Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016 | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialEditaisResultadoPrêmio Funarte de Composição Clássica 2016

Editais / Resultado

Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016

Relacionado a: Música
Publicado em 26 de agosto de 2016 Imprimir Aumentar fonte

Sobre o Edital

ETAPA 2 –  SELEÇÃO:  RESULTADO FINAL

A Fundação Nacional de Artes – Funarte divulgou, no dia 17 de novembro, o resultado final do Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016. Ao todo foram premiados 46 compositores, nas categorias obra para orquestra de câmara (R$ 22 mil); peças para orquestra de cordas (R$ 18 mil); partituras para conjuntos de seis a dez intérpretes (R$ 17 mil); obras para conjuntos de três a cinco intérpretes (R$ 12 mil); peças para solista ou duo (R$ 11 mil). O objetivo foi selecionar partituras inéditas para compor o repertório da XXII Bienal de Música Brasileira Contemporânea – a ser realizada pela instituição em outubro de 2017. O investimento total é de R$ 1,1 milhão.

Acesse aqui a portaria com o resultado final

Acesse aqui a portaria que instituiu a comissão de seleção

__________________________

A Fundação Nacional de Artes – Funarte divulgou, no dia 8 de novembro, a lista de projetos selecionados para o Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016. O prazo para interpor recurso ao Centro da Música é de dois dias úteis a partir da divugação do resultado, ou seja, até o dia 10 de novembro. Os pedidos devem ser enviados para o endereço eletrônico: classicos.funarte@gmail.com.

Nota de esclarecimento:
Concluída a análise dos projetos identificados apenas por números, os membros da Comissão, repetindo procedimento adotado em Comissão análoga anterior, decidiram que das dez obras previstas no Edital para a categoria “seis a dez instrumentos”, apenas sete mereciam aprovação. O valor correspondente aos três prêmios suprimidos foi transferido para a categoria “um a dois instrumentos”, que passou de dezesseis para vinte obras.

Acesse aqui a lista de selecionados

___________________________________________

ETAPA 1 – HABILITAÇÃO

DIVULGADAS AS RELAÇÕES DE HABILITADOS E DE INABILITADOS

A Fundação Nacional de Artes – Funarte Divulgou as relações de compositores habilitados e inabilitados a este processo seletivo. A divulgação foi realizada no dia 24 de outubro de 2016, segunda-feira.

Acesse aqui a lista de habilitados

Acesse aqui a lista de inabilitados

___________________________

EDITAL RETIFICADO NO DIA 16/09/2016

Acesse a nova versão aqui

Acesse aqui a errata da versão anterior

INSCRIÇÕES ABERTAS ATÉ O DIA 13 DE OUTUBRO DE 2016

A Fundação Nacional de Artes – Funarte lançou, no dia 25 de agosto, o edital do Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016. No concurso, serão selecionadas 45 partituras inéditas para compor o repertório da XXII Bienal de Música Brasileira Contemporânea – a ser realizada pela instituição em outubro de 2017.

No edital serão contempladas: uma obra para orquestra de câmara, com prêmio de R$ 22 mil; seis peças para orquestra de cordas, com prêmiações de R$ 18 mil; 10 partituras para conjuntos de seis a dez intérpretes, com prêmios de R$ 17 mil; 12 obras para conjuntos de três a cinco intérpretes, com prêmios de R$ 12 mil; e 16 peças para solista ou duo, com prêmios de R$ 11 mil.

O texto completo do edital, acessível no link abaixo, traz outras informações essenciais.

As propostas deverão ser encaminhadas impreterivelmente até o dia 13 de outubro próximo, juntamente com a ficha de inscrição e a documentação solicitada, para o seguinte destinatário:

“ Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016
Centro da Música / Fundação Nacional de Artes – Funarte
Rua da Imprensa 16, sala 1308
20030-120 – Rio de Janeiro (RJ) ”

Acesse aqui o edital

Acesse aqui a ficha de inscrição

A portaria que institui o edital foi publicada no Diário Oficial da União do dia 25 de agosto de 2017. Acesse-a aqui.

Obras encomendadas a compositores selecionados

Também integrarão o repertório da XXII Bienal de Música Brasileira Contemporânea outras 15 obras, encomendadas a compositores selecionados por uma comissão eleitoral de dez intérpretes, de notório saber,  escolhidos pela Funarte. São eles: Aloysio Fagerlande, André Cardoso, Celina Szrvinsk, Erick Magalhães de Vasconcelos, Fabio Mechetti, Fabio Presgrave, Freddy Gerling, Guilherme Mannis, Luís Afonso Montanha e Roberto Tibiriçá.

A seleção realizada por esses músicos contemplou os compositores: Aylton Escobar, Dimitri Cervo, EdinoKrieger, Edson Zampronha, Eli-Eri Moura, Ernani Aguiar, João Guilherme Ripper, Liduino Pitombeira, Marisa Rezende, Marlos Nobre, Oiliam Lana, Paulo Costa Lima, Ricardo Tacuchian, Ronaldo Miranda e Wellington Gomes.

Mais informações
Fundação Nacional de Artes – Funarte
Centro da Música/ Coordenação de Música Erudita
clássicos@funarte.gov.br

Resultado ?

Já foi divulgada a relação dos projetos classificados. Os proponentes contemplados devem proceder às próximas etapas previstas pelo edital (ex.: envio de documentação).