Outubro traz atrações para crianças, jovens e adultos no Teatro Cacilda Becker, no Rio | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página Inicial › Funarte › Todas as notíciasOutubro traz atrações para crianças, jovens e adultos no Teatro Cacilda Becker, no Rio

Outubro traz atrações para crianças, jovens e adultos no Teatro Cacilda Becker, no Rio

O projeto 'Dançar Agora' apresenta exposição e oficinas gratuitas e espetáculos a preços populares

Relacionado a: Dança, Teatro
Publicado em 3 de outubro de 2017 Imprimir Aumentar fonte
Espetáculo OBS Mix – Divulgação
Espetáculo OBS Mix - Divulgação

De 5 a 29 de outubro, o Teatro Cacilda Becker, no Largo do Machado, no Rio, recebe o projeto Dançar Agora. A programação é destinada aos olhares de crianças e jovens e tem o intuito de garantir espetáculos e atividades pedagógicas de qualidade artística também voltada para os pais e os responsáveis. O projeto foi contemplado pelo Edital Ocupação do Teatro Cacilda Becker 2017, da Fundação Nacional de Artes – Funarte.

A exposição Pode Mexer! será aberta no próximo dia 5 de outubro, às 15h, e logo depois, às 17h, o público pode participar de uma oficina com dois grandes nomes da dança no Brasil: Angel Vianna e Norberto Presta. Já no dia 13, após o feriado, a bailarina e coreógrafa Jussara Miller também ministra sua oficina no Cacilda Becker, às 10h. Essas atividades têm entrada gratuita. Já os ingressos para as montagens de dança apresentadas durante a ocupação custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

Exposição "Pode mexer!"- Divulgação

Dançar Agora é realizado pela Trânsito Produções Culturais e conta com a participação de grupos e artistas como: Angel Vianna; Cia de Dança Teatro Xirê; Patrícia Pereira, da Faculdade de Dança da UFRJ; Orquestra Brasileira de Sapateado; Cia Dançar a Vida, da Escola de Dança Petit Danse e Esther Wietzman Cia de Dança. A ação formativa promovida pela ocupação é pautada na divulgação de livros sobre dança; exibição gratuita de vídeos de espetáculos e de videodança; bate-papo com a plateia, entre outras atividades simples e efetivas, que se baseiam na integração das pessoas nos intervalos das ações artísticas, chamadas pelos organizadores de “Espaço de Convivência”.

Bailarina Angel Vianna - Foto: Maurício Maia

Diretora artística da Ocupação, Andrea Elias explica a importância da ocupação dos teatros. “Por que ocupar um teatro hoje? Porque precisamos! Como artistas precisamos estar em ação. Ou seja, precisamos atuar. Dançar Agora reflete uma urgência: a de ocupar o teatro, de estar em cena, de produzir artisticamente, de estar com os pares, de encontrar o público, de escutar aplausos, de dançar…” E acrescenta: “Ocupar um teatro precisa ter sentido para nós como produtores. O que significa que a ação tenha consequências tanto para aqueles que frequentam quanto para os que são frequentados, ou seja, os artistas. Onde nós, como sócios-artistas-produtores, nos incluímos”, conclui Andrea.

Com o objetivo de aproximar ainda mais a arte da dança da população local, a ocupação Dançar Agora promove acesso gratuito de alunos da rede pública de ensino às atividades desenvolvidas pelas companhias.

Montagem Chapeuzinho Amarelo - Divulgação

Programação do mês de outubro

Dia 5 de outubro

15h - Abertura da exposição Pode Mexer!
Atividade interativa em dança que foi criada especialmente para o público infantojuvenil. O espaço é ambientado com objetos criados a partir das pesquisas para criação de seus espetáculos. Todo o espaço é criado de modo que a exploração do movimento seja favorecida, tanto do objeto quanto do corpo daquele que estiver fazendo a visitação.

17h - Oficina com Angel Vianna e Norberto Presta

Dia 6 de outubro

20hEspetáculo adulto Amanhã é outro dia! (sessão com acessibilidade)
Indagando a memória de Angel, o diretor pretende reconstruir, de modo artístico, o percurso das suas últimas décadas de carreira. “Amanhã é outro dia!” traz à tona a memória do corpo da mestra-bailarina em seus 87 anos de existência. No palco, Angel dança e conta a sua história através de uma coreografia autoral, fato inédito desde seu último solo “Angel, simplesmente Angel”, em 1997.

Dia 7 de outubro

16h - Espetáculo infantil Quando Crescer, Eu Quero Ser…
É um espetáculo de dança-teatro para crianças que faz uma crítica divertida e, em consequência, um alerta para os caminhos que costumamos traçar em busca de nossas idealizações. Jujuba de Morango – a personagem clown bailarina – está em busca de sua realização: tornar-se a primeira bailarina da Cia.

20h – Espetáculo adulto Amanhã é outro dia!

Dia 8 de outubro

16h – Espetáculo infantil Quando Crescer, Eu Quero Ser…
19h – Espetáculo adulto Amanhã é outro dia!

Dia 11 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!

Dia 12 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!
16h -
Espetáculo infantil Quando Crescer, Eu Quero Ser…

Dia 13 de outubro

10h - Oficina com Jussara Miller
20h
Espetáculo adulto Corpo Sentado
É um diálogo entre dança e fotografia, que tem o intuito de aprofundar na essência da contemporaneidade. O espetáculo reconhece o sentar de hoje como vertiginosamente habitado e capturado pelas imagens tecnológicas das telas diárias de computadores, celulares e TVs. Além de tantas outras janelas que capturam o nosso olhar enquadrado no paradoxo das imagens virtuais que fazem presente algo que está ausente, como um modo de existir cotidiano.

Dia 14 de outubro

16h – Espetáculo infantil Quando Crescer, Eu Quero Ser…
20h
Espetáculo adulto Corpo Sentado

Dia 15 de outubro

16h – Espetáculo infantil Quando Crescer, Eu Quero Ser…
19h
Espetáculo adulto Corpo Sentado

Dia 18 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!

Dia 19 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!

Dia 20 de outubro

15h - Espetáculo infantil Vagalumeando (sessão escola)
É no jogo criativo com os elementos cênicos balde e luz que nasce Vagalumeando, um espetáculo interativo que propõe aguçar a imaginação e a fantasia do público infantil. O vagalume, nossa inspiração, trouxe aos criadores um espírito, um jeito de entrar na infância e reacender o afeto, a alegria e o encantamento com a natureza e a vida.

20hEspetáculo adulto Dançar (não) é preciso
Em sua nova criação, a Esther Weitzman Companhia de Dança conversa com a pintura, nomeadamente a de Jackson Pollock. Dançar (não) é preciso, título que parafraseia às avessas o grande poeta português e consolida a expressiva atuação da companhia, que completa 18 anos de trabalho neste ano de 2017.

Dia 22 de outubro

16h – Espetáculo infantil Vagalumeando
19h
Espetáculo adulto Dançar (não) é preciso

Dia 25 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!

Dia 26 de outubro

Das 14h às 18hExposição Pode Mexer!

Dia 27 de outubro

15hEspetáculo para família Chapeuzinho Amarelo (sessão escola)
É inspirado no livro de Chico Buarque, onde o autor aborda com maestria, a eficácia simbólica da poesia. Através da dança, pretendemos contar a história de uma menina que transforma a fantasia dos contos em sua própria realidade. Uma heroína com características culturais de um novo tempo que enfrenta os conflitos presentes na criança moderna. E, muitas vezes, se deixa dominar pelo medo e esse medo de tudo a impede de viver como criança, isolando-a do mundo, da alegria e prazeres dos jogos infantis.

20h – Espetáculo adulto OBS Mix
A Orquestra Brasileira de Sapateado – OBS vai apresentar, harmonicamente, elementos de teatro, dança e música. A OBS pretende mostrar uma coletânea de alguns números exibidos ao longo dos 25 anos da Cia. As cenas são conduzidas pela 2ª geração da orquestra: as filhas dos sapateadores que, nascidas neste período, se juntam ao elenco, dançando e cantando.

Dia 28 de outubro

16hEspetáculo para família Chapeuzinho Amarelo
20h
- Espetáculo adulto OBS Mix

Dia 29 de outubro

16h – Espetáculo para família Chapeuzinho Amarelo
19h
Espetáculo adulto OBS Mix

Serviço:

Ocupação Dançar Agora, da Trânsito Produções Culturais

Período: de 5 a 29 de outubro

Ingressos dos espetáculos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Exposição e oficinas: entrada gratuita

Local: Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete, 338 – Largo do Machado, Rio de Janeiro, RJ
Telefone: (21) 2265-9933