Festival Fora do Eixo promove semana com artes integradas e debates na Funarte MG | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página InicialArtes IntegradasTodas as notíciasFestival Fora do Eixo promove semana com artes integradas e debates na Funarte MG

Festival Fora do Eixo promove semana com artes integradas e debates na Funarte MG

Shows, espetáculos teatrais e circenses e atividades de formação livre compõem a programação do evento que acontece de 8 a 11 de novembro, atraindo agentes culturais de todo o estado em um grande encontro cultural.

Publicado em 6 de novembro de 2012 Imprimir Aumentar fonte
Banda K2
A Banda K2 se apresenta na Funarte MG no dia 9/11 - Foto: (CC BY-SA) Fora do Eixo

Pela segunda vez em Belo Horizonte, o Festival Fora do Eixo reúne uma mostra da cena cultural independente de Minas Gerais, dos últimos anos.  Ele agrega à sua programação o Congresso Fora do Eixo Minas – encontro anual de coletivos culturais em Minas Gerais, e o Cenários Possíveis – festival de artes cênicas e corporais. O Festival Fora do Eixo promete diversificar suas atividades, abrindo espaço para a integração de diferentes expressões artísticas e para processos de formação livre ligados à cultura. O evento acontece de 8 a 11 de novembro na Funarte MG, na Casa de Shows Granfinos e na Casa Fora do Eixo Minas, e é gratuito.

Sendo uma das plataformas de intercâmbio cultural do Fora do Eixo, rede de coletivos culturais, o Festival visa promover, fomentar, difundir e divulgar trabalhos e iniciativas independentes e traz para os grandes centros metropolitanos o que acontece nas 5 diferentes macro-regiões do país, diversificando a oferta cultural dos grandes centros. O festival compôe a Rede Brasil de Festivais, conta com o Patrocínio da Vivo e Grupo Telefônica, por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura do Governo de Minas Gerais integrando a plataforma Conexão Vivo.

A programação conta com a participação de artistas da área da música, como Linha Dura, Renegado, Família de Rua, Coletivo Dinamite, Zimun, K2, Vandaluz, A Nuvem, Dead Lover’s Twisted Heart, Porcas Borboletas, Pedro Morais e Thiakov. O evento acontece anualmente nas principais capitais brasileiras como São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro, servindo como vitrine do que há de melhor e mais atual na Nova Música Brasileira. Esta edição traz ainda a estreia do Cineclube itinerante da Casa Fora do Eixo Minas.

Com caráter não competitivo, o Festival Cenários Possíveis está dentro da programação do Festival Fora do Eixo Belo Horizonte, unindo artistas de circo, dança e teatro da capital e do interior a fim de divulgar seus trabalhos e debater a sustentabilidade desses grupos.

O Festival acontece também nas cidades de Porto Alegre, São Paulo, Macapá e Santa Maria, propondo o diálogo e a conexão entre os grupos cênicos brasileiros. A ideia é trazer ao debate as soluções criativas desses coletivos para sua sustentabilidade. O projeto utiliza conceitos da economia solidária para aplicar tecnologias de gestão colaborativa e abrir espaços de intercâmbios e formação de artistas, público e produtores.

Por meio de reuniões livres, debates, imersões e vivências na programação cultural que o acompanha, o Congresso Fora do Eixo Minas é um espaço formado para se discutir, ampliar e potencializar o diálogo entre movimentos e agentes culturais de Minas Gerais. O evento inclui a participação dos coletivos integrados à rede de cultura do Fora do Eixo, atingindo hoje todas as meso-regiões do estado – Região Metropolitana, Vale do Aço, Triângulo Mineiro, Norte, Sul, Zona da Mata e Campos das Vertentes.

O encontro reúne dezenas de agentes culturais, coletivos independentes, artistas, jornalistas, midialivristas, economistas, professores, pesquisadores, intelectuais, distribuidores, ativistas, entre outros profissionais que atuam, sobretudo, em redes com foco em cultura e economia solidária no estado. Rodas livres abertas ao público serão formadas na Funarte MG, a partir das 14h. Os debates contarão com presença de realizadores ligados a diversos coletivos culturais, além de representantes do Ministério da Cultura em Minas Gerais, Fundação Valle e Banco do Brasil.

As inscrições já estão abertas, são gratuitas e livres. Participe!
Informações:  (31) 2511.3883

Confira a programação:

08/11 – Quinta-Feira

[10h - 14h]

Local: Funarte MG

  • Cenários Possíveis
    Oficina JAZZ com JAZZ: Experimentando Dança e Música
  • Reunião aberta de cobertura colaborativa

[14h - 18h]

Local: Funarte MG

  • Congresso Fora do Eixo Minas Desconferências e rodas de debate: adotando um formato condizente com a dinâmica da vida real, transmutável, as rodas de debates são formadas a partir dos temas de interesse dos presentes e de alguns provocadores convidados. Os debates duram o tempo necessário e os temas não são fixos. Construa o seu!

Roda de Abertura e Reuniões Livres
Banco de Temas: #Conjuntura Político-Cultural #Apresentação de Coletivos #Apresentação da Dinamica #Novo Mapa da Cultura no Brasil #Novo Mapa da Cultura em Minas Gerais #Políticas de Georreferenciamento #Campus e Territórios da Cultura #Cenários Possíveis #Circuito Metropolitano de Cultura

[20h - 21h]

Local: Funarte MG

  • Cenários Possíveis Apresentação Teatral

O Espelho, Especulações sobre [des]encontros – Grupo Ateliê Titetê
Sinopse: Uma metáfora sobre a máscara do Palhaço através do Mito de Narciso. Embalados pela música do compositor norte-americano George Gershwin (1898 -1937), público e artista se encontram entre risos e lágrimas. De frente para um espelho, Titetê mergulha nas profundezas de seu ser, enfrentando medos, inquietações e motivações. Uma abordagem absurda sobre o amor, a beleza e a morte. Um palhaço que encara a vida precária que leva, apesar da cultura da alegria que o circunda e que se impõe no mundo contemporâneo. A peça aborda um tema adulto de maneira acessível a toda família. Teatro Físico. Concepção: Cícero Silva. Gênero: Drama de Palhaço. Duração: 50 minutos. Classificação: livre.

[21h - 1h]

Local: Granfinos

  • Cedo & Sentado e Engata Quinta Shows musicais: Coletivo Dinamite, Zimun, Renegado, Família de Rua.

09/11 – Sexta-Feira

[10h - 14h]

Local: Funarte – MG

  • Reunião aberta de cobertura colaborativa
  • Congresso Fora do Eixo Minas
    Imersão dos Coletivos Fora do Eixo

Rodas Setoriais
Artes Cênicas #Mídia Livre #Audiovisual #Música #Meio Ambiente #Artes Visuais

Rodas Regionais
Circuito Metropolitano de Cultura #Encontro do Vale do Aço #Norte de Minas #Encontro da Zona da Mata #Triângulo Mineiro #Sul de Minas

[14h - 19h]

Local: Funarte MG

  • Congresso Fora do Eixo Minas Desconferências e Rodas de Debate

Banco de Ideias
Cultura Hacker, Cultura Digital e Ativismo
Nós Ambiente: Ativismo 2.0 em Minas Gerais
Poéticas Visuais: Fotografia, Design e Ativismo
Artistas em Rede: provocando a conexão dos artistas independentes da música
Circuito Mineiro de Cultura de Rua
Cineclubes, Distribuição e Colaboração no Cinema Mineiro Contemporâneo

  • Cenários Possíveis Roda de Debate: Políticas de grupo nas artes cênicas mineiras

[20h - 22h]

Local: Funarte MG

  • Cedo & Sentado e Engata Quinta
    Shows musicais: Radik, K2, Vandaluz
  • Congresso Fora do Eixo Minas
    Reuniões livres

[22h - 0h]

Local: Viaduto Santa Tereza

  • Percurso Cultural Duelo de MCs Pocket show com Linha Dura

10/11 – Sábado

[10h - 14h]

Local: Funarte MG

  • Congresso Fora do Eixo Minas Imersão dos coletivos Fora do Eixo

[14h - 19h]

Local: Funarte MG

  • Congresso Fora do Eixo Minas Desconferências e Rodas de Debate

Roda de debate: A Universidade das Culturas
Banco de temas: #Formação nas Comunidades #Metodologias Inovadoras #Extensão universitária #Campi Temporários em Minas Gerais #Império do Empírico #Compartilhamento livre de conteúdo #Código aberto e produção de conhecimento #Cultura Remix x Propriedade Intelectual #Pontos de Cultura #Universidade da Loucura #Desescolarização #Universidade das Quebradas #Laboratórios de Tecnologia social #Autoformação #Formação coletiva #Inteligência colaborativa #Educação Popular

Conexões Mineiras: Política, Cultura e Colaboração
Banco de temas: #Georreferenciamento #Pontos de Cultura Mineiros #Rede Centralizada, Descentralizada e Distribuída #Sustentabilidade em rede #Dinâmica de trabalho em rede #Cultura Hacker, Cultura Digital e Ativismo #Comportamento digital #Minas Gerais e as relações internacionais

Reuniões Livres Setoriais
Artes Cênicas #Mídia Livre #Audiovisual #Música #Meio Ambiente #Artes Visuais

Reuniões Livres Regionais
Circuito Metropolitano de Cultura #Encontro do Vale do Aço #Norte de Minas #Encontro da Zona da Mata #Triângulo Mineiro #Sul de Minas

[19h - 21h]

Local: Aglomerado da Serra

  • Percurso Cultural Aglomerado da Serra Lançamento do Cineclube

[21h - 01h]

Local: Granfinos

  • Shows Festival Fora do Eixo Shows: A Nuvem, Dead Lover’s Twisted Heart, Porcas Borboletas, Pedro Moraes e Thiakov

11/11 – Domingo

[15h - 20h]

Local: Casa Fora do Eixo Minas

  • Mercado das Pulgas
    Bazar
    Cabaré Fora do Eixo
    Pocket Shows
    Reuniões Livres
    Pos TV
    Compacto.Arte
    Interferências Imaginárias
  • Congresso Fora do Eixo Minas
    Desconferências e Rodas de Debate
  • Cenários Possíveis
    Apresentações Teatrais

Isto Não É Uma Caixa – Grupo Girino
Sinopse: O espetáculo “Isto não É uma Caixa” é realizado nas técnicas do Teatro Lambe Lambe e Teatro de Sombras, apresenta o universo poético e conceitual do pintor belga René Magritte. Trata-se de uma viagem pelas imagens metafóricas do realismo fantástico do artista onde figuras simbólicas adquirem uma atmosfera mágica e misteriosa. Teatro Lambe Lambe é quando acontece um mini espetáculo dentro de uma caixa para apenas um único espectador de cada vez. Criação: Tiago Almeida. Duração: Sessão de 40 minutos para 25 pessoas, cada pesssoa assiste individualmente ao espetáculo que dura 1min40s. Assim, durante 40 minutos é possível apresentar para cerca de 25 pessoas.

Coletivo da Improvisação – ImproColetivo
Sinopse: O Coletivo da Improvisação é um espetáculo totalmente improvisado cujas histórias são construídas através de sugestões da plateia que podem ser dadas anteriormente (através de papéis preenchidos momentos antes da peça e que os atores não têm conhecimento do que foi escrito) ou mesmo no momento da cena. Integrantes: Eugênio Macedo, Pedro Vieira, Bárbara Lima, Janio Fonseca e Felipe Soares. Classificação Livre.

[19h - 20h]

Local: Funarte MG

  • Cenários Possíveis Apresentação teatral de encerramento

Desassossego: Só Dói Quando Eu Respiro – Artes Cênicas Omkara
Sinopse: A partir da visão do ser humano como uma figura que vive em constantes desassossegos e dores, sob uma visão de Nascimento, Crescimento, Reprodução, Morte e Existência, os corpos cênicos misturam Teatro, Dança e Performance na tentativa de levar ao palco suas essências. Estas certamente são comuns aos espectadores, uma vez que são todos corpos humanos que sentem e vivem. Se só doer enquanto respirarmos, vai doer até o fim. Direção e concepção: Geraldo Rocha. Elenco: Beatriz Mendes, Everton Lampe, Everton José, Frederico Contarini, Geraldo Rocha, Laís Pires, Mariana Arantes, Panmella Ribeiro, Rafael Ribeiro e Raphael Modesto. Duração: aprox. 40min. Classificação: 18 anos.