Início do conteúdo
Notícias Destaques do Ibermúsicas em março incluem brasileiros

Funarte Notícias

Publicado em 19 de março de 2019

Destaques do Ibermúsicas em março incluem brasileiros

Contemplados no programa de incentivo ibero-americano, representado no Brasil pela Funarte, participam de eventos no Brasil e no exterior

Destaques do Ibermúsicas em março incluem brasileiros Quinteto Persch. Foto: site do grupo – 2015

Em março, artistas brasileiros participam de várias atividades do Programa de Fomento das Músicas Ibero-americanas 2018/2019, no Brasil e no exterior. A Fundação Nacional de Artes – Funarte é a representante oficial da iniciativa no Brasil.

Grupo brasileiro participa do concurso nacional chileno de acordeão

O Quinteto Persch, grupo brasileiro dedicado à música de concerto com acordeão, participou no do concurso nacional do instrumento no Chile, o “VII Concurso Nacional de Acordeón”, realizado de 15 a 17 de março, em Santiago. No evento, o conjunto gaúcho apresentou-se no palco e ministrou oficinas; e seus componentes foram jurados do concurso, promovido pelo Conservatorio Nacional de Acordeón (que se apresenta como única instituição na América Latina dedicada exclusivamente ao ensino do instrumento). O grupo viajou com o apoio do Ibermúsicas, e também a convite da entidade realizadora, informou o fundador, coordenador do coletivo e professor Adriano Persch, ao jornal Ibiá, da Grande Porto Alegre. Ele disse ao veículo que os acordeonistas levaram ao festival um repertório “focado na música brasileira e no conjunto de câmara”.

O Quinteto Persch, que comemora 20 anos em 2019, é de Porto Alegre (RS). Seu objetivo é difundir o acordeão na música de câmara, demonstrando sua versatilidade. “É importante este evento no exterior, pois é uma forma de reconhecimento. Nos dá motivação para continuar com este tipo de trabalho”, disse Adriano ao jornal gaúcho. O coletivo explora o instrumento com um repertório predominantemente erudito. Formado por Adriano Persch, André Machado, Daniel Castilhos, Ezequiel de Toni e Rodrigo Persch, participou de centenas de festivais no Brasil e ganhou vários prêmios, nacionais e internacionais. Toca composições de grandes nomes estrangeiros, como Astor Piazzolla, Leon Boellmann, Vivaldi, Ivano Battiston e brasileiros, como Radamés Gnattali, Villa-Lobos, Guerra-Peixe, Ernani Aguiar e Toninho Ferragutti.

Residência Casa Cuatro – Ecovila Terra Una (MG)

No período de 4 a 21 de março é realizada a Residência Casa Cuatro, na Ecovila Terra Una, no município de Liberdade (MG), na Serra da Mantiqueira. O projeto reúne os compositores /intérpretes Nicolás Ibarburu e Hernán Peyrou (Uruguai), Ana Archetti e Silvina Gómez (Argentina) e Rafael Martini e Sergio Santos (Brasil). Eles participam de uma residência de criação musical colaborativa sob a coordenação geral de Caro Chacana de Hemiola (Chile). O processo incluirá a gravação em conjunto de um álbum no estúdio do Eco One Terra Una. Será “uma valiosa contribuição para a difusão da atual música independente da América do Sul” diz o site. Os artistas reúnem estilos diversos de música: dos ritmos populares tradicionais das americas, ao jazz e a candombe-fusion; e da raiz africana ao folk

A Terra Una é uma ONG que, desde 2003 promove e apóia ações transdisciplinares a favor da sustentabilidade ecológica, o desenvolvimento integral humano e o “redesenho social” através da vida comunitária, a integração com a natureza e a criação conjunta. As instalações reúnem beleza natural, práticas coletivas de interação diária entre residentes e moradores locais. Lá sempre se encontram muitos artistas, ecologistas, educadores, terapeutas, biólogos e pensadores, com uma ampla gama de interesses.

Banda brasileira Francisco, el Hombre participa do Havana Word Music

De 21 a 23 de março, o quinteto paulistano de rock, música popular brasileira e ritmos latinos em geral, Francisco, el Hombre participa do festival Havana World Music, na capital cubana. Liderado pelos irmãos mexicanos Piracés-Ugarte – Mateo (vocais, percussão e guitarra) e Sebastián (vocais, percussão e guitarra) e composto por mais três membros brasileiros de nascença, o grupo foi Indicado ao Grammy Latino 2017, por melhor canção em português – mas também canta em em espanhol e inglês. Tem participado de outros importantes eventos, como o Lollapalooza Brasil e o Vive Latino (México).

O coletivo mistura os elementos musicais mexicanos, brasileiros e de outros países da América Latina. Seus componentes definem seu estilo como “pachanga folk – sendo que “pachanga” é considerado uma mistura entre merengue e montuno (um ritmo cubano); e ainda: “uma fusão entre a batucada [brasileira] e a música latina”. “Reconhecida como uma banda revelação do Brasil”, segundo o site do Ibermúsicas, a Francisco, el Hombre foi formada em 2013. Dela participam também Juliana Strassacapa (vocais e percussão), Andrei Martinez Kozyreff (guitarra) e Rafael Gomes (baixo e vocais).

O Havana World Music reúne, em 2019, mais de 100 artistas, de 30 países distintos. As cinco edições anteriores somam um público de mais de 50 mil pessoas. Em 2018 o recorde de público foi quebrado, com 18 mil pessoas na plateia. O site do Ibermúsicas diz que o HWM é “o maior festival alternativo do Caribe” e “um local de referência para os amantes da música”; e “mais que um festival”: um “fenômeno social”, que inclui muitos jovens. “É uma manifestação macro-cultural que busca a troca e o encontro entre pessoas de todo o mundo, defendendo uma cultura diversa e mestiça…”, comenta o veículo.

Mais informações sobre as ações do Ibermúsicas em seu site oficial: www.ibermusicas.org

A Funarte representa o Ibermúsicas no Brasil, por meio de seu Centro da Música

Acompanhe as próximas convocatórias do programa aqui, no portal da Fundação

Leia mais sobre o Ibermúsicas aqui