‘Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim…’ e ‘Canto dos malditos’, na Sala Renée Gumiel (SP) | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialAgenda CulturalDança‘Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim…’ e ‘Canto dos malditos’, na Sala Renée Gumiel (SP)

Agenda Cultural / Dança

‘Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim…’ e ‘Canto dos malditos’, na Sala Renée Gumiel (SP)

Publicado em 5 de novembro de 2018 Imprimir Aumentar fonte
Oxala divulgacao
Espetáculo 'Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim…'. Foto: divulgação.

Sobre o evento

Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim… é uma performance com Zé Maria Carvalho e Vitor da Trindade, desenvolvida nos Encontros Improváveis do núcleo OMSTRAB. A proposta é articular tradição e contemporaneidade, um encontro que se dá com a produção de imagens-sensação, a partir de intensidades sonoras e afetivas. Oxalá é tido como força propulsora.

Já Canto dos malditos é um espetáculo solo de dança contemporânea que exacerba no corpo a solidão, o fracasso, a tristeza e a desesperança frente às atrocidades da vida. Abranches traz para a cena, como um desabafo, seus conflitos e questões sobre o homem e sua inconsistência, sobre a precariedade das relações que nunca se completam, sobre o amor e o abandono.

Sala Renée Gumiel – Complexo Cultural Funarte SP
(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP)

Dança se move ocupa
De 11 de novembro a 16 de dezembro

Espetáculos: Oxalá tem as chaves de todas as portas diante de mim… (com Zé Maria Carvalho e Vitor Trindade) e Canto dos malditos (com Marcos Abranches)
Mediação de Juliana Moraes
Dia 25 de novembro | Domingo, às 18h
Ingressos: R$ 10 (meia-entrada: R$ 5) – Cartões não são aceitos
A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.
Duração: 30 minutos (Oxalá…) e 25 minutos (Canto dos malditos). Classificação etária: livre.

Ficha técnica:
Canto dos malditos – Direção geral, artística, concepção e coreografia: Marcos Abranches | Assistente de direção: Jefferson Duarte | Orientação dramatúrgica: Sandro Borelli | Trilha sonora / concepção: Marcos Abranches | Ambientação sonora: Pedro Simples | Operação de vídeo, som e luz: Pedro Simples | Fotos e vídeos: Gal Oppido | Apoio: APAA – Associação Paulista dos Amigos da Arte e Galeria Olido | Direção de produção: Solange Borelli – Radar Cultural Gestão e Projetos

Mais informações:
(11) 3662-5177
(11) 3822-5671 (bilheteria – abre uma hora antes do espetáculo)
funartesp@gmail.com

Dia: 25 de novembro de 2018 Horário: 18:00 às 18:55 Local: Sala Renée Gumiel – Complexo Cultural Funarte SP. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP.