Encontro ‘Arte, cultura, saúde e território’ reúne coletivos, agentes e instituições das regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro (São Paulo) | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página Inicial › Funarte › Todas as notíciasEncontro ‘Arte, cultura, saúde e território’ reúne coletivos, agentes e instituições das regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro (São Paulo)

Encontro ‘Arte, cultura, saúde e território’ reúne coletivos, agentes e instituições das regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro (São Paulo)

Atividade promove diálogos no campo da cultura e dos direitos humanos e propõe um panorama de relações a partir de práticas artísticas, culturais e educativas ligadas ao campo da saúde.

Publicado em 14 de setembro de 2017 Imprimir Aumentar fonte
Foto territorios ok
Intervenção Urbana, Mostra Mais que Humanos. Arte no Juquery. Curadoria educativa Lilian Amaral. Coletivo Casa da Lapa, Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, São Paulo, 2016.

A Funarte SP recebe, no dia 29 de setembro, sexta, das 14h às 18h, o encontro Arte, cultura, saúde e território, com curadoria da artista visual e pesquisadora Lilian Amaral e da psicóloga sanitarista e psicanalista Cris Lopes. No evento, haverá mesa-redonda, exibição de documentários e um percurso pelas imediações do complexo cultural.

A proposta é reunir coletivos, agentes e instituições, presentes nas regiões de Santa Cecília, Luz e Bom Retiro, que promovam diálogos no campo da cultura e dos direitos humanos. O encontro também tem o objetivo de compor um panorama de relações que possam ser estimuladas e potencializadas a partir de práticas artísticas, culturais e educativas ligadas aos campos da saúde, da memória social e da cultura. Essa troca de ideias e conhecimentos pode resultar em circuitos e programações culturais convergentes e sinérgicas.

O território em que o Complexo Cultural Funarte SP está instalado apresenta problemas sociais, como pessoas em situação de rua e uso de drogas, e também é um importante polo cultural da cidade, com forte presença de teatros, ateliês, galerias e coletivos artísticos. Por isso, as curadoras Lilian Amaral e Cris Lopes acreditam que os equipamentos da região podem funcionar como “acupuntura social”, “promovendo saúde na esfera pública” por meio da arte e de formas de intervenção, invenção e transformação da cultura urbana.

O encontro faz parte de uma série de atividades que se deslocam pelo território. Em 2016, foram realizados seminários no Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, que integravam a mostra Mais que Humanos. Arte no Juquery. A proposta de ação educativa envolveu, ainda, outros projetos, como Toque, exposição processual e colaborativa de Hélio Schonmann, e Vidas em obras, desenvolvido pelo coletivo Casadalapa, em 2015 e 2016.

Arte, cultura, saúde e território também dialoga com o Projeto Burgos, em exposição nas Galerias Mario Schenberg e Flávio de Carvalho e no Centro de Convivência Waly Salomão, do Complexo Cultural Funarte SP. A mostra, idealizada por Duílio Ferronato e Eduardo Besen, discute a vida em uma cidade como São Paulo, mostrando como os conflitos urbanos se manifestam no campo da arte.

Complexo Cultural Funarte SP
(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos)

Encontro: Arte, cultura, saúde e território
Dia 29 de setembro. Sexta, das 14h às 18h.
Entrada franca

Mais informações:
(11) 3662-5177
funartesp@gmail.com