Projeto ‘Frequência Ausente 19Hz’ em cartaz na Funarte SP | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialAgenda CulturalTeatroProjeto ‘Frequência Ausente 19Hz’ em cartaz na Funarte SP

Agenda Cultural / Teatro

Projeto ‘Frequência Ausente 19Hz’ em cartaz na Funarte SP

Publicado em 3 de agosto de 2018 Imprimir Aumentar fonte
Frequencia Ausente Foto Leticia Nara
'Frequência Ausente 19Hz. Foto: Letícia Nara.

Sobre o evento

De 11 de agosto a 1º de setembro, a Sala Arquimedes Ribeiro do Complexo Cultural Funarte SP recebe o espetáculo imersivo Frequência Ausente 19Hz, contemplado no programa Laboratório da Cena Funarte 2018. As sessões são sempre aos sábados, entre 14h e 16h30. A entrada é franca e o acesso é livre, por ordem de chegada.

Frequência Ausente 19Hz é uma experiência com áudio 3D binaural e imagens digitais. A produção insere arquivos de mídia, contendo áudios, vídeos e fotos, no smartphone do participante, que, com fones de ouvido, vivencia a primeira cena no próprio teatro. Em seguida, é guiado individualmente, por cerca de uma hora, pelas ruas do bairro.

Na história, um ator se prepara há anos para realizar seu projeto mais importante: um monólogo inspirado no romance A Náusea, de Jean-Paul Sartre. No entanto, ninguém aparece na noite de estreia: a platéia está vazia. Ele, sem encontrar sentido para existir, sai pelas ruas da cidade e se desmaterializa misteriosamente. A experiência começa no teatro onde tudo aconteceu. Lá, o ator reaparece para o público-ouvinte por meio dos fones de ouvido, conduzindo-o aos caminhos que traçou pelas ruas da Barra Funda no dia de seu desaparecimento. A filosofia existencialista de Sartre inspira livremente a criação da narrativa. A jornada do ator desiludido ressignifica a cidade e sua identidade, abrindo espaço para percepções existenciais do público na relação com o espaço ao redor e a história local.

O espetáculo – que já foi apresentado em equipamentos culturais de São Paulo, São José do Rio Preto, Curitiba, São João Del Rei, Santa Maria da Feira (Portugal) e Podgorica (Montenegro) – tem estrutura narrativa com início, meio e fim pré-definidos. No entanto, a dramaturgia da obra surge sempre a partir de um processo site specific, ou seja, uma dramaturgia exclusiva sobre um percurso único, criado de acordo com as características e particularidades do local em que é apresentado. Nessa temporada, lugares de memória como o Castelinho da Rua Apa, o Theatro São Pedro e a Casa Mário de Andrade estão entre os pontos de parada do público no percurso.

A tecnologia binaural permite que o publico-ouvinte sinta com grande realidade a presença do ator no passado e no presente simultaneamente. Já os áudios mono, que cumprem também a função de áudio-guias, são caracterizados por carregarem reflexões, sensações e lembranças do personagem. Por serem ditos sempre em primeira pessoa, acabam transmutando o público ouvinte no ator, como se os pensamentos fossem do próprio participante. Dessa forma, a relação complementar entre áudio e espaço físico, que a dramaturgia site specific possibilita, aumenta a vivência da história e a experimentação aprofundada da cidade. Os vídeos e as fotos são produzidos também em processo site specific, apresentando registros de imagens capturadas pelo personagem no dia de sua desmaterialização, o que cria uma espécie de realidade aumentada. Esses dados complementam a narrativa em áudio e podem ser visualizados pelo participante na tela do seu próprio smartphone.

Sobre a ExCompanhia de Teatro
Foi criada a partir de um grupo de pesquisa formado por artistas envolvidos com produção cultural e teatro. Em 2012 realizou seu primeiro projeto, EU – Negociando Sentidos, uma experiência teatral transmídia imersiva que unia redes sociais e encontros virtuais com personagens, além de encontros presenciais em uma casa e em diversos lugares da cidade. O projeto foi apresentado em São Paulo e em Munique, na Alemanha, convidado pela Kunstlerhaus Villa Waldberta para uma residência artística. No fim de 2013, a ExCompanhia de Teatro foi selecionada no edital de Copatrocínio Fomento ao Audiovisual da Prefeitura de São Paulo para transformação de EU -  Negociando  Sentidos em série de TV / websérie. Em 2017, lançou O Enigma Voynich, áudio série binaural com grafite digital via aplicativo, patrocinado pelo ProAC Artes Integradas SP da Secretaria de Estado da Cultura e disponível ininterruptamente para download gratuito na cidade de São Paulo. No momento, está em processo de pesquisa de seu novo experimento de teatro transmídia @BABEL, com leituras, discussões conceituais, pesquisas de texto e pesquisas de campo com experimentos nas ruas de São Paulo. A estreia está prevista para 2019. A companhia também desenvolve o projeto Jornada, uma experiência em áudio disponível para download gratuito, que consiste em áudios-guia com dramaturgia criada em site specific a partir da memória histórica de espaços públicos e ruas.

Programa Laboratório da Cena Funarte 2018

Sala Arquimedes Ribeiro – Complexo Cultural Funarte SP
(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP)

Espetáculo: Frequência Ausente 19Hz
De 11 de agosto a 1º de setembro. Sábados, entre 14h e 16h30.
Gratuito. Acesso livre, por ordem de chegada.
Duração: 75 minutos. Classificação etária: 14 anos
Capacidade: 20 pessoas por dia. Experiência individual.
Recomendação: levar o próprio smartphone.

Ficha técnica:
Criação e direção: Bernardo Galegale e Gustavo Vaz | Dramaturgia: Bernardo Galegale, Gustavo Vaz e Gabriel Spinosa | Texto e interpretação: Gustavo Vaz | Direção de som: Gabriel Spinosa | Produção: Bernardo Galegale e ABGV São Paulo Produções | Apoios: Teatro do Centro da Terra, Casa Mário de Andrade | Realização: ExCompanhia de Teatro

Mais informações:
(11) 98186-0195 | 99614-0009 (ExCompanhia)
(11) 3662-5177 | 3822-5671 (Funarte SP)
funartesp@gmail.com

Dia: 25 de agosto de 2018 Horário: 14:00 às 16:30 Local: Sala Arquimedes Ribeiro – Complexo Cultural Funarte SP. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP.