15 dez 2010

Grupo Harém apresenta Raimunda Pinto, sim senhor! no circuito

Comente
Raimunda Pinto, sim senhor!

O grupo Harém de teatro, do Piauí, apresentou na terça-feira, 14, à noite, na sala Sidney Miller, a peça ‘Raimunda Pinto, sim senhor!’ O espetáculo faz parte da etapa carioca do Circuito Interações estéticas, a última de 2010. Com oito atores e dois músicos, todos homens interpretando mulheres, o grupo mostra a trajetória de Raimunda Pinto, uma mulher cearense ‘jovem, feia, pobre e que tem lábio leporino`.

A história criada por Chico Pereira se passa em 1942, durante a segunda guerra mundial, e narra a vida de Raimunda, que sonha em fazer uma plástica para consertar seu lábio e fazer um curso de enfermagem. Raimunda, no entanto, consegue muito mais do que isso, mas não fica feliz. “A trama mostra a força e determinação do povo cearense, que sempre acaba querendo voltar para sua terra natal e investir o que ganhou”,  afirma o ator Francisco Pellé, que desde a estreia, em 1992, em Teresina, vive Raimunda, a personagem principal. “Já fazemos essa peça há 18 anos, ela é um dos nossos carros-chefes. O grupo existe há 25 anos, estou nele desde o começo e no palco estão praticamente todos os atores do elenco inicial”, conta.

O grupo Harém faz parte do ponto de cultura Pontão Harém, de Teresina, que recebe como residentes alguns artistas contemplados pelo prêmio Interações Estéticas – Residências Artísticas em Pontos de Cultura. “Estamos muito contentes de fazer parte do circuito interações estéticas, que faz artistas e projetos de grande envergadura e de diferentes níveis estéticos interagirem. É uma grande oportunidade para trocar experiência com outros artistas. Gostaríamos muito de ver o circuito indo para outras capitais fora do eixo principal. Eseramos que isso aconteça no ano que vem”, afirma Pellé.

Compartilhe!

Caro usuário, você pode utilizar as ferramentas abaixo para compartilhar o que gostou.

Comentários

0

Deixe seu comentário

* Os campos de nome, e-mail e mensagem são de preenchimento obrigatório.