Bienal de Dacar 2018: aberto o prazo de inscrições | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialArtes VisuaisTodas as notíciasBienal de Dacar 2018: aberto o prazo de inscrições

Bienal de Dacar 2018: aberto o prazo de inscrições

Solicitações de candidaturas para a Dak'Art 2018, no Senegal, podem ser enviadas para o site oficial

Publicado em 9 de maio de 2017 Imprimir Aumentar fonte

Iniciativa é divulgada no Brasil pelos Ministérios das Relações Exteriores e da Cultura

Estão abertas até 31 de julho de 2017 as inscrições para a 13ª Bienal de Arte Africana Contemporânea de Dacar, Senegal, a Dak’Art 2018. Candidatos da área de artes visuais, africanos ou afro-descendentes de todo o mundo podem participar da programação, que será realizada em maio do próximo ano.

Realizada pelo Ministério da Cultura e Comunicação da República do Senegal, com apoio da Prefeitura de Dacar e de várias entidades internacionais, a Bienal é um evento dedicado à arte contemporânea, aberto a todo o globo. Ele reúne artistas da África e com origens na diáspora africana.

A agenda prevê: exposição internacional dos participantes – que inclui um prêmio para a obra vencedora –; reuniões de estudo e intercâmbios; mostras de homenagem e individuais (de convidados); projeções de filmes sobre arte contemporânea africana; entretenimento na Vila da Bienal e na cidade; eventos paralelos; publicações; ações de cultura urbana; e performances, entre outras programações.

Prêmios

O regulamento estabelece a concessão de premiações como: o Grande Prêmio Léopold Sédar Senghor, atribuído ao vencedor da Exposição Internacional – patrocinado pela Presidência da República do Senegal –; o Prêmio Revelação, oferecido pelo Ministério da Cultura e Comunicação do país-sede aos integrantes dessa mostra; Prêmio Jovem Talento, conferido pela Prefeitura de Dacar; e os prêmios da Organização Internacional da Francofonia, da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e da União Econômica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA); além do “Off the Prize” da edição 2018; e de outras honrarias, outorgadas por parceiros da Bienal.

Os artistas participantes poderão ainda organizar eventos por conta própria, em parceria com a Secretaria-Geral do evento, individualmente ou em grupo, com galerias e outras partes interessadas. Dependendo do grau de interesse do conteúdo para a Dak’Art, essas ações podem vir a ser incluídas no programa geral.

Parcerias brasileiras

Com grande repercussão no mundo das artes plásticas, a Bienal de Dacar é divulgada no Brasil pelo Ministério das Relações Exteriores – a partir de contato com a Embaixada do Brasil em Dacar – e pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio do seu Departamento de Promoção Internacional.

A edição de 2016 da Bienal contou com a participação de cinco artistas do Brasil e do franco-brasileiro Alexis Peskine. A curadoria foi da brasileira Solange Farkas. Criadora de arte com elementos eletrônicos, a jornalista é diretora e curadora do Videobrasil – Festival Internacional de Arte Eletrônica, e da Associação Cultural Videobrasil.

Promoção da arte, da crítica e de publicações

Os objetivos da Bienal de Dacar são: apoiar e incentivar a criatividade, promover e difundir as artes visuais; promover artistas visuais africanos no cenário internacional, bem como uma presença maior da arte contemporânea africana no mercado internacional; além de contribuir para o desenvolvimento da crítica de arte, de publicações sobre o assunto e dos artistas africanos contemporâneos.

13ª Bienal de Arte Africana Contemporânea de Dacar – Dak’Art

Patrocínio: Ministério da Cultura e Comunicação da República do Senegal

Apoio: Prefeitura de Dacar, Organização Internacional da Francofonia (OIF), Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e União Econômica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA)

Parcerias no Brasil
Ministério das Relações Exteriores/Embaixada do Brasil em Dacar
Ministério da Cultura (MinC)/Departamento de Promoção Internacional

Regulamento e mais informações: www.biennaledakar.org