Criador da Maior Xilogravura do Mundo expõe na Funarte MG | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialArtes VisuaisTodas as notíciasCriador da Maior Xilogravura do Mundo expõe na Funarte MG

Criador da Maior Xilogravura do Mundo expõe na Funarte MG

Mostra é vencedora do Prêmio Funarte de Arte Contemporânea

Publicado em 12 de julho de 2011 Imprimir Aumentar fonte
O Papa da Iconografia e os Anjos 2010 – Foto: Pedro Humberto
O Papa da Iconografia e os Anjos 2010 - Foto: Pedro Humberto

Contemplada com Prêmio Funarte de Arte Contemporânea Ocupação dos Espaços da Funarte, a mostra “Transfigurações – 20 aos pedaços”, do artista plástico Francisco de Almeida, será inaugurada na galeria de artes da Funarte MG, dia 14 de julho, quinta-feira, às 20h.

Francisco de Almeida é um artista de alegorias. Suas gravuras, espécie de cartas enigmáticas sobre o medo e o conhecimento arquetípico, desafiam regras e normas gráficas, e têm sempre grandes formatos. Depois da experiência da gravura “Os Quatro Elementos I – O Dia e A Noite”, que levou nove meses para ficar pronta, Francisco realiza sua terceira obra em formato similar. O estirão de 20m x 1,50m – a maior xilogravura do mundo -  foi apresentada na exposição “Absurdo”, da 7ª Bienal do MERCOSUL.

A exposição “Transfigurações – 20 aos pedaços” foi também premiada por meio do 1º Edital de Incentivo às Artes para Pessoas com Deficiência, da Secretaria de Cultura do estado do Ceará. Resultantes da grande matriz composta de diversas matrizes móveis, as 10 gravuras que compõem a mostra são partes da obra apresentada na Bienal do MERCOSUL. Elas receberam também colagens e outras impressões por transferência.

Impressas aos “pedaços”, as xilogravuras guardam o sabor da surpresa também para o artista que, só tem uma visão do conjunto, quando, uma vez o trabalho concluído, o rolo de vinte metros do papel impresso é desenrolado com a ajuda de um dispositivo de catracas de bicicleta e a gravura é, enfim, estendida num espaço generoso que lhe permita, inclusive, uma apresentação panorâmica. 

Com carreira de mais de 17 anos, tendo sua primeira premiação em 1993, no 44º Salão de Abril, Francisco de Almeida já teve suas obras expostas em Madri, no Centro Dragão do Mar, e no MAM-SP. Ele nasceu em Crateús, Ceará, em 1962. Xilogravador, aos 15 anos, transferiu-se para Fortaleza, onde estudou xilogravura com Sebastião de Paula, e pintura nas oficinas do Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, nos anos 1990. Antes, trabalhou como desenhista técnico, na área de arquitetura. Filho de Manuel Almeida Sobrinho, mestre ourives e fotógrafo da cidade de Crateús no sertão dos Inhamuns cearense, e de Terezinha Rodrigues de Almeida, modista e bordadeira, Francisco de Almeida cresceu entre a alquimia do ouro e dos sais de prata e linhas e riscos de bordados – vivência incorporada ao pensamento e ao trabalho do artista. Com diversas exposições realizadas e participação em importantes mostras coletivas, foi merecedor de prêmios no Salão de Abril, Salão CDL de Artes Plásticas, e Talentos Teleceará, entre outros. Sua obra está representada em coleções públicas e privadas do Brasil e exterior.

Serviço

Transfigurações – 20 aos pedaços

Local:
Funarte MG
Rua Januária, 68. Floresta. BH/MG.

Datas e Horários:
de 14 de julho a 14 de setembro de 2011.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 18h.

Entrada Franca

Contato:
Francisco de Almeida - (85) 85131962 – 99343162 – 91265139