Projeto Bandas de Música

Projeto Bandas de Música

Projeto Bandas de Música

No Brasil, fruto de uma tradição musical que remonta aos tempos coloniais, as bandas de música têm funcionado como uma porta de entrada e uma alavanca da criação musical do país, revelando grandes maestros, compositores e instrumentistas. Elas estão presentes em cerca de metade dos municípios brasileiros.

As bandas de música do Brasil têm, além da sua importância artística e cultural, o atributo de ser importantes ferramentas de cidadania e interação social nas comunidades, com alcance em todo o imenso território nacional.

A trajetória do Projeto Bandas de Música da Funarte se confunde com a da própria história da Fundação. Ela foi criada em 1975 e, já no ano seguinte, o programa começou. É realizado pela Coordenação de Bandas de Música, ligada ao Centro da Música da entidade.

 

Atividades

Para alcançar seus objetivos, por meio do Projeto Bandas de Música, a Funarte atua em diversas frentes:

– Realiza doação de instrumentos musicais de sopro;
– Promove o aperfeiçoamento prático e teórico de regentes e instrumentistas, por meio de cursos de capacitação oferecidos através dos Painéis Funarte de Bandas de Música;
– Edita e distribui partituras de músicas de compositores brasileiros, especialmente arranjadas para Bandas de Música, bem como manuais.
– Organiza o Cadastramento de Bandas de Música, mediante informações enviadas pelas mesmas.

Coordenação de Bandas – Centro da Música – Funarte
coordenacaobandas@funarte.gov.br

 

CONHEÇA AS AÇÕES DO PROJETO BANDAS DE MÚSICA

 

Apoio para Distribuição Gratuita de Instrumentos de Sopro

Com o objetivo de fortalecer o papel estratégico das bandas civis no processo cultural da sociedade brasileira, com destaque para o aprendizado e formação musicais, a Funarte, por meio do Projeto Bandas de Música, já distribuiu cerca de 40 mil instrumentos de sopro, desde a criação da iniciativa, em 1976. O cadastro do programa reúne cerca de três mil grupamentos musicais – cerca de 170 ao ano – beneficiados com instrumentos, por todo o país.

Destaque do Projeto, os cursos de capacitação atingiram a marca de 11.666 participantes em 22 anos. Esse número representa a média de 530 inscrições anuais.

Leia mais sobre essa ação aqui

 

Edições Funarte de Partituras para Banda

Valendo-se da edição de partituras de compositores brasileiros, com arranjos especialmente dedicados às bandas, e da realização dos Painéis Funarte de Bandas de Música, o Projeto Bandas tem alcançado posição destacada no aperfeiçoamento prático e teórico de maestros e instrumentistas, nas cinco regiões geográficas do Brasil, desde 2004.

A Funarte disponibilizou três séries de suas partituras para bandas: Série Música Brasileira para Bandas, Série Repertório de Ouro das Bandas de Música do Brasil e Série Hinos do Brasil; além do Pequeno Guia Prático para o Regente de Banda.

Acesse esse material aqui

 

Manual Online de Reparo e Manutenção de Instrumentos de Sopro

Está disponível no Portal da Funarte o Manual de Reparo e Manutenção de Instrumentos de Sopro – obra fundamental do professor José Vieira Filho, destinada aos músicos de bandas de todo o Brasil. Este é um dos itens mais solicitados à Coordenação de Bandas da Funarte. Com a edição online, basta baixar o arquivo.

A publicação é primordial para o restauro e a conservação de trompetes, trombones, trompas, tubas e outros do naipe dos metais. Esta é mais uma iniciativa da Funarte no Projeto Bandas de Música, destinada a democratizar informações relevantes para os instrumentistas e grupos do país inteiro.

Acesse o manual aqui

 

Partituras Brasileiras Online

Com o propósito de divulgar o repertório musical brasileiro de diversos estilos, o projeto Songbook Internacional reúne e disponibiliza na internet, gratuitamente, uma coleção de partituras representativas de nossa música. Esse acervo online conta com 22 volumes, divididos nas categorias: Música Popular, Música de Concerto e Música para Bandas. São mais de 12 mil páginas de compositores como Tom Jobim, Chiquinha Gonzaga, Edu Lobo, Chico Buarque, Milton Nascimento, Carlos Gomes, José Maurício Nunes Garcia, Alberto Nepomuceno, Tim Rescala, Ricardo Tacuchian, Anacleto de Medeiros, Mestre Duda, Moacir Santos e Francisco Braga, entre outros.

Em arquivos PDF, as peças são acompanhadas por textos que norteiam o leitor – destinados a facilitar a difusão internacional das coletâneas. Esses conteúdos estão disponíveis em português, inglês, espanhol e francês. O songbook também é distribuído pelo Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) às embaixadas e consulados do Brasil no exterior. Estes, por sua vez, enviam o material a escolas e conservatórios de música em seus países.

Além das partituras e dos textos, a Funarte disponibiliza na publicação os contatos das instituições parceiras que cederam os direitos de difusão das obras. A intenção é facilitar a localização de músicos e de peças que ainda não estejam no acervo, caso o usuário necessite.

Mais informações sobre esse material aqui

 

Painéis Funarte de Bandas de Música

Reunindo cursos intensivos, os Painéis Funarte de Bandas de Música propiciam grande intercâmbio artístico de profissionais de diversas origens, o que tem fortalecido o papel da iniciativa, como um conjunto de verdadeiras escolas da arte musical. O programa conta com parcerias significativas da Funarte com instituições estaduais, municipais, universidades e várias outras entidades – o que tem revelado um dinamismo revigorante ao cenário das bandas de música do Brasil, graças ao padrão de excelência das ações.

Os resultados da iniciativa acompanham a dinâmica de investimentos nela realizados que, nos últimos 13 anos, alcançaram em média mais de R$ 1,5 milhão por ano. No período da última década, em estudo (2000 – 2010), tal média anual já ultrapassou R$ 4 milhões, o que representa os níveis mais expressivos já alcançados – comparáveis apenas àqueles do final dos anos 90.

O nível de excelência e o valor cultural dos Painéis, e do próprio Projeto Bandas de Música, se refletem nos números do cadastramento nacional de bandas, que integra essa iniciativa. Os quantitativos já representam um painel dessa atividade no país. A eficácia dos Painéis também pode ser verificada pelo crescente interesse que as bandas apresentam pelo material disponibilizado a respeito – que inclui orientações. Esse conjunto está disponibilizado na página específica, no link:

Mais informações sobre os Painéis aqui

 

Bienal Funarte de Bandas de Música

A Bienal Funarte de Bandas de Música é mais uma iniciativa bem-sucedida. Ela surgiu com o propósito de estimular a criação de uma rede de comunicação entre regentes, compositores, arranjadores e apoiadores do movimento de desenvolvimento das bandas de música, como fator de transformação social e cultural. A Bienal também representa um passo adiante em todo o processo já consolidado pelos Painéis Funarte de Bandas de Música.  A realização de bienais de bandas significa um olhar atento para a cultura das bandas de música; e sua valorização como elemento básico na vida cotidiana de grande parte da população brasileira.

A I Bienal de Bandas realizou-se em novembro de 2018, no município de Mogi das Cruzes (SP). Contou com a participação de personalidades destacadas no universo das bandas de música e bandas sinfônicas do Brasil; bem como com o envolvimento de gestores, produtores, educadores musicais, maestros, compositores e instrumentistas de reconhecimento nacional – todos com o interesse concentrado no desenvolvimento sócio-cultural, artístico e educacional das bandas de música; de seus integrantes; e de seu público.

 

Orientações para Criação de Bandas de Música

Com o intuito de orientar a formação de novas bandas, a Funarte disponibiliza instruções básicas para fundação e formalização de bandas de música – com modelo de estatuto.

Mantenha os documentos de sua banda sempre atualizados, para que ela esteja apta a participar de programas da Funarte de apoio às bandas de música.

Acesse aqui as instruções para criação e formalização de bandas de música

 

Cadastramento de Bandas de Música

As 3.039 bandas de música cadastradas* distribuem-se por região geográfica na seguinte quantidade (destaques para os estados com maiores números):

Norte: 188 – 113 no Pará;
Nordeste: 930 – 219 no Ceará;
Centro-Oeste: 228 – 86 em Goiás;
Sudeste: 1.293 – 799 em Minas Gerais; e
Sul: 400 – 166 no Rio Grande do Sul.

Acesse aqui o Cadastro das Bandas de Música do Brasil

 

Revalorização do papel histórico das Bandas de Música

Iniciativas da Funarte direcionadas às bandas de música de todo o Brasil – tanto aquelas ligadas à formação de repertório, às de capacitação profissional de músicos e regentes, quanto às ações dirigidas à própria manutenção desses coletivos, por meio da distribuição de instrumentos – , além de preservar a cultura nacional, em escala significativa, têm favorecido a produção das bandas de música; e o fortalecimento do próprio ciclo de desenvolvimento da música instrumental brasileira.

O êxito na recuperação atual da função estratégica das bandas no país tem retomado a dimensão histórica dessa linguagem musical – que remonta a exemplos significativos de nossa formação, como no “abrasileiramento” de gêneros europeus do Século 19; nas influências que mantiveram a consolidação do choro; e até mesmo na iniciação profissional de ícones da música popular brasileira. Um deles é Luiz Gonzaga (na sua juventude, corneteiro de banda militar). Outro exemplo de músico excepcional gerado pelas bandas de Música é Anacleto de Medeiros (virada do Século 19 para o 20), que se iniciou na Banda do Arsenal da Marinha, e depois veio a consagrar-se como instrumentista; e como regente e compositor, por dirigir a Banda do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro; e criar, na Ilha de Paquetá, no Rio, a Banda da Sociedade Recreio Musical Paquetaense.
____________________________

Coordenação de Bandas de Música
Centro da Música | Fundação Nacional de Artes – Funarte
Tel.: (21) 2279-8106
Email: coordenacaobandas@funarte.gov.br
Endereço: Av. Presidente Vargas, 3131 Sala 1804 – Cidade Nova
Centro Empresarial Cidade Nova – Edifício Teleporto
CEP: 20.210-030 – Rio de Janeiro (RJ)

Página inicial de música da Funarte ›

*Números correspondentes ao ano de 2019