Estúdio F: mulheres em foco na programação de março | Funarte – Portal das Artes
Você está em: Página Inicial › Funarte › Todas as notíciasEstúdio F: mulheres em foco na programação de março

Estúdio F: mulheres em foco na programação de março

Programa de rádio da Funarte sobre grandes compositores e intérpretes traz perfis de nomes femininos destacados na música brasileira

Relacionado a: Artes Integradas, Música
Publicado em 1 de março de 2018 Imprimir Aumentar fonte

Programa de rádio semanal, produzido pela Funarte, sobre grandes compositores e intérpretes da música brasileira, o Estúdio F terá sua programação do mês de março dedicada às mulheres. A série, que é transmitida aos sábados, às 21h, pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro (com retransmissão pelas Rádios Nacional de Brasília e da Amazônia), terá cinco programas inéditos sobre grandes personagens da nossa música: Miúcha, Carolina Cardoso de Menezes, Tetê Espíndola, Amelinha e Leci Brandão.

A primeira edição, que vai ao ar neste sábado (dia 3), traça um perfil sobre a cantora Miúcha, com destaque para as gravações com Tom Jobim (com quem fez dois discos), Vinicius de Moraes (seu padrinho musical). João Gilberto (com quem foi casada) e seu irmão, Chico Buarque, a quem ensinou violão. No segundo programa do mês (dia 10), a personagem é a grande pianista e compositora Carolina Cardoso de Menezes (1916-1999), que será lembrada por sua atuação no rádio e em incontáveis gravações – como solista ou no acompanhamento.

O Estúdio F prossegue no dia 17 de março, contando a trajetória da cantora e compositora Tetê Espíndola, desde as primeiras cantorias em família, em Campo Grande (MS), até o sucesso nacional alcançado com “Escrito nas estrelas” (Arnaldo Black e Carlos Rennó), música vencedora do Festival dos Festivais, em 1985. No dia 24, a cantora cearense Amelinha será o tema do programa, com destaque para sua parceria com Fagner, o casamento com Zé Ramalho (que dedicou a ela “Frevo mulher”) e o sucesso da canção romântica “Foi Deus que fez você” (Luiz Ramalho) no festival MPB 80.

A programação se encerra no dia 31de março, destacando a carreira de Leci Brandão: cantora e compositora ligada à Estação Primeira de Mangueira que conheceu o sucesso através de composições engajadas e, posteriormente, tornou-se referência do samba em São Paulo, onde também construiu carreira política.

No ar desde novembro de 2006, o Estúdio F é um acordo de cooperação técnica entre a Funarte e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), sendo produzido pela Coordenação de Difusão e Pesquisa da Funarte – que é encarregada da pesquisa, da redação, da gravação e da edição dos programas da série.

Texto: Coordenação de Difusão e Pesquisa – Cepin – Funarte