Festival de Artes Digitais – FAD reúne artistas estrangeiros na Funarte MG | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialArtes VisuaisTodas as notíciasFestival de Artes Digitais – FAD reúne artistas estrangeiros na Funarte MG

Festival de Artes Digitais – FAD reúne artistas estrangeiros na Funarte MG

A arte de diversas partes do mundo relaciona movimentos, tecnologias e novas mídias digitais

Publicado em 2 de outubro de 2012 Imprimir Aumentar fonte
Light Tension por Carlo Bernadini
Light Tension por Carlo Bernadini

Contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012 – Galpão 5/ Funarte MG, começa no dia 5 outubro, o 6º Festival de Arte Digital – FAD 2012. Neste ano, dentre as novidades, está a parceria com o Momento Itália/Brasil – MIB, que permite o intercâmbio de artistas italianos e brasileiros. A programação, que tem como tema as Interfaces Relacionais, conta com diversas performances nos dias 5 e 6.

Sempre no período noturno, as performances exploram a mistura de movimentos, sons, paisagens, imagens, sensações e improvisações nas relações humanas e o uso das novas tecnologias. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos 30 minutos antes de cada apresentação.

Dentre os destaques: O trio formado por Luke Bennett, Baris Hasselbach e Simon Krahl (Alemanha/França) – o Transforma apresenta duas performances diferentes.

No dia 5 de outubro, sexta-feira, o Asynthome. Quando o público poderá acompanhar toda a criação de conteúdo (imagens e sons) que são desenvolvidos em tempo real. A narrativa se desdobra através de uma iconografia visual que sugere mitologias de criação. Luzes emergem da escuridão do palco; “montanhas” são tiradas de um tanque de líquido preto; formas orgânicas aparecem como se fossem vistas através de um microscópio. O efeito dessas imagens, estilizadas e projetadas, é alterado pela visão dos elementos que se desenvolvem de forma aleatória no palco.

No dia 6 de outubro, sábado, é a vez de Operators. Em vídeos gravados em estúdio, o Transforma e o artista sonoro Markus Hübner criam um fluxo de sons e música, na qual se mistura o artificial com a realidade. O resultado é o seu próprio making off.

Fernando Velázquez & Francisco Lapetina trazem do Uruguai, Acidente. Uma viagem pelo universo cultural de Brasil e Uruguai que resulta em sete movimentos, mostrando que o imaginário extrapola os limites físicos.

Marcando a parceria com o Momento Itália/Brasil – MIB, a italiana Francesca Fini apresenta Blind. Uma mistura de body-art e design interativo que possibilita uma interação com a plateia através de sons e visuais interativos.

Haverá ainda, Storm, do brasileiro Luiz Duva, e Torções, de Marcelo Kraiser, Marco Scarassatti e Izabel Stewart.

A programação do FAD conta também com o FAD Laboratório. São três oficinas gratuitas, realizadas no período de 5 a 7 de outubro. Carol Araújo, de Belo Horizonte, ministra a oficina de “Construção de Theremin de Luz”, na qual os participantes constroem seu próprio instrumento sonoro, através de conceitos e da utilização de um sensor LDR (fotosensível). O paulista Cláudio Miklos terá como tema “Arduíno 100 Noção”, a atividade desenvolvida para aqueles que nunca tenham visto ou mesmo utilizado um microprocessador ou um microcontrolador para a produção de algum trabalho artístico.  E a “Oficina de Criação/Customização de Pedais e Efeitos”, ministrada por Eric Barbosa, de Fortaleza fornece noções básicas de efeitos sonoros, tais como pedais analógicos e outros, utilizados para concepção de áudios.

O FAD 2012 conta com o patrocínio da Contax, Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte) e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Entre os parceiros estão o Governo Italiano; Consulado Italiano; República da Cidade de Bologna e Roma; Festivais LPM e Robot; Momento Itália Brasil – MIB; Consulado Italiano; Prefeitura de Belo Horizonte; Prefeitura de Bologna, Lei Federal de Incentivo à Cultura (Ministério da Cultura/Governo Federal) e a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte. O projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012 – Galpão 5 – Funarte MG.

SERVIÇO

Data: 5/10 (sexta-feira)
Torções
Marcelo Kraiser, Marco Scarassatti e Izabel Stewart (Belo Horizonte/Brasil)
Descrição: Uma experiência de engenharia poética que trabalha a partir de estruturas e dispositivos que convertem, entre si, som, imagens e movimentos. A tensão desta relação é potencializada pelas paisagens sonoras criadas ao vivo a partir de infrainstrumentos e sintetizadores artesanais.
Horário: 19h (Distribuição gratuita de ingressos às 18h30)

Acidente
Fernando Velázquez & Francisco Lapetina (Uruguai)
Descrição: Performance audiovisual em sete movimentos, resultado de uma pesquisa sobre as relações culturais entre o Brasil e o Uruguai. Sintonizados na ideia de que a cultura e o imaginário não respeitam os limites do território físico, a obra explora proximidades e contrastes, através da fusão de ritmos e imagens, fruto de uma pesquisa de campo e de utopias de laboratório.
Horário: 20h (Distribuição gratuita de ingressos às 10h30)

Asynthome
Transforma – Luke Bennett, Baris Hasselbach e Simon Krahl (Alemanha/França)
Descrição: Uma narrativa solta se desdobra quando uma iconografia visual que sugere mitologias de criação é instigada. Luzes emergem da escuridão do palco; “montanhas” são tiradas de um tanque de líquido preto; formas orgânicas aparecem como se fossem vistas através de um microscópio. Ao longo do tempo, a linguagem visual evolui para estruturas que sugerem a existência de um sistema mais complexo. O efeito dessas imagens, estilizadas e projetadas, é alterado pela visão dos elementos que se desenvolvem de forma aleatória no palco.
Horário: 21h (Distribuição gratuita de ingressos às 20h30)

Data: 6/10 (sábado)
Blind
Francesca Fini (Itália)
Descrição: Performance experimental que mistura body-art e design interativo. O propósito da performance é transportar a plateia a uma dimensão imersiva, na qual a performer se torna o veículo de uma experimentação em cores, através de sons e visuais interativos.
Horário: 19h (Distribuição gratuita de ingressos às 18h30)

Storm
Luiz Duva (São Paulo/Brasil)
Descrição: Uma composição audiovisual apresenta um espetáculo de improvisação multimídia que tem como tema o embate do ser humano com o desconhecido, seus limites e tentativas de transposição.
Horário: 20h (Distribuição gratuita de ingressos às 19h30)

Operators
Transforma – Luke Bennett, Baris Hasselbach e Simon Krahl (Alemanha/França)
Descrição: Trabalhando com vídeos gravados em estúdio, Transforma e o artista sonoro Markus Hübner criam um fluxo de sons, música e vídeo, onde se mistura o artificial com a realidade. O resultado criado é o seu próprio making off.
Horário: 21h (Distribuição gratuita de ingressos às 20h30)

Local: Funarte MG
Endereço: Rua Januária, 68 – Bairro Floresta

Informações: (31) 3213.3084