‘Manifesto inapropriado’, na Funarte SP | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialAgenda CulturalTeatro‘Manifesto inapropriado’, na Funarte SP

Agenda Cultural / Teatro

‘Manifesto inapropriado’, na Funarte SP

Publicado em 6 de março de 2018 Imprimir Aumentar fonte
manifesto_mayconsoldan-7854
Espetáculo 'Manifesto inapropriado'. Foto: Maycon Soldan.

Sobre o evento

Dirigido por Rodrigo Mercadante (da Cia. do Tijolo), o espetáculo foi construído coletivamente a partir de depoimentos, entrevistas, notícias de jornal e denúncias de LGBTfobia em redes sociais. Segundo pesquisa feita em 2016 pela Rede TransBrasil e pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), o Brasil é o país que mais mata a população LGBT+ em todo o mundo. A ideia do manifesto cênico é questionar as estruturas sociais que oprimem essa comunidade e propor alternativas aos discursos de ódio por meio da poesia, da música e do canto, levando em conta a complexidade real de todas as questões que cercam esse universo.

Sala Carlos Miranda – Complexo Cultural Funarte SP
(Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos)

Espetáculo: Manifesto Inapropriado
De 9 de março a 1º de abril. Sextas e sábados, às 21h, domingos, às 20h.
Ingressos: R$ 20 (meia-entrada: R$ 10) – Cartões não são aceitos
A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.
Duração: 90 minutos. Classificação etária: 16 anos.

Ficha técnica:
Direção: Rodrigo Mercadante | Direção musical: Paulo Ohana |  Elenco: Lucas Sequinato e Ton Ribeiro | Músicos: Paulo Ohana e Theo Yepez | Figurino e cenário:  Ângela Sauerbronn de Andrade | Iluminação: Ton Ribeiro | Técnica e operação de luz e som: Karen Mezza | Maquiagem: Bruna Sequinato | Direção de movimento: Gabriel Küster | Arte e design gráfico: Bruno Cardoso | Dramaturgia coletiva | Produção: Cia. Histriônica de Teatro

Mais informações:
(11) 3662-5177
(11) 3822-5671 (bilheteria – abre uma hora antes dos espetáculos)
funartesp@gmail.com

Dia: 17 de março de 2018 Horário: 21:00 às 22:30 Local: Sala Carlos Miranda – Complexo Cultural Funarte SP. Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos.