Espetáculo ‘Asikatali – Não é tarde demais’ faz curta temporada na Funarte MG | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialTeatroTodas as notíciasEspetáculo ‘Asikatali – Não é tarde demais’ faz curta temporada na Funarte MG

Espetáculo ‘Asikatali – Não é tarde demais’ faz curta temporada na Funarte MG

Montagem é uma criação coletiva da Cia Badetes de Teatro. Ingressos a partir de R$ 5

Publicado em 11 de março de 2019 Imprimir Aumentar fonte
Espetáculo Asikatali na Funarte MG – Foto: Lucas Lobão
Espetáculo Asikatali na Funarte MG - Foto: Lucas Lobão

O espetáculo Asikatali – Não é tarde demais será apresentado na Funarte MG, no Centro de Belo Horizonte, nos dias 14 e 15 de março, quinta e sexta, às 20h, e no dia 17, domingo, às 19h. A peça foi criada pela Cia Badetes de Teatro, formada por ex-alunos do Curso de Aprofundamento em Teatro, da Escola Livre de Artes – Projeto Arena Cultural e tem como ponto de partida o desejo dos integrantes de estimular a esperança em dias melhores. Os ingressos são a preços populares de R$ 15 (inteira), R$ 7 (meia-entrada) e R$ 5 (para estudantes de teatro).

Na criação do enredo de Asikatali – Não é tarde demais, os atores da Cia Badetes de Teatro partiram de questões levantadas pelo próprio grupo sobre o sistema no qual estão inseridos, nas relações de poder e, consequentemente, no resultado de tudo isso. Através dos efeitos gerados, os envolvidos têm suas vidas afetadas de alguma forma. Tais crises e o impacto nas relações são abordados tanto no aspecto macro, no qual o sujeito aparece como integrante de um grupo social, quanto no micro, onde se avalia o aspecto individual e cotidiano. A esperança é o tema principal do espetáculo que, com leves toques de humor, tem o intuito de promover a reflexão e a perspectiva de que ainda há tempo e possibilidade de trilhar caminhos mais positivos para o futuro.

O texto foi elaborado a partir de discussões, reflexões e histórias inspiradas pelo Livro dos Abraços, de Eduardo Galeano; O Grande Mentecapto, de Fernando Sabino e O Futuro da Humanidade: a emocionante história de um médico e um mendigo em busca de um mundo melhor, de Augusto Cury. O processo de criação dos personagens e das cenas do espetáculo partiu de experimentações corporais que resultaram no surgimento de criaturas quase humanas. A história da peça gira em torno dos asikatalianos, que expõem seus dilemas e conflitos entre exploradores e explorados. A ideia é mostrar como é a vida num sistema marcado pelas relações de poder, sem deixar de lado o humor e o senso crítico.

Asikatali é uma comunidade fictícia em que os moradores são obrigados a conviver com crises econômicas, morais e existenciais, situação parecida com a sociedade de hoje. Mas nada disso impede que o povo asikataliano descubra a importância de alcançar a liberdade, através da união e da resistência. Segundo os autores, apesar dos dilemas e das pequenas corrupções diárias, os moradores — seres um tanto quanto atrapalhados —, são gratos por terem a alma revestida pela força e festejam a alegria de viver em liberdade. Na criação do enredo, os alunos contaram com a parceria da equipe pedagógica da Escola Livre de Artes – Projeto Arena Cultural.

Saiba mais sobre a Cia Badetes de Teatro, aqui

Serviço:

Espetáculo Asikatali – Não é tarde demais, da Cia Badetes de Teatro

Dias e horários: dia 14 (quinta) e 15 (sexta), às 20h, e 17 de março (domingo), às 19h

Ingressos: R$ 15 (inteira) / R$ 7 (meia-entrada) / R$ 5 (estudantes de teatro)

Obs.: Pagamento somente em dinheiro. Não aceitam cartões.

Ficha técnica:

Dramaturgia: Criação coletiva
Direção geral: João Valadares
Elenco: Adriane Jovinoh, Ben Johnson Pereira, Camila Doria, Glaydson Luiz, Hugo DaFe, Josué de Alva, Natália Claret, Nathalia Carvalhais, Laurent Porto, Lidiane Ribeiro, Marina Galeri, Marina Linhares, Marli Pacheco, Raphael Breno e Weslen Frederico.
Preparação corporal: Elba Rocha
Preparação e arranjos vocais: Ana Carolina de Paula
Cenários e figurinos: Wesllen Neiva Ferreira
Fotos: Lucas Lobão

Local: Funarte MG
Rua Januária, 68 – Centro
Belo Horizonte (MG)
Tel.: (31) 3213- 3084