‘Festclown’ chega à Funarte Brasília em sua 15ª edição | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialCircoTodas as notícias‘Festclown’ chega à Funarte Brasília em sua 15ª edição

‘Festclown’ chega à Funarte Brasília em sua 15ª edição

Evento internacional reúne 21 companhias em quatro dias de espetáculos, oficinas e brincadeiras

Publicado em 16 de maio de 2017 Imprimir Aumentar fonte
xuxu
O ator, diretor e ex-aluno da Escola Nacional de Circo Luiz Carlos Vasconcelos, o Palhaço Xuxu. Foto: divulgação

“Este evento é um dos maiores festivais de palhaços do Brasil, com uma programação muito rica, que recebemos com muita alegria”
João Carlos Corrêa – Coordenador de Difusão Cultural da Funarte em Brasília

Entre quarta-feira e domingo (17 e 21), o SESC DF leva ao Complexo Cultural Funarte Brasília um dos mais expressivos e tradicionais eventos das artes circenses no país – o Festclown, que este ano chega à 15ª edição.

Palhaços da Argentina, Estados Unidos, Itália e Brasil vão se revezar em 22 apresentações no Teatro Plínio Marcos e na área externa da Funarte, onde também não vai faltar, sábado e domingo, às 15h, recreação infantil com atividades de circo. A parceria entre SESC e Fundação Nacional de Artes faz parte da história do Festclown: das 15 produções do evento, 13 tiveram sede no Complexo Cultural Funarte.

Fora do Complexo, o festival realiza ainda, apresentações no Teatro SESC Paulo Gracindo (Gama), Teatro SESC Paulo Autran (Taguatinga Norte),Teatro SESC Newton Rossi (Ceilândia), Torre de TV, Hospital da Criança e asilos. E a programação de 2017 chega com outra novidade: oficinas gratuitas de teatro serão ministradas pelos próprios artistas participantes do evento (confira, abaixo, a programação completa).

O Festclown começa na quarta (17), às 20h, com uma Noite de Gala. Depois da abertura oficial, o Teatro Plínio Marcos será palco do espetáculo Spaghetti, com o clown italiano Leris Colombaioni e a atriz Lily Curcio. Todos os espetáculos têm entrada franca, mas o público pode levar um quilo de alimento não perecível para colaborar com o Programa Mesa Brasil, do SESC.

Artes Visuais na Funarte Brasília
Exposições contempladas com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea – Atos Visuais Funarte Brasília estão abertas à visitação na marquise e entorno do Complexo Cultural e na Galeria Fayga Ostrower
Iformações aqui

Cartaz

15o SESC Festclown
De 17 a 21 de maio | Quarta a domingo

Entrada franca

PROGRAMAÇÃO NA FUNARTE BRASÍLIA

Dia 17 de maio | Quarta
Teatro Plínio Marcos
20h: Abertura oficial
20h30: Espetáculo Spaghetti (Itália)
Número idealizado pelo falecido mestre clown italiano Nani Colombaioni, pai de Leris Colombaioni, que dirige o espetáculo. Com a palhaça, atriz e pesquisadora Lily Curcio. Um garçom trabalha dedicadamente para deixar tudo pronto para o grande dia da abertura de um restaurante mas bebe além da conta durante a festa de inauguração e faz tanta confusão que quase enlouquece seu primeiro cliente.
Duração aproximada: 55min | Classificação etária: livre

Dia 18 de maio | Quinta
Teatro Plínio Marcos
21h: Espetáculo Spaghetti (Itália)

Arena/Rodas
20h: Palhaça Maku Fanchulini (Argentina)
Palhaça de rua, acrobata, malabarista e mímica, a clown Maku completa 20 anos de carreira este ano. Maku começou sua trajetória como artista de rua nas praças de Buenos Aires e em festas populares, e aprimorou sua experiência e aprendizado técnico em temporadas no renomado circo argentino Vachi. Criadora de seu próprio material e detentora de uma arte tão antiga como contemporânea, já participou de festivais no Brasil, Argentina, Venezuela, Uruguai, Bolívia, Espanha e França.
Duração: 50min | Classificação etária: livre

Clownbarés
22h: Clownbaré Latinidades
Show de variedades
Duração: 90min | Classificação etária: 16 anos

Dia 19 de maio | Sexta
Teatro Plínio Marcos
20h: Espetáculo Exceções à gravidade (EUA)*
O norte-americano Avner the Eccentric (Avner Eisenberg) estreou este espetáculo na Broadway, em 1984. Desde então, o clown desafia com ele as barreiras de linguagem e cultura, em apresentações por todo o mundo. A criação dissolve os limites entre perder e ganhar. Sendo aquele que não consegue se enquadrar às normas da sociedade porque é um perdedor nato, o palhaço inverte a lógica dos fatos: consegue chamar a atenção e tem, como resultado, um ganho em afeto, dividido entre o amor e a pena.
Duração: 75min | Classificação etária: livre
Sessão também dia 20, no Teatro Plínio Marcos

Arena/Rodas
21h30: Espetáculo: Um palhaço mau pode arruinar sua vida (Argentina)
Com 24 anos de trajetória artística, o palhaço Chacovachi (Fernando Cavarozzi) é um verdadeiro vingador dos adultos em um mundo cheio de contrariedades, inocência, amargura, conformismo e rebeldia. Os malabares, a mágica, o equilibrismo e a modelagem de balões são o pretexto. Deus, a política, a morte, as drogas, o poder, a falsa modéstia, o amor, os ideais e o conformismo são os motivos para rir. Sua missão, neste mundo, é despertar almas desprevenidas.
Duração: 60min | Classificação etária: livre

Clownbarés
23h: Clownbaré do Artetude
Show de variedades
Show Pé de Cerrado
Juntos desde 1999, os integrantes da banda Pé de Cerrado têm em comum o interesse pela pesquisa das raízes da música popular brasileira. Há 12 anos, a partir de um convite para fazer a trilha sonora de uma peça de Ariano Suassuna, eles mergulham em ritmos e origens nos caminhos da música, poesia, teatro, folclore e circo. As letras do grupo incentivam o sentimento de responsabilidade e o respeito à natureza. E uma ciranda evoca a espiritualidade e traz as melhores energias.
Duração: 90min | Classificação etária: 16 anos

Dia 20 de maio | Sábado
Lona de Circo
17h: Espetáculo Silêncio total, vem chegando um palhaço (Brasil)**
O palhaço Xuxu (Luiz Carlos Vasconcelos), é “um palhaço cidadão”. Com este nome desde 1978, surgiu e se desenvolveu em experimentações e improvisos de rua. Luiz Carlos Vasconcelos é ator e diretor de teatro desde sua infância, em Umbuzeiro (PB). Estudou artes cênicas na Dinamarca e depois incorporou-se ao grupo teatral Intrépida Trupe. Na Escola Nacional de Circo da Funarte (RJ), aperfeiçoou técnicas circenses, entre elas equilíbrio e monociclo. Em 1992, na Paraíba, adaptou para o teatro o conto Vau da Sarapalha, de Guimarães Rosa. É também ator de cinema e de televisão.
Duração: 50min | Classificação etária: livre
**Sessão também dia 21, na Lona

Teatro Plínio Marcos
22h: Espetáculo: Exceções à gravidade*

Arena/Rodas
16h: Espetáculo Roda saia
Roda Saia Gira Vida mergulha com humor e poesia no universo dos clowns e das trupes mambembes de circo. O texto ou a trama propriamente dita são substituídos pela lógica das gags, dos jogos e das coreografias cênicas. Com este espetáculo, o Teatro de Anônimo já percorreu países como Argentina, Noruega, Itália, Espanha, Portugal, Peru e diversos estados brasileiros, em 22 anos de estrada.
Duração: 50min | Classificação etária: livre
19h: Palhaço Tomate (Argentina)
“Existem especialistas em todas as áreas da arte, da ciência e da tecnologia, especialistas em termodinâmica, especialistas em física quântica … ser especialista em balões, para mim, pareceu tão inútil quanto tudo isso”, brinca o palhaço Tomate (Victor Avales), internacionalmente reconhecido como um mago nesta atração circense. Comediante, palhaço, malabarista, balloon international showman, Tomate começou a vida como vendedor de balões nas ruas de Buenos Aires e já percorreu mais de 26 países com este espetáculo que, além de risos e encantamento, também convida à reflexão.
Duração: 45min | Classificação etária: livre
21h Espetáculo: O Pregoeiro (Brasil)
Idealizador e fundador do grupo Teatro de Anônimo (1986), Márcio Libar escolhe o perdedor como a sua maneira de definir o palhaço. Roupas coloridas, gestos alegres e sorrisos largos trazem referências ao vagabundo, ao pobre, àquele que perdeu para o sistema mas não se rende à autopiedade. A partir do tripé ator, palco e plateia, Libar traça sua busca pelo reconhecimento como um pop star, e a conformação em ser “probrestar” mesmo. Ele faz várias tentativas frustradas para receber o amor de seu público, mas só quando entra em contato com o palhaço e o compreende como “o perdedor” é que realmente se encontra e se reconhece.
Recomendação etária: 10 anos | Duração: 70min

Clownbarés
23h: Clownbaré do Agenor
Show de variedades. Homenagem a Domingos Montagner

Dia 21 de maio | domingo
Teatro Plínio Marcos
18h e 21h: The best of Leo Bassi (Itália)
Leo Bassi, “bufão por antonomásia” nascido em Nova Iorque durante uma turnê dos pais pelos Estados Unidos, preparou um evento teatral especial, “The best of”, espetáculo que recompila os melhores números de sua carreira. Herdeiro de uma extirpe de comediantes excêntricos e de palhaços circenses que atuou ininterruptamente por 170 anos, Leo Bassi é mundialmente reconhecido por suas atuações teatrais extravagantes e suas ações provocadoras. De sua família herdou não só habilidades surpreendentes – é exímio antipodista (malabarista com os pés) – mas também, seu espírito libertário e irreverente.
Duração: 90min | Recomendação etária: 14 anos

Lona de Circo
16h30: Espetáculo Silêncio total, vem chegando um palhaço (Brasil)**
19h30: Roda de gala – Brincadeiras de circo

Arena/Rodas
15h30: Espetáculo Menu del giorno (Itália)
Menu del giorno é uma apresentação de malabarismo cômico numa típica atmosfera de trattoria italiana. Produzido pela Compagnia Bellavita (Antonio Tremani e Andrea Farnetani), o espetáculo é um menu visual: números de habilidades e esquetes se passam como durante o curso de uma refeição, trazendo curiosidade e suspense ao público. Manipulação de cordas, garrafas e pratos, truques incríveis com colheres, copos, ovos e xícaras de café, uma coreografia “latina” que envolve de uma a cinco bolas de futebol, um faquir “muito italiano” e um teste final de nervos vai criar no espectador um sentimento misto de alegria a tensão. O malabarismo é o protagonista, mas não faltam este espetáculo o clown e a leveza cômica.
Duração: 60min | Classificação etária: livre
17h30: Espetáculo: Histórias de Teatro e Circo – especial 40 anos
Histórias de Teatro e Circo é a cristalização de momentos vivenciados pelo grupo de formação familiar Carroça de Mamulengos nos seus 40 anos de vivência artística. As cenas e os bonecos foram criados a partir do nascimento e crescimento de cada filho, conhecimento passado de irmão para irmão. Revelam o amadurecimento de uma família que surgiu e se desenvolve a cada dia, a cada espetáculo, onde o palco é um espaço natural, uma extensão do próprio lar. A Família Carroça reúne, em seu repertório, as montagens O Benedito (1980), Mamulengo é Terno Divino (1981), O Palhaço Alegria (1982), Barraca da União (1984), A engenhosa história da vida (1990),OOs quatro elementos (1992), Historias de Teatro e Circo (1996), Afilhados do padrinho (2002), Felinda (2010), Pano de roda (2012), e Janeiros (2015).

Local: Complexo Cultural Funarte Brasília
Eixo Monumental Setor de Divulgação Cultural – Lote II (entre a Torre de TV e o Clube do Choro) , Brasília
Tel.: (61) 3322-2032

PROGRAMAÇÃO FORA DA FUNARTE

Teatro Paulo Gracindo -Gama
19 maio | 20h: Roda saia – Teatro de Anônimo
20 de maio | 20h: Menu del giorno
21 de maio | 17h: Inha Clown – Circo Rebote

Teatro Newton Rossi – Ceilândia
19 de maio | 20h: O Pregoeiro
20 de maio | 20h: Histórias de Teatro e Circo
21 de maio | 17h: Payasa Maku

Teatro Paulo Autran – Taguatinga Norte
19 de maio | 20h: Palhaço Tomate
20 de maio | 20h: De malas prontas – Cia. Pé de vento
21 de maio | 17h: Bom apetite – Pepe Nunes

Oficinas
Nos dias 18 e 19 de maio, das 9h às 12h, as oficinas serão ministradas pelo palhaço argentino Tomate e pelo diretor teatral de formação e palhaço por especialização, Marcio Libar (RJ). No mesmo período, no horário das 14h às 18h, será a vez do palhaço argentino Chacovachi e do italiano Leris Colombaioni. Já nos dias 20 e 21, das 9h às 13h, o palhaço Avner (USA) comandará a oficina.
Inscrições: teatrosescsilviobarbato@hotmail.com e colocar no assunto o nome do artista relacionado
Local: Unidade Sesc Presidente Dutra
Participação gratuita

Palhaço Tomate. Foto: divulgação

*Com aspas da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Cultura (MinC)