Solo gratuito ‘Reversible’ faz única apresentação no Teatro Cacilda Becker, no Rio | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialDançaTodas as notíciasSolo gratuito ‘Reversible’ faz única apresentação no Teatro Cacilda Becker, no Rio

Solo gratuito ‘Reversible’ faz única apresentação no Teatro Cacilda Becker, no Rio

Montagem do coreógrafo francês Bouziane Bouteldja mergulha nas raízes da cultura muçulmana

Publicado em 19 de fevereiro de 2018 Imprimir Aumentar fonte
E-flyer “Reversible” – Divulgação
E-flyer "Reversible" - Divulgação

Na quarta-feira, dia 28, o Teatro Cacilda Becker, no Largo do Machado, Zona Sul do Rio, recebe o solo Reversible, às 19h. Com entrada gratuita, a montagem criada em 2015 pelo bailarino e coreógrafo francês Bouziane Bouteldja, tem como tema a opressão religiosa e as antigas tradições da cultura muçulmana. Por já ter sido vítima de intolerância, o bailarino mergulha nas raízes da religião para tentar entender como o corpo e os espíritos se submetem à opressão moral, física e religiosa. Situações criadas por um ambiente propício a tabus, frustrações, violências morais, físicas e sexuais.

O objetivo do Reversible é falar sobre o problema do corpo, sobre saber como o corpo pode ajudar a curar um trauma. O título, portanto, tem um significado concreto e otimista. Este solo conta a história de um corpo livre de múltiplas prisões que podem estar relacionadas à religião, educação que evita a emancipação ou aos códigos sociais de uma comunidade. Em todo lugar, o estresse é exercido e o corpo se acostuma, mas às vezes, a pressão acumulada precisa sair. Na vida, a dança também é um meio para libertar-se dessas tensões. A montagem, reconhecida internacionalmente, terá uma versão diferente para a apresentação no Teatro Cacilda Becker. A duração do espetáculo de dança será reduzida em menos 30 minutos.

Sobre a Cia Dans6t
Criada em 2001 por um grupo de jovens, a Associação e Cia Dans6t é dirigida desde 2007 pelo coreógrafo Bouziane Bouteldja. O trabalho da companhia se organiza em torno de diversos eixos: criações coreográficas de Bouziane Bouteldja; dança a serviço da ação cultural e social; ações vinculadas à política para as cidades (dispositivos do Ministère de l’Intérieure do Ministère de la Culture) e aulas de dança. Segundo os idealizadores, dar um testemunho das experiências vividas por meio da dança é uma necessidade vital do coreógrafo. As criações são fruto de encontros que reforçam o desejo de trazer à cena seus questionamentos.

Sobre o coreógrafo e bailarino Bouziane Bouteldja
Bouziane Bouteldja descobriu o hip hop em 1998 praticando o break dance. Membro da Zulu Nation. Em 2009, criou sua primeira peça coreográfica : Pas si compliqué. Com o tema boa alimentação e dança como atividade física, Kif l’équilibre, foi criada em 2010. Em 2012, criou a peça Altérité, em parceria com Coraline Lamaison, que tem como foco o questionamento das diferenças. Com este projeto, recebeu o prêmio do júri no concurso de dança contemporânea (Re)connaissance. Com o intuito de elaborar a coreografia Réversible, Bouziane se associou a Gilles Rondot, com quem desenvolveu uma reflexão sobre a emancipação do indivíduo no mundo árabe-muçulmano, também no contexto dos debates franceses sobre a laicidade e a liberdade de consciência. Esta peça foi apresentada mais de 30 vezes em diversos festivais na França e também em outras partes do mundo. Em 2016, com Faux semblants, Bouteldja se questiona: “Podemos ser nós mesmos, devemos desempenhar papéis para sermos aceitos e ouvidos?”. Esta peça foi apresentada em 10 de novembro de 2016 no Parvis da Scène Nationale de Tarbes e, em seguida, na França e no Marrocos. Nesse mesmo ano (2016), o coreógrafo foi nomeado Chevalier des Arts et des Lettres pelo ministro da Cultura (França).

Serviço:

Solo Reversible, da Cia Dans6t
Com o coreógrafo e bailarino Bouziane Bouteldja

Dia 28 de fevereiro, quarta-feira, às 19h

Espetáculo gratuito

Local: Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete, 338
Largo do Machado – Rio de Janeiro (RJ)
Tel.: (21) 2265-9933