Início do conteúdo
Notícias Funarte MG apresenta o espetáculo “Perdoa-me por morrer”, de 23 a 25 de agosto

Funarte Notícias

Publicado em 19 de agosto de 2019

Funarte MG apresenta o espetáculo “Perdoa-me por morrer”, de 23 a 25 de agosto

Funarte MG apresenta o espetáculo “Perdoa-me por morrer”, de 23 a 25 de agosto Elenco da peça “Perdoa-me por morrer”, em cartaz na Funarte MG. Foto: divulgação

O espetáculo teatral ‘Perdoa-me por morrer: um concerto minimalista para as vidas que sobraram’, estará em cartaz de 23 a 25 de agosto na Funarte MG, sempre às 19h. Com roteiro e direção de Luiz Carlos Garrocho, a peça trata daqueles que estão submetidos aos processos de desterritorialização, numa existência liminar e sujeita aos riscos. A montagem é do grupo Contraponto <experiência>. A classificação indicativa é 14 anos e o ingresso custa R$ 20 (inteira).

Segundo o Garrocho, “milhões de pessoas são obrigados, seja devido às guerras ou à extenuação dos recursos elementares do viver, a abandonar suas terras e moradas: refugiados, atravessadores, jovens rebelados que se lançam contra as patrulhas fronteiriças e suas milícias”. Ele esclarece que o espetáculo, por ser continuamente aberto às transformações em curso, envolve uma dimensão também de teatro ambiental, que é uma das características do Contraponto <experiência> (o nome é uma homenagem ao disco Experience, de Jimi Hendrix, devido às propostas de experimentação desse grupo, que se articula entre uma linguagem de teatro físico, instalação e performance).

‘Perdoa-me por morrer’ conta com atuação de Rafael Paiva, Renata Rocha e Sitaram Custódio, e execução de música ao vivo por João Paulo Prazeres, que também assina a trilha sonora do espetáculo. Participação especial de Álvaro Freitas, Davds Lacerda e Thiago Rosado no elenco.

O subtítulo “concerto minimalista”, de acordo com o diretor, é o que caracteriza a linguagem em pauta: traços de repetição e defasagem, ações não dramáticas e baseadas no movimento, sem resolução dramática. Ainda na equipe, o coreógrafo, performer e diretor Tiago Gambogi assina a dramaturgia do movimento com Luiz Carlos Garrocho. O desenho de Luz é de Lucas Matias e o figurino, de Ana Luisa Santos.

Ficha técnica:
Direção e roteiro: Luiz Carlos Garrocho
Atuação: Rafael Paiva, Renata Rocha e Sitaram Custódio
Preparação corporal: Sitaram Custódio
Desenho de som e execução musical ao vivo: João Paulo Prazeres
Desenho de luz e execução: Lucas Matias
Dramaturgia do movimento: Luiz Carlos Garrocho e Tiago Gambogi
Ritmo-tempo da cena intitulada ‘O Circo dos Desesperados’: Yara Ramos Garrocho
Figurino: Ana Luisa Santos
Produção: Thiago Rosado
Fotografia: Glenio Campregher
Design gráfico: Flora Servilha
Participação especial: Álvaro Freitas e Davds Lacerda
Ator convidado: Thiago Rosado

Serviço:

‘Perdoa-me por morrer: um concerto minimalista para as vidas que sobraram’
Dias: 23, 24 e 25 de agosto (sexta a domingo), às 19h
Local: Funarte MG (Rua Januária, 68. Centro – Belo Horizonte/MG)
Ingressos: R$ 20 (inteira) R$ 10 (meia)
Classificação indicativa: 14 anos