Início do conteúdo
Notícias Mesa-redonda encerra mostra de Fernando Vilela em São Paulo

Funarte Notícias

Publicado em 11 de agosto de 2011

Mesa-redonda encerra mostra de Fernando Vilela em São Paulo

Paulo Miyada, Elisa Bracher e Fabrício Lopez têm presença confirmada ao encontro, que discutirá “A Escala da Gravura como Escala da Cidade”.

Exposição de Fernando Vilela na Funarte SP

O artista plástico, educador e ilustrador Fernando Vilela participa nesta quinta-feira, 18 de agosto, no Complexo Cultural Funarte São Paulo, da mesa-redonda sobre gravura contemporânea “A Escala da Gravura como Escala da Cidade”.  Além de Vilela, estarão presentes ao debate o pesquisador e curador Paulo Miyada e os artistas visuais Elisa Bracher e Fabrício Lopez. A entrada é gratuita.

O encontro marca o encerramento da mostra Caçada – deslocamentos gráficos, de Fernando Vilela, contemplada pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2010 e em exibição no Complexo Cultural Funarte São Paulo desde 28 de maio de 2011.

A instalação premiada estará aberta à visitação até 18 de agosto, também com entrada franca. A partir dela, os debatedores convidados estabelecerão com o público uma conversa sobre as possibilidades de diálogo entre a gravura, a representação e a construção da cidade. É este, exatamente, o tema de Caçada – deslocamentos gráficos, em que Fernando Vilela trabalha elementos gráficos e arquitetônicos do entorno do prédio da Funarte, no centro da cidade de São Paulo, e os relaciona com o espaço de 233 metros quadrados da galeria Mário Schenberg.

Com a proposta de estimular a diversidade de tendências e linguagens nas suas múltiplas modalidades de manifestação, o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2010 efetuou um investimento de R$ 930 mil para a realização de 15 exposições de artes visuais, entre 2010 e 2011, nos espaços da Funarte em Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Sobre o artista – Nascido em São Paulo em 1973, Fernando Vilela é artista plástico, ilustrador, autor, possui graduação em artes plásticas pela Unicamp e mestrado em artes pela eca-usp. Como artista plástico, desenvolve trabalhos com gravura, desenho, colagem, escultura, instalação e fotografia. Já realizou diversas exposições individuais de seu trabalho e participou de importantes mostras coletivas Brasil e no exterior. Em São Paulo Fernando é representado pela Galeria Virgilio (www.galeriavirgilio.com.br).

Com livros publicados em mais de sete países, foi premiado no Brasil com três prêmios Jabuti em 2007. Neste mesmo ano, recebeu no exterior a Menção Honrosa Internacional do Bologna Ragazzi Award pelo seu livro Lampião e Lancelote (Cosac Naify, 2006).

Site do Artista: www.fernandovilela.com.br
Blog da exposição: http://vilelafernando.blogspot.com/

Mesa-redonda: “A Escala da Gravura como Escala da Cidade”
Dia 18 de agosto
Quinta-feira, das 20 às 22h
Participantes: Paulo Miyada (pesquisador e curador), Elisa Bracher (artista plástica), Fabrício Lopez (artista plástico e educador) e Fernando Vilela (artista plástico, educador e ilustrador).
Entrada franca (é recomendável chegar com 15 minutos de antecedência)

Exposição “Caçada- Deslocamentos Gráficos”, de Fernando Vilela
Projeto contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2010
Até 18 de agosto
De segunda a domingo, das 14 às 22h
Entrada franca


Galeria Mário Schenberg do Complexo Cultural Funarte São Paulo
Alameda Nothmann, 1058, Campos Elíseos, São Paulo, SP
Informações: (11) 3662-5177