Início do conteúdo
Notícias Espetáculo ‘Yerma’ retorna ao palco do Teatro Dulcina, no Centro do Rio

Funarte Notícias

Publicado em 10 de janeiro de 2019

Espetáculo ‘Yerma’ retorna ao palco do Teatro Dulcina, no Centro do Rio

Montagem, dirigida por Antonio Gilberto, é inspirada na obra de Federico García Lorca

Espetáculo ‘Yerma’ retorna ao palco do Teatro Dulcina, no Centro do Rio Montagem ‘Yerma’ volta ao Dulcina – Foto: Guga Melgar

O espetáculo Yerma chega ao Teatro Dulcina, no Centro do Rio, para mais uma temporada, até o dia 31 de janeiro, de terça a quinta, sempre às 19h. A peça é baseada na obra homônima escrita em 1934 pelo poeta espanhol Federico García Lorca. A ação se passa no meio rural e conta a trajetória de uma mulher que não consegue realizar o desejo de ser mãe. Diversas situações e conflitos são retratados na trama, questões relacionadas à convivência social, aos relacionamentos, à religiosidade e honra, principalmente feminina. Os ingressos são a preços populares de R$ 20 e R$ 10 (meia).

Segundo o autor e diretor Antonio Gilberto, a montagem tem como objetivo promover a reflexão por parte dos espectadores sobre temas relacionados à questão da mulher na sociedade ocidental, que envolvem a opressão social, sexual e religiosa. Além do machismo, do adultério e outros assuntos que foram trabalhados de forma poética e crítica. A tradução da obra de García Lorca foi feita pela poetisa Cecília Meireles, no ano de 1944.

Na concepção do espetáculo, o diretor priorizou a exposição do jogo teatral entre os atores que fazem parte do elenco, revelando para o público a coxia, onde eles se preparam e aguardam para entrar em cena e apresentar a história de Yerma. Todo o mecanismo do fazer teatral, essa arte da mentira construída através da verdade, está à mostra para o público, trazendo o metateatro como linguagem da encenação. O público assiste aos personagens em cena, mas também aos atores, na coxia, se preparando, para entrar no palco.

O realismo essencial, uma forma concisa e objetiva de encenar, foi a base da criação da montagem. O trabalho do ator foi priorizado, principalmente no que se refere ao uso da palavra, como signo principal do espetáculo, não diminuindo a presença e a importância dos demais signos que fazem parte apresentação, como a música (executada ao vivo), o figurino, a cenografia e iluminação.

Serviço:

Espetáculo Yerma

Temporada: até o dia 31 de janeiro
Dias e horários: de terça a quinta, às 19h

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Classificação etária: 14 anos
Duração: 50 minutos
Capacidade: 429 lugares

Ficha técnica

Texto: Federico García Lorca
Tradução: Cecília Meireles
Concepção e direção: Antonio Gilberto
Elenco (em ordem alfabética): Ana Beatriz de Paula (Yerma II), Bia Ribeiro (lavadeira II e rapariga I), Carla Schmidt (Yerma III), Carlos Diegas (marido de Maria e ator/macho), Elaine Jales (lavadeira III e velha rezadeira), Gabriela Nascimento (lavadeira I  e rapariga), Giovanna Muricy (Maria), Guilherme (Ator/fêmea), Isabella Manhães (Yerma I), Isabelle Medeiros (lavadeira V e rapariga II), Juliana Offredi (lavadeira IV e Dolores), Lucas Popeta (Victor), Marie Leba (cunhada solteirona I e velha pagã), Thalys Guarnieri (Juan)
Assistente de direção: Felipe Prado
Iluminação: Aurelio De Simoni
Cenário e figurinos: Ronald Teixeira e Guilherme Reis
Fotografia de cenas: Guga Melgar
Preparação corporal: Marluce Medeiros
Preparação vocal: Rose Gonçalves
Direção de produção: Felipe Prado

Local: Teatro Dulcina
Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro, Rio de Janeiro (RJ)
Tel.: (21) 2240-4879
(Próximo ao VLT e ao Metrô Cinelândia)

Espetáculo 'Yerma' - Foto: Guga Melgar