Funarte Brasília recebe estreia do teatro candango | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página Inicial › Funarte › Todas as notíciasFunarte Brasília recebe estreia do teatro candango

Funarte Brasília recebe estreia do teatro candango

Jonathan Andrade e Giselle Rodrigues assinam direção e atuação de ‘Caipora quer dormir – Um espetáculo infantil para adultos’

Relacionado a: Dança, Teatro
Publicado em 11 de julho de 2017 Imprimir Aumentar fonte
caipora_foto diego bresani_1
'Caipora quer dormir' discute a abarrotada rotina de uma professora, na Funarte DF. Foto: Diego Bresani

Dois nomes que dispensam apresentações no universo das artes cênicas de Brasília – o do diretor Jonathan Andrade e o da atriz e dançarina Giselle Rodrigues – encontram-se pela primeira vez diante do público numa mesma montagem. Trata-se de Caipora quer dormir – Um espetáculo infantil para adultos, que estreia no Teatro Plínio Marcos do Complexo Cultural Funarte nesta quinta-feira (13).

Sob a direção de Jonathan, Giselle conta no palco a história de Filipa Caipora, uma professora que mora em um pequeno apartamento e nunca dorme. Adoecida e presa a uma série de rotinas e demandas, Filipa aprendeu a existir entre as urgências e as inúmeras tarefas que desempenha em suas várias rotinas.

“Lúdico e provocador”, na definição de seus produtores, Caipora quer dormir…traz “um enredo sobre nosso tempo, sobre os tantos papéis acumulados pela mulher, sobre a multiplicidade de uma jornada mundana, envoltos em uma narrativa não linear inspirada no universo cartoon, que responde pela provocação estética do espetáculo”.

A dupla diretor-intérprete estreia no palco, mas já é parceira há tempo no projeto brasiliense Aisthesis, dedicado à experimentação e à pesquisa sobre processos criativos nas áreas do teatro, da dança e da performance.

Fundador do grupo Sutil ato, Jonathan Andrade tem sua trajetória em Brasília marcada, logo de início, pelo sucesso de Autópsia (2014), uma adaptação de cinco obras de grande repercussão do dramaturgo brasileiro Plínio Marcos, no 14o aniversário de sua morte. Em 2016, o diretor é novamente consagrado pela crítica do Distrito Federal pelo espetáculo poético Poeira, inspirado em cartas e poemas da psicóloga Cristina Carvalhedo.

Giselle Rodrigues começou sua carreira aos 13 anos de idade, no grupo EnDança. Estudou na London Contemporary Dance School, na Inglaterra, de onde retornou para dirigir o baSiraH – Núcleo de Dança Contemporânea, em 1997. Em 2015, depois de duas décadas dedicadas à direção e à pesquisa acadêmica, Giselle ressurge nos palcos, ao lado do dançarino Édi Oliveira, com Fio a fio, espetáculo de dança e teatro que aborda a dureza e a doçura da velhice.

Depois da temporada na Funarte – que vai até 21 de julho, o espetáculo percorrerá escolas públicas do Distrito Federal.

SERVIÇO
Caipora quer dormir – Um espetáculo infantil para adultos
De 13 a 21 de julho | Quintas, sextas e sábado, 20h30; domingo, às 17h e às 19h30

Direção, figurino e cenografia: Jonathan Andrade | Dramaturgia: Jonathan Andrade e Glauber Coradesqui | Intérprete-criadora: Giselle Rodrigues | Patrocínio: Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal (FAC)

Duração: 70min | Classificação etária: 14 anos
Ingressos: R$20 (meia: R$10) Bilheteria abre às 16h de quinta a sábado, e às 15h no domingo. Não aceita cartão.

Local: Teatro Plínio Marcos do Complexo Cultural Funarte Brasília. Eixo Monumental, Setor de Divulgação Cultural, Brasília, DF. (Entre a Torre de TV e o Centro de Convenções)