Início do conteúdo
Notícias Funarte saúda o Dia Nacional do Circo e o Dia Mundial do Teatro

Funarte Notícias

Publicado em 26 de março de 2019

Funarte saúda o Dia Nacional do Circo e o Dia Mundial do Teatro

Pelo dia 27 de março, a Fundação Nacional de Artes felicita as comunidade ligadas a essas artes cênicas no Brasil; e saúda seu público

Funarte saúda o Dia Nacional do Circo e o Dia Mundial do Teatro Palhaco Gachola/ Clowns de Shakespeare

A Fundação Nacional de Artes – Funarte parabeniza artistas, produtores, técnicos, professores e estudantes de circo e de teatro, pelo Dia Nacional do Circo e Dia Mundial do Teatro – 27 de março.

O Dia Nacional do Circo é uma homenagem ao sempre relembrado “Rei dos Palhaços” do Brasil, Piolin (1897 – 1973), nascido na data, em Ribeirão Preto (SP). Filho de circenses, de nome Abelardo Silva, cresceu no picadeiro. Começou a carreira fazendo contorcionismo e acrobacia. Ganhou o apelido de artistas de circo espanhóis, por ser muito magro, ter pernas compridas e lembrar um barbante (“piolin”, na língua espanhola). Após longa trajetória em espetáculos, dentro e fora do picadeiro, a fama do palhaço cresceu muito ao receber homenagens, como o título de Artista Popular, dado pelos criadores da Semana de Arte Moderna, em 1922.

O Dia Mundial do Teatro foi criado em 1961 e marca a inauguração do Teatro das Nações, em Paris. Essa arte milenar é utilizada como expressão da cultural dos mais diferentes povos, desde a antiguidade. Desenvolve-se em diversos gêneros, como a farsa, a comédia, a tragédia, a tragicomédia; e por meio de várias modalidades, com recursos variados, como o teatro de formas animadas (bonecos, objetos e outros itens), o teatro musical e de revista, entre outras. Vem evoluindo ainda as linguagens direcionadas para crianças, adolescentes e até para bebês.

Entre outras ações, a Funarte preserva acervos históricos importantes das artes cênicas. Acesse aqui a matéria Dia Nacional do Circo e Mundial do Teatro: acervos da Funarte ajudam a manter viva a arte do efêmero, da Secretaria Especial de Cultura – Ministério da Cidadania).

Público e artistas face a face

No picadeiro circense são realizados números com equilibristas, mágicos, trapezistas, malabaristas, acrobatas, contorcionistas, palhaços, bailarinos e demais atores especializados em circo, circo-teatro e dança circense. Todos podem desenvolver técnicas as mais diferentes, com ou sem equipamentos, tais como: fita, monociclo, bola, argolas, pernas-de-pau, cama elástica, tecidos, aro e diabolô, entre outras. As formações de artistas variam desde o circo tradicional itinerante com lona, até as pequenas trupes, que se apresentam em teatros, nas ruas, ou  qualquer outro espaço.

Mas as artes do teatro e do circo sempre caminharam muito próximas, ou mesmo juntas, uma complementando a outra, num mesmo espetáculo. Um exemplo dessa união é a a Comédia Dell’Arte, gênero que reúne técnicas de personagem como a do clown e a do bufão e elementos de mímica, teatro e acrobacia – geralmente com certo improviso.

Pode ser destacada uma característica marcante das artes cênicas: elas colocam o público diante dos artistas, face a face, numa troca de emoções presencial, que dificilmente fica registrado – em momentos únicos. Isso é um dos pontos que as fazem singulares.

A ação da Funarte junto ao circo e ao teatro

A Funarte tem como uma de suas missões incentivar a cadeia produtiva dos setores de circo e teatro. Isso fica a cargo do Centro de Artes Cênicas da entidade. Na área circense, o Ceacen atua em duas frentes: por meio da Coordenação de Circo – responsável pela elaboração das políticas de incentivo à produção, difusão e documentação para esse campo –; e da Escola Nacional de Circo Luiz Olimecha, instituição de ensino que oferece cursos regulares de formação e reciclagem de artistas. Situada no Rio de Janeiro (RJ), ela é referência na América Latina; e é reconhecida pelo MEC e pelas principais instituições circenses estrangeiras.

Na esfera do teatro, O Centro de Artes Cênicas da Funarte, através da Coordenação de Teatro, desenvolve políticas de fomento à produção e circulação artística; além de ampla agenda de atividades culturais, realizadas nos espaços culturais da Funarte em Brasília, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Portanto, o circo e o teatro fazem parte da trajetória e do trabalho da Funarte não somente hoje, data que celebra essas artes, mas sempre. E envia calorosas felicitações a todos os que lidam e prestigiam essas atividades.

Mais informações e contatos na Funarte

Coordenação de Circo – coordcirco@funarte.gov.brcirco.funarte@gmail.com

Coordenação de Teatro: teatro@funarte.gov.br

Centro de Artes Cênicas: ceacen@funarte.gov.br

A Funarte é uma instituição vinculada ao Ministério da Cidadania – Governo Federal