Início do conteúdo
Notícias Funarte Brasília recebe orelhões interativos, em ‘Toque-me’

Funarte Notícias

Publicado em 10 de março de 2015

Funarte Brasília recebe orelhões interativos, em ‘Toque-me’

Instalação, oficina e debates integram o projeto, contemplado com prêmio da Fundação

Funarte Brasília recebe orelhões interativos, em ‘Toque-me’ A instalação “Toque-me”. Foto: André Fraga

O projeto de artes visuais toque-me está aberto ao público até o dia 3 de maio, no espaço Marquise do Complexo Cultural Funarte – e em seu entorno. A criação, que inclui um “orelhão interativo” que constrói poesia, é de Eduardo Salvino & Osnáuticos (com Alex Dias, poeta e diretor do coletivo de poesia, e a poeta convidada Francesca Cricellio). A proposta foi contemplada com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2014 – Atos Visuais Funarte Brasília. A visitação estará aberta até o dia 3 de maio, com entrada gratuita.

A obra artística consiste numa relação interativa com o público: de tempos em tempos o telefone toca; o passante que estiver próximo ao orelhão pode atender a chamada; ao fazer isso, o usuário dará início a uma relação interativa com essa “máquina poética”. A interação acontece à medida em que a pessoa responde às gravações eletrônicas ouvidas do outro lado da linha. Ao fazer isso, o “interatorfaz associações de teclas, correspondentes ao mês e ano de seu nascimento, o que lhe permite ouvir associações de poesias de Osnáuticos em relação a Brasília.

Os debates e a oficina buscam provocar, em conjunto com o público, a reflexão sobre o trabalho, assim como produzir novas poesias, a serem disponibilizadas nos orelhões utilizados na intervenção.

“Essa instalação, cuja pretensão é ser uma espécie de ‘oráculo e vidente’, faz leituras implausíveis do espectador, dando ao mesmo um perfil editado e inusitado … em tom de ‘fábula fantástica’”, explica Eduardo Salvino. O coordenador do evento acrescenta: “A partir de ‘costuras poéticas’, ‘toque-me’ pretende ser um remix sonoro, sobrepondo informações que tangem espaço, tempo e lugar. Dessa forma, esse é um projeto de instalação site specific, que é também construído, ao longo da exposição, de forma colaborativa”.

Brasília é o segundo lugar a receber a ação, que foi executada pela primeira vez em 2014, no SESC Belenzinho (SP).

DEBATES E OFICINA – PROGRAMAÇÃO RESUMIDA

Debates

20/03, sexta-feira, das 14h às 16h
MESA 1: toque-me – Processos de Criação
Propositores: Eduardo Salvino e Francesca Cricelli
Mediação: Ananda Carvalho

20/03, sexta-feira, das 16h30 às 18h30
MESA 2: Mediações: entre o público e o espaço
Propositores: Cayo Honorato e Cláudio Bueno
Mediação: Ananda Carvalho

21/03, sábado, das 10h às 12h30
MESA 3: Processo, escrita e colaboração
Propositores: Alex Dias, Eduardo Salvino e Francesca Cricelli
Mediação: Ananda Carvalho

Oficina

Toque-me poesia
21/03, sábado, das 14h às 18h
22/03, domingo, das 9h às 13h e das 14h às 18h
Propositores: Alex Dias, Eduardo Salvino e Francesca Cricelli
Faixa etária do público-alvo: a partir de 16 anos

Inscrições gratuitas por meio de carta de intenção e currículo
Inscrições online através do e-mail: toquemepoesia@gmail.com – de 1º a 16 de março de 2015
Local: Complexo Cultural Funarte Brasília
Divulgação dos resultados: 18 de março de 2015

Mais informações
https://toqueme.wordpress.com
Tels.: (61) 3322-2076 e 3322-2029
atosvisuais@funarte.gov.br

Eduardo Salvino & Osnáuticos (com Alex Dias, poeta e diretor do coletivo de poesia, e Francesca Cricellio) apresentam

Toque-me

Visitação pública: de 19 de março a 3 de maio de 2014
Entrada franca

Complexo Cultural Funarte Brasília
Espaço Marquise e entorno
Endereço: Eixo Monumental, Setor de Divulgação Cultural, Lote 2
(entre a Torre de TV e o Centro de Convenções)
Brasília (DF)

Este projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2014 – Atos Visuais Funarte Brasília

PROGRAMAÇÃO DETALHADA DO PROJETO
Acesse: https://toqueme.wordpress.com/