Início do conteúdo
Notícias Funarte realiza mais três oficinas em São Luís (MA): ‘Preparação física’, ‘Introdução à iluminação cênica’ e ‘Elaboração de projetos culturais’

Funarte Notícias

Publicado em 11 de julho de 2019

Funarte realiza mais três oficinas em São Luís (MA): ‘Preparação física’, ‘Introdução à iluminação cênica’ e ‘Elaboração de projetos culturais’

As inscrições para os cursos gratuitos serão abertas no próximo sábado, dia 13 de julho

Funarte realiza mais três oficinas em São Luís (MA): ‘Preparação física’, ‘Introdução à iluminação cênica’ e ‘Elaboração de projetos culturais’ Oficina de ‘Preparação física’ – Foto: Divulgação

O Teatro Arthur Azevedo, no Centro de São Luís, no Maranhão (MA), vai receber mais três oficinas gratuitas do Programa de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas, da Fundação Nacional de Artes – Funarte. O curso de Preparação física será ministrado pelo diretor artístico e performer Urias de Oliveira Filho; o de Introdução à iluminação cênica, pelo ator e iluminador Abel Lopes Pereira, e o curso de Elaboração de projetos culturais, pelo músico e agente cultural Magno Gerson Silva. As aulas serão realizadas entre os dias 24 e 28 de julho.

As inscrições são feitas somente pela internet, de 13 de julho, às 10h, ao dia 23, também às 10h. As vagas são limitadas a 40 participantes por curso, apenas a oficina de Elaboração de projetos culturais disponibiliza 35 vagas para os interessados. Os cursos têm a duração de 20 horas. Segundo os organizadores, podem ser realizadas inscrições presenciais no Teatro Arthur Azevedo, no primeiro dia de aula, caso ainda haja vagas disponíveis.

Oficina de ‘Preparação física’, com Urias de Oliveira Filho

O objetivo do curso é promover um treinamento físico e energético, visando a preparar o elenco para montagem e encenação de espetáculos de teatro e dança. A avaliação do desempenho do aluno será individual e coletiva, após a experiência e o término da apresentação do produto final.

Exercícios e projetos estão no programa de avaliação e ensino: Exercícios de preparação muscular e respiratória; Leitura e análise de textos relacionados ao tema; Jogos e dinâmicas para produção de material físico e sonoro, visando à construção de cenas, montagem e apresentação de exercício final como produto; Consciência corporal, equilíbrio, espaço e técnicas de preparação corporal; Introdução de fundamentos básicos para criação de personagens; Apresentação de cena; Revisão e utilização das aulas passadas.

Dias e horários: 24, 25 e 26 de julho, das 18h às 22h, e 27 e 28, das 14h às 18h

Público-alvo: Artistas e estudantes de artes cênicas

40 vagas

Urias de Oliveira Filho é diretor artístico, ator, pesquisador de danças populares dramáticas e performer. Estudou dança com o coreógrafo Klaus Vianna, em Salvador (BA), e com os bailarinos Denilson Gomes e Hugo Rodas, em Brasília (DF). Foi convidado pela Cia. Tribo de Teatro para fazer residência artística em Madri (Espanha), e trabalhou como ator e co-criador do espetáculo A Dança do Encoberto (1998). Recebeu o Prêmio Biênio Vanguarda por sua atuação na ópera popular Catirina, da Cia. Ópera Brasil. Trabalhou como residente no Museu de Arte Contemporânea La Coruña (Espanha), e iniciou a pesquisa corporal e montagem do espetáculo A solidão de D. Quixote, orientado pelo ator e diretor Jorge Ramos, diretor da Cia Zecora Ura (2008). Foi contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz pelo trabalho realizado com o espetáculo A solidão de D. Quixote, encenado no Maranhão (MA), em março de 2010. Atualmente, dirige e atua em performances e espetáculos teatrais, pela Cia. Tapete Criações Cênicas. É professor de oficinas de treinamento físico e energético para artistas cênicos em âmbito nacional e internacional. Seu método é resultado de pesquisa desenvolvida ao longo de 20 anos de experiência, tendo como base as danças populares do Maranhão (MA).

Faça aqui a sua inscrição

Oficina de ‘Introdução à iluminação cênica’, com Abel Lopes Pereira

O objetivo do curso é fazer uma pequena introdução à história da iluminação cênica, da conceituação básica de luz e da eletricidade. Apresentar aos alunos o espaço cênico e os equipamentos necessários para o desenvolvimento do trabalho. Experimentar o uso em montagens e a execução de um plano de luz.

Exercícios e projetos estão no programa de avaliação e ensino: Aulas teóricas: Síntese da história da iluminação desde a luz natural até a luz elétrica; Conceito de luz; Conhecendo a caixa cênica e suas nomenclaturas; Eletricidade, tensão, carga, corrente, seral, paralelo, condutores, cabos e plugs. Aulas práticas: Conhecendo o refletor e seus componentes; Conhecendo as especificidades da luz à prática de montagem e Execução de planos de luz. Durante todo o processo de duração do curso, o aluno será avaliado através de sua participação, pontualidade, e trabalho em equipe.

Segundo o professor, a oficina busca oferecer aos participantes a utilização dos manuseios dos equipamentos de iluminação cênica do Teatro Arthur Azevedo, através de uma vivência prática e teórica. Durante um período de cinco dias, serão desenvolvidas várias atividades com finalidade de proporcionar aos alunos, os conhecimentos necessários à iluminação de uma montagem. O ministrante tem o intuito de capacitar tecnicamente os participantes para que possam desenvolver, individualmente ou em grupos, os seus projetos de iluminação de acordo com as necessidades e peculiaridades de cada trabalho, levando eficiência aos espetáculos.

Dias e horários: De 24 a 28 de julho, das 8h às 12h.

Público-alvo: Alunos do Curso de Teatro da Universidade Federal do Maranhão – UFMA, do Centro de Artes Cênicas do Maranhão, e estudantes das comunidades próximas.

40 vagas

Abel Lopes: professor, iluminador cênico e ator – Foto: Divulgação

Abel Lopes Pereira é professor, iluminador cênico e ator.  Licenciado em Teatro e mestre em Artes, pela Universidade Federal do Maranhão – UFMA. Atuou como iluminador cênico nos espetáculos Édipo Rei e A Rainha da Zona, dirigidas por Tácito Borralho, e Feiurinha, o Musical, sob a direção musical de Gustavo Correia, dentre outros. Assinou a direção técnica das seguintes montagens e eventos: espetáculo de dança Chico, Eu & Buarque; XII Semana Maranhense de Dança; e XIII Semana de Teatro no Maranhão (2018). Recebeu o prêmio Luís Henrique Monteiro Belo, de Melhor Direção, com a montagem O skate prateado – texto de Tácito Borralho. A premiação aconteceu durante o I Festival de Artes Cênicas da FUMCAS (2005).

Faça aqui a sua inscrição

Oficina de ‘Elaboração de projetos culturais’, com Magno Gerson Silva

O objetivo do curso é orientar na elaboração de projetos culturais e abordar tópicos importantes sobre as novas regras das leis de incentivo nas esferas estadual e federal. Exercícios e projetos estão no programa de avaliação e ensino: Abordagem sobre a formalização das leis de incentivo federal e estadual na área de cultura e trabalho prático com atividades de cadastro e montagem de propostas. Durante todo o processo de duração do curso, o aluno será avaliado a partir do desenvolvimento de atividades individuais e coletivas.

Segundo o professor, a oficina busca orientar os participantes em relação à escrita e elaboração do projeto, possibilitando sua finalização. Alguns conteúdos serão essenciais nesse trabalho, como a formatação, identificação e ajuste das lacunas do projeto elaborado, além do esclarecimento de dúvidas.

Dias e horários: De 24 a 28 de julho, das 8h às 12h.

Público-alvo: Coordenadores de instituições culturais e interessados no tema.

35 vagas

Magno Gerson Silva: agente cultural e músico – Foto: Divulgação

Magno Gerson Silva (Gersinho Silva) é agente cultural e músico. Atua, desde 1979, na Sociedade Recreativa e Cultural Escola de Samba Turma do Quinto como artesão, percussionista, compositor e presidente. Já exerceu o cargo de diretor de carnaval e secretário geral, entre os anos de 1995 e 1998, na mesma agremiação. Foi contemplado com o prêmio de Melhor Apresentação Cênica, pelo trabalho com o Grupo Madrearte de Teatro de Rua, ao participar do 4º Festival Universitário de Música Popular da Universidade Federal do Maranhão – UFMA (1990). Realiza atividades de percussão, artesanato, montagem e desenhos para fantasias e adereços, no grupo de agentes culturais Barrica e Bicho-Terra, desde 1997. Atuou como ministrante de oficinas na área de gestão cultural e elaboração de projetos em várias cidades brasileiras: Curso oficina de projetos culturais, promovido pelo Sebrae em parceria com o Ministério da Cultura (1998); Curso de capacitação para produtores culturais, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura do Maranhão, durante o seminário de planejamento do Carnaval 2009,  realizado no segundo semestre de 2008; Curso de captação de recursos públicos e privados para projetos, oferecido pela Escola de Governo do Maranhão, em maio de 2013.

Faça aqui a sua inscrição

Programa Funarte de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas 2019 

A Fundação Nacional de Artes – Funarte, em parceria com produções locais, vai realizar oficinas gratuitas em diversos estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão, Amapá, Rondônia, Amazonas, Tocantins, Bahia, Paraíba, Ceará, além do Distrito Federal. Estão confirmadas as oficinas de Elaboração de Projetos Culturais – Artes Cênicas; Dramaturgia: criação de textos teatrais; Direção Teatral; Corpo, Voz; Produção e Administração Teatral; Interpretação e Teatro de Bonecos. Além dos cursos, haverá a montagem de três espetáculos resultantes das oficinas de Montagem de Ópera, Montagem de Teatro Musical e Montagem de Teatro Popular Brasileiro.

Todas as atividades do programa são gratuitas e têm como objetivo capacitar artistas e técnicos na área das artes cênicas, contribuindo para difundir, fortalecer e valorizar o processo produtivo. Os cursos são ministrados por profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação. Os links para as  inscrições serão disponibilizados, ao longo do ano, no portal da Funarte. A confirmação da inscrição é enviada por e-mail. O número de vagas varia de acordo com a oficina.

Serviço:

Programa Funarte de Capacitação Artística e Técnica em Artes Cênicas 2019 

Oficina de ‘Preparação física’, com Urias de Oliveira Filho

Dias e horários: 24, 25 e 26 de julho, das 18h às 22h, e 27 e 28, das 14h às 18h
40 vagas
Carga horária total: 20h

Oficina de ‘Introdução à iluminação cênica’, com Abel Lopes Pereira

Dias e horários: De 24 a 28 de julho, das 8h às 12h
40 vagas
Carga horária total: 20h

Oficina de ‘Elaboração de projetos culturais’, com Magno Gerson Silva

Dias e horários: De 24 a 28 de julho, das 8h às 12h
35 vagas
Carga horária total: 20h

Inscrições abertas de 13 a 23 de julho

Local: Teatro Arthur Azevedo
Rua do Sol, s/nº, Centro
São Luís – Maranhão (MA)