrigo Coelho e Rafael Rocha │Produção executiva: Maria Bacana, Kalik e JLM Produções Artísticas │ │Cenário: Rodrigo Frota │Figurino: Diana Moreira │Preparador de lutas: Felipe Khoury

Duração: 70 min. Recomendação etária: 14 anos | Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo infantojuvenil As Paparutas
Dias 23 e 24 de fevereiro │Sábado e domingo, 16h

Texto: Lázaro Ramos │Direção: Luís Antônio Pillar │Idealização e coordenação geral: Maria Gal │ Assistente de direção: Marco Bravo │ Preparadora corporal: Juliana Nogueira │Direção musical: Alexandre Elias │ Cenário e figurinos: Ronald Texeira │Elenco: Maria Gal, Samuel de Assis, Priscilla Marinho, Renata Celidonio, Cristiane Amorim, Livia Guerra e Munir Kanaan │Direção de produção: Letícia Torgo│Produção executiva: Patrícia Freitas │Realização: Realiza! Produtora Cultural e Boa Nova Produções Artísticas
Recomendação etária: livre | Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo O Subterrâneo Jogo do Espírito
De 28 de fevereiro a 3 de março| De quinta a domingo, 20h
Direção, dramaturgia e interpretação: Rodrigo dos Santos │Produção: Anna Paula Black, Cridemar Aquino, Sarito Rodrigues e Valéria Monã │ Direção de movimento e preparação corporal: Denis Gonçalves │ Assistência de direção: Ângela Câmara │ Cenário: Cridemar Aquino e Fátima Souza │Figurino: Rubens Barbot │Adereços: Geórgia Victor │Design gráfico: Luiz Carlos Gá │Revisão de Texto: Malu Resende │Fotografia: Silvana Marques │Vídeo: Shirley Cruz e Paulinho Sacramento
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Movimento nº1: O Silêncio de Depois
De 7 a 10 de março | De quinta a domingo, 20h

Direção: Coletivo Negro │Texto: Coletivo Negro
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Além do ponto
De 14 a 17 de março | De quinta a domingo, 20h

Realização: Os Crespos │Atores: Sidney Santiago, Lucélia Sérgio e DJ Dani Nega │Dramaturgia: José Fernando de Azevedo e Os Crespos│Direção: José Fernando de Azevedo │Trilha sonora, arranjos e execução: DJ Dani Nega │Direção de arte: Antonio Vanfill │Produção: Eliana Filinto e Os Crespos │ Edição de vídeo: Mario Matiello │Fotos: Roniel Felipe │Música: Ricardo Henrique e José Fernando de Azevedo
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Seu Bomfim
Dias 21 e 22 de março | Quinta e sexta, 20h

Atuação, criação, direção: Fábio Vidal │Direção: Meran Vargens │Maquiagem: Marie Thauront │Cenografia e figurino: Moacir Gramacho │Formação de público e divulgação: Gabriela Sandyeggo │Produção: Emerson Cabral
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Casa Número Nada
Dia 23 de março | Sábado, 20h

Direção: Fábio Vidal │ Texto: Mariana Freire e Fábio Vidal │Atuação: Mariana Freire │Trilha sonora: Luciano Salvador Bahia │Cenário: Mariana Freire │Produção: Patrícia Rammos
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Sebastião
Dia 24 de março | Domingo, 20h

Autor, encenador e ator: Fábio Vidal │Orientação e colaboração dramatúrgica: Gil Vicente Tavares │Direção de arte: Moacyr Gramacho │Figurino: Silvia Costa │Direção musical: Emerson Cabral │Produção de trilha sonora: Cassius Cardozo│Programação visual e design: Clara Ribeiro e Aldo Gustavo Ribeiro│Assessoria de mídias sociais: Moisés Costa Pinto│Foto: Alessandra Nohvais│Vídeos: Tatiana de Lima│Edição de imagens: Thiago Gomes│Locuções: Evelin Buchegger │Coordenação de produção: Ilma Nascimento │Produção executiva: Viviane Jacó
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Réquiem por um Sorriso ou Sobre os Palhaços na Varanda
Dias 28 e 29 de março de 2013 | Quinta e sexta, 20h

Realização: Kalik Produções Artísticas, Zé Fini Filmes │Texto: Diego Pinheiro │Elenco: Fernando Neves, Neyde Moura, Rui Manthur e Susan Kalik │Direção: Thiago Gomes │Assistência de direção: Fernanda Júlia │Cenografia: Rodrigo Frota │Figurino e maquiagem: Thiago Romero│Direção musical: Luciano Bahia│Coordenação de produção: Susan Kalik│Produção executiva: Francisco Xavier e Naiara Vieira
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Siré Obá – A Festa do Rei
Dias 30 e 31 de março | Sábado e domingo, 20h

Texto: Fernanda Júlia, Thiago Romero e Cia de Teatro Nata│ Direção: Fernanda Júlia│Elenco: Daniel Arcades, Fabíola Júlia, Silano,Guilherme Silva, Marcelo Oliveira, Vânia Santana e a yalorixá Roselina Barbosa│ Músicos: Thiago Romero, Sanara Rocha, Deilton José, Cosme Lucian│ Cenário, figurino, maquiagem e programação visual: Thiago Romero│ Direção musical: Jarbas Bittencourt│Preparação vocal: Marcelo Jardim│ Preparação corporal e orientação coreográfica: Marilza Oliveira│Produção: Kalik Produções
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Espetáculo Urubu Come Carniça e Voa
De 4 a 7 de abril | De quinta a domingo, 20h
Direção: Mário Pazini│ Texto: Grupo Clariô
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo – um ingresso por pessoa

Palestras-debate, coordenadas por Leonel Henckes
Gratuitas, com formato interativo, ministradas por profissionais de excelência na área de artes cênicas.
As Influências Estéticas da Dramaturgia Negra no Brasil
5 de dezembro | Quarta, 19h

Prof.Dr.Júlio Moracen Naranjo (UNIFESP)
Assinatura e Autoria do Negro na Dramaturgia Brasileira
12 de dezembro | Quarta, 19h

Profª.Drª Evani Tavares (UFBA)
O Personagem Negro na Ficção Dramática
16 de janeiro | Quarta, 19h

Prof. Dr. Joel Zito Araújo (ECA /USP)
A Criação Coletiva/Colaborativa na Dramaturgia Afro-Brasileira
30 de janeiro \ Quarta, 19h

Diretor Márcio Meireles (Bando de teatro Olodum)
A Dramaturgia Infantil sob o Olhar do Autor Negro e o Personagem Negro na Dramaturgia Infantil
20 de fevereiro | Quarta, 19h

Diretor-Ator Lázaro Ramos e Diretor Luiz Antônio Pilar
Impasses Poéticos na Cena Brasileira: Negra Cena de Alma Branca
27 de fevereiro | Quarta, 19h

Profª. Drª. Tania Brandão (UNI-RIO)
Transposição de Narrativas Literárias para a Dramaturgia Negra
06 de março de 2013 às 19h

Prof. Dr. Luiz Silva “Cuti” (Unicamp)
Questões para uma Dramaturgia Afro-Brasileira
20 de março | Quarta, 19h

Prof. Dr. José Fernando de Azevedo (EAD/ECA /USP)
O Estereótipo do Personagem Negro na Dramaturgia Brasileira
27 de março | Quarta, 19h

Diretora Fernanda Júlia (Cia. Nata de Teatro)
Dramaturgo Negro x Dramaturgia com Temática Negra
3 de abril | Quarta, 19h

Dramaturgo-ator Aldri Anunciação

Leituras dramáticas, com coordenação de Lilih Curi
Gratuitas
Virgínia, de Tássio Ferreira
19 de dezembro | Quarta, 19h

Direção: Christian Duurvoort
Na África não tem Cowboy, de Ed Anderson Mascarenhas
9 de janeiro | Quarta, 19h

Direção: Roberto Morettho
Matador de Meninos, de Uendel de Oliveira Silva
9 de janeiro | Quarta, 19h

Direção: Julio Moracen
O Homem do Fundo do Mar, de Aldri Anunciação
23 de janeiro | Quarta, 19h

Direção: Lilih Curi
Antes que Anoiteça em mim, de Elisio Lopes Jr.
23 de janeiro | Quarta, 19h

Direção: Aldri Anunciação
Olorum, de Gildon Oliveira
21 de fevereiro | Quarta, 19h

Direção: Carlos Francisco
A Velha Sentada, de Lázaro Ramos / Adaptação de Elísio Lopes Jr.
22 de fevereiro | Quarta, 19h

Direção: Leonel Henckes
Corpo Frio, de Fernando Santana
13 de março | Quarta, 19h

Direção: José Fernando de Azevedo
O Sol de Dezembro, de Diego Pinheiro
13 de março | Quarta, 19h

Direção: Lilian Solá Santiago