Você está em: Página InicialAgenda CulturalMúsicaShow do Conjunto Época de Ouro: cantor Roberto Seresteiro é o convidado

Agenda Cultural / Música

Show do Conjunto Época de Ouro: cantor Roberto Seresteiro é o convidado

Publicado em 14 de julho de 2013 Imprimir Aumentar fonte
Foto Roberto SeresteiroShow epoca de ouroSala Funarte 2013
Roberto Seresteiro

Sobre o evento

O Projeto Música na Cidade apresenta o programa semanal do grupo, às segundas-feiras, com entrada franca

O Conjunto Época de Ouro recebe o cantor e professor de História da Música Popular Brasileira, Roberto Seresteiro, como convidado para o show desta segunda-feira, dia 15 de junho, às 17h, na Sala Funarte Sidney Miller, no Centro do Rio. Com entrada gratuita, a apresentação semanal do grupo faz parte do projeto Música na Cidade, realizado pela Fundação Nacional de Artes – Funarte, através do seu Centro da Música. O Programa Época de Ouro é transmitido ao vivo pela Rádio Nacional AM (1.130KHz).

Sobre o convidado – Roberto Saglietti Mahn, o Roberto Seresteiro, nasceu em Piracicaba, no interior de São Paulo. Desde pequeno, já gostava de cantar e foi incentivado pelo avô, Amando Saglietti, que é colecionador de discos e livros, a apreciar a música popular brasileira – principalmente da chamada “Época de ouro” (dos anos 1930, início das gravações elétricas, aos 50), a “Era do rádio”. Na adolescência passou a frequentar rodas de choro, samba e seresta em sua cidade natal, onde teve contato direto com diversos instrumentistas e cantores da região. Começou a cantar profissionalmente aos 19 anos, em 2003, em Piracicaba.

Desde então, se apresenta regularmente, em todo o Estado de São Paulo. Seu repertório é formado principalmente por gêneros tradicionais da música popular brasileira, como a valsa, a seresta, a canção, a modinha, o choro, o samba, o samba-canção e o samba-de-breque. Seu estilo peculiar de canto, que lembra os velhos tempos, somados ao repertório característico e à ênfase na interpretação, lhe renderam o apelido de “Seresteiro”. Já cantou com nomes consagrados da música popular brasileira, tais como Inezita Barroso, Roberto Silva, Dóris Monteiro, Ana Bernardo, Roberto Luna, Dona Inah e Cauby Peixoto. Também cantou ao lado de talentos da nova geração, como Adriana Moreira, Tuco e o Batalhão de Sambistas, Márcio Gomes, entre outros.

Apresenta-se como cantor solista ao lado de diversos músicos, e com conjuntos. Atualmente, canta acompanhado do Regional Imperial, formado por jovens músicos: João Camarero – violão de 7 cordas; Junior Pita – violão; Lucas Arantes – cavaquinho e Rafael Toledo – pandeiro. Todos vêm da capital e do interior paulistas, mantendo sempre a formação clássica de choro e seresta: dois violões, um de seis e outro de sete cordas; um cavaquinho; um pandeiro e um solista convidado; flauta ou bandolim. Em 2010, apresentou “100 anos de Noel e Adoniran”, no Centro Cultural de São Paulo e em várias unidades do SESC – SP. Em 2012, apresentou duas recitais dedicados à música tradicional de São Paulo, nos shows “Rapaziada do Brás” e “Memórias paulistas”. Em maio de 2013, apresentou o recital “Orestes Barbosa – O Poeta da canção”, em homenagem aos 120 anos do nascimento do compositor e poeta, na Sala Baden Powell, no Rio de Janeiro.

No repertório de Roberto estão as músicas “Meu romance” – J.Cascata; “Salão Grenat” – Francisco Célio e Paulo Barbosa; “Dona Divergência” – Lupiscínio Rodrigues; “Ontem ao Luar” – Pedro de Alcântara e Catullo da Paixão Cearense; “Minha Palhoça” – J. Cascata; “A mulher que ficou na Taça” – Francisco Alves e Orestes Barbosa; “Faceira” – Ary Barroso; “Prêmio de consolação e “Aperto de mão” – ambas de Horondino Silva/Jaime Florence e Augusto Mesquita.

Sobre o Época de Ouro – Formado no Rio de Janeiro, o Conjunto Época de Ouro teve grande importância no chamado “movimento de resistência do choro”, na década de 1960, quando a bossa nova reinava quase absoluta no cenário musical brasileiro. Com o falecimento de seu fundador, Jacob do Bandolim, em agosto de 1969, alguns dos compromissos do Conjunto foram adiados. Ele somente retomou suas atividades em 1973, a convite de Paulinho da Viola, para participar do espetáculo “Sarau”, na Zona Sul carioca. Foi desta experiência que surgiu o Clube do Choro, idealizado por Paulinho da Viola e Sérgio Cabral, juntamente com todo um movimento no país, com o objetivo de dar maior visibilidade ao choro.

Atualmente, o Conjunto é formado por Jorginho do Pandeiro (diretor musical), Jorge Filho (cavaquinho), Ronaldo do Bandolim, Antônio Rocha (flauta), Toni Sete Cordas (violão de sete cordas) e André Belieni (violão). No repertório do grupo estão as músicas: “No bar do Osvaldo” – Dante Santoro; “Minha vez” – Pixinguinha; “Vidas Maltraçadas” – Dante Santoro; “Noite sem lua” – Antonio Rocha; “Aquele Chorinho” – Luiz Gonzaga; “A Deusa da Minha Rua” – Newton Teixeira; “Despertar da Montanha” – Eduardo Souto; “Bagaço” – Dante Santoro; “Modinha” – Sérgio Bittencourt; “Receita de Samba” – Jacob do Bandolim; “Graúna” – Jacob do Bandolim e “Porque Sonhar” – Jacob do Bandolim.

Toda segunda-feira, das 17h às 19h, a Sala Funarte Sidney Miller recebe o Época de Ouro e seus convidados, para o programa da Rádio Nacional, apresentado por Cristiano Menezes – sempre com entrada franca. A utilização do espaço resulta de uma parceria entre a Fundação Nacional de Artes e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Antes, a atração era transmitida do auditório da Rádio Nacional, que atualmente passa por reforma. Foi no prédio da emissora, na Praça Mauá, Centro do Rio, que muitos talentos da música brasileira, hoje nomes famosos, foram revelados.

Projeto Música na Cidade – Programa Época de Ouro

Conjunto Época de Ouro recebe o cantor e professor Roberto Seresteiro

Dia 15 de julho 2013, segunda-feira, das 17h às 19h

Apresentação gratuita

Convites na bilheteria, a partir das 15h

Classificação: 12 anos

Realização: Rádio Nacional AM – RJ (Empresa Brasil de Comunicação – EBC)

Parceria: Fundação Nacional de Artes – Funarte

Mais informações

Funarte/Centro da Música

Informações ao público:
cemus@funarte.gov.br (21) 2279-8087
Dia: 15 de julho de 2013 Horário: 17:00 às 19:00 Local: Sala Funarte Sidney Miller. Endereço: Palácio Gustavo Capanema – Rua da Imprensa, nº 16, Térreo, Centro, Rio de Janeiro (RJ)